Brasil,

Torneios esportivos em tempos de covid-19

A situação atual em praticamente todos os países do mundo é de esforços para conter uma grande doença altamente contagiosa. Isso, infelizmente, causa impactos incríveis sobre vários tipos de atividade econômica – entre os quais, os esportes.

Aos poucos as atividades estão retornando, mas claro que isso não se compara a acompanhar os campeonatos de futebol mais sensacionais das ligas nacionais e internacionais na rotina habitual. A perspectiva de não ser realizada a Liga dos Campeões, por exemplo, é desoladora – ela será feita sob novo formato, a partir de agosto, conforme previsões atuais.

Até que o Campeonato Brasileiro e outros torneios não retomem suas atividades, resta torcer nos esportes eletrônicos ou dedicar algum tempo a outras diversões.

Há também algumas exceções de nações que não interromperam atividades. São poucas, como a liga de futebol da Bielo-Rússia. Não são uma referência de partidas marcantes, mas se os jogos lhe apetecem, é uma opção também...

Enquanto o Brasil e outros países penam para voltarem com suas competições esportivas, outros países se destacaram na volta às atividades. Parece incrível, mas Taiwan e Coreia do Sul já voltaram a promover algumas partidas.

Não apenas esses países, mas também a Alemanha entrou recentemente para o seleto clube das nações com campeonatos em atividade. Mas como é possível que ela tenha voltado? E o que podemos aprender com ela?

A volta da Bundesliga

Desde 16 de maio, os verdes gramados alemães voltaram a dar espaço a competições de futebol. A Bundesliga estava com os jogos suspensos desde 13 de março. Agora, é a primeira das principais ligas europeias a retomar atividade.

Essa volta empolgou os fãs e isso pode ser visto nas casas de apostas desportivas e que deram bastante destaque para todas as partidas da rodada da volta do Campeonato Alemão e mercados diversos, quase alcançando o nível de jogos da Liga dos Campeões. Estes, normalmente, são os que mais levam o público a dar seus palpites.

Por exemplo, é possível apostar a longo prazo, em quem terá a triste notícia do rebaixamento. De acordo com o site de apostas esportebet, o grande Werder Bremen, quatro vezes campeão alemão é um dos “favoritos” para cair, pagando 1,27 para 1.

A reabertura das ligas alemãs de futebol só foi possível porque aquele país destacou-se como uma referência no modo de tratar dos problemas de saúde trazidos pela pandemia do coronavírus covid-19.

Na verdade, a maneira como a Bundesliga está voltando à atividade contribui para a Alemanha ser referência nesse tratamento. Os jogos são realizados a portões fechados e foi formulada uma série de normas estritas para minimizar o contato entre os jogadores dentro e fora do campo.

Ou seja, o futebol é um jogo com bastante contato físico, mas ele é mantido no nível do estritamente necessário dentro das presentes situações extraordinárias de pandemia.

As medidas de precaução são várias, e dão indícios de como os outros países do mundo voltarão a promover os campeonatos pelos próximos meses.

Antes da partida de volta, no dia 16, as equipes (jogadores e equipe técnica) mantiveram-se em quarentena por uma semana. Os jogadores chegaram ao estádio em vários ônibus: sentaram-se nos veículos de maneira a ficarem distantes um do outro.

A partida em si foi conduzida normalmente, em termos de dinâmica. Mas algumas pequenas alterações puderam ser notadas, em especial nas comemorações dos jogadores: nada de abraços e contatos efusivos. Toque com o punho ou com os pés foram as alternativas que os jogadores encontraram para demonstrar sua alegria.

Além disso, nada menos do que 30 bolas estiveram à disposição durante todo o tempo de jogo. Cada uma delas foi cuidadosamente desinfetada antes de ser posta em campo. Do lado de fora do campo, as equipes técnicas mantiveram-se com máscaras durante todo o tempo. A exceção eram os técnicos, liberados para projetar a voz com suas instruções, sem obstáculos faciais.

Os reservas tiveram que sentar com distância de separação e – adivinhe – usando máscaras para inibir o contágio. Atletas que saíam de campo, substituídos, recebiam máscaras.

O jogo do dia 16 foi fechado ao público e, no total, 213 pessoas tiveram acesso garantido ao campo. Além dos jogadores, profissionais de mídia e médicos estavam inclusos nessa quantidade. Todos eles tiveram que medir a temperatura com termômetros.

Próximos passos

Na Coreia do Sul, os jogos voltaram em 8 de maio. Além das medidas restritivas de segurança, jogadores que sejam contaminados pelo covid-19 durante a temporada levarão o time inteiro a ser suspenso de jogos por duas semanas.

Na Espanha, LaLiga deve voltar em junho. As partidas serão jogadas durante todos os dias da semana. No entanto, todos os times deverão manter um intervalo mínimo de 72 horas entre jogos.

A Premier League inglesa deve retornar às atividades em 12 de junho, e ainda discute as medidas cabíveis para a volta com segurança à atividade. A Inglaterra foi um dos países mais atingidos no mundo pela doença.

Como o exemplo da Alemanha mostra, as ligas brasileiras terão que passar por uma série de adaptações para voltar à atividade, assim que o vírus seja minimamente contido em território nacional.

No entanto, como será essa adaptação num país com recursos que não se comparam aos de países europeus ou mesmo da Coreia do Sul? Só o tempo dirá se haverá um mínimo de rigor com a saúde de desportistas e público ou se o jeitinho brasileiro falará mais alto até num situação limite como a atual.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

Mais Itens ::

NEWSLETTER SEGS