Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Conjuntura CNseg nº 56 analisa vetores de impacto da economia nos próximos meses

Conjuntura CNseg nº 56 analisa vetores de impacto da economia nos próximos meses

Setor segurador movimentou R$ 26,3 bilhões em agosto, excluindo Saúde Suplementar e DPVAT

Os vetores prós e contra o crescimento do PIB do País em 2021 e em 2022 são relacionados na nova edição (nº 56) da Conjuntura CNseg, publicada pela Confederação Nacional das Seguradoras - CNseg. De acordo com a publicação, embora a esta altura o viés de cada indicador já seja conhecido, positivo ou negativo, é a sua intensidade que decidirá o resultado anual da economia em 2021 e em 2022.

Em consequência, as projeções dos agentes do mercado apresentam grande dispersão, especificamente para 2022, oscilando da estagnação em cenário pessimista até alta de 3%, descreve a parte da publicação destinada a avaliar o cenário macroeconômico.

Segundo a publicação da CNseg, alguns vetores poderão influenciar o desempenho positivo da economia entre o final do ano e 2022: i) o ritmo de crescimento forte da economia global; ii) os gargalos na oferta de insumos; iii) os preços altos das commodities; iv) o aumento da receita das exportações e v) a renda nacional, que inclusive não tem o poder de produzir mais choques na inflação do País.

Outro tópico favorável é a reação, ainda que lenta, do mercado de trabalho, principalmente se o ritmo de contratações no setor de serviços continuar consistente nos próximos meses.

Para a Confederação Nacional das Seguradoras, outra premissa para crescimento é o PIB de 2021 confirmar a taxa de expansão de 5%, porque gera carregamento estatístico para o próximo ano, um adicional de 0,5% a 1% ao resultado de 2022.

Em sentido contrário, a publicação lista cinco variáveis que podem impactar o PIB brasileiro. Por ordem: i) o ciclo de alta da Selic contínuo e cada vez mais próximo de dois dígitos em 2022; ii) a corrosão da renda das famílias causada pela inflação mais alta; iii) o aumento no nível de endividamento dos brasileiros; iv) a repercussão negativa disso no consumo e na tomada de crédito; v) o risco da recuperação do mercado de trabalho não ser integral, estabilizando-se abaixo do patamar histórico, de pouco mais de 60% da população economicamente ativa; e v) por fim, a incerteza associada ao ambiente político e sua relação com a situação fiscal no próximo ano.

Na parte dedicada ao desempenho do mercado segurador, e em seguida ao Editorial publicado na Conjuntura nº 55, em agosto os prêmios de seguros, contribuições de previdência e faturamento de capitalização movimentados totalizaram R$ 26,3 bilhões, excluindo Saúde Suplementar e DPVAT, avanço de 2,4% em relação a agosto do ano passado. No acumulado até o oitavo mês do ano, a arrecadação supera R$ 198,9 bilhões, 14,7% superior ao observado em 2020 no mesmo período.

Os seguros de Danos e Responsabilidades (sem DPVAT) apresentaram alta de 19,6% em agosto na comparação com o mesmo mês do ano passado, movimentando R$ 8,1 bilhões. No acumulado do ano até agosto, o segmento cresceu 15,2%, totalizando mais de R$ 58 bilhões em arrecadação. O seguro de Automóvel, que representa mais de 41% das movimentações do segmento, registrou aumento de 12,1% em agosto (R$ 3,4 bilhões) em relação a agosto de 2020. Já no acumulado até agosto, o montante foi de R$ 24,2 bilhões, 7,3% a mais na comparação com o mesmo período do ano passado.

Sobre a CNseg

A Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg) congrega as empresas que compõem o setor, reunidas em suas quatro Federações (FenSeg, FenaPrevi, FenaSaúde e FenaCap). A missão primordial da CNseg é contribuir para o desenvolvimento do sistema de seguros privados, representar suas associadas e disseminar a cultura do seguro, concorrendo para o progresso do País.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo