Brasil, 25 de Junho de 2019

TOKIO MARINE SEGURADORA

Colite Ulcerativa e Doença de Crohn: saiba o que são e como tratar

Maio é o mês de alerta para as Doenças Inflamatórias Intestinais; cor roxa simboliza prevenção e cuidados

As doenças inflamatórias intestinais (DII) são caracterizadas pela inflamação crônica do intestino, podendo atingir qualquer faixa etária, porém, é mais comum que surjam antes dos 30 anos. Maio é o mês de alerta para as Doenças Inflamatórias Intestinais; cor roxa simboliza prevenção e cuidados.

As enfermidades englobadas no termo DII são a colite ulcerativa, que provoca inflamação de longa duração e feridas (úlceras) no revestimento interno do intestino grosso (cólon) e reto, e a Doença de Crohn, que acomete o revestimento do trato digestivo, muitas vezes se espalhando profundamente nos tecidos afetados. Os principais sintomas são a diarreia grave, dor abdominal, fadiga e perda de peso.

Segundo artigos publicados no Current Opinion in Gastroenterology, o número de casos dessas doenças no Brasil é de aproximadamente 13,3 para cada 100 mil habitantes. Para o Dr. Alexander de Sá Rolim, cirurgião do aparelho digestivo e proctologista especialista em doença inflamatória intestinal da Rede de Hospitais São Camilo de SP, apesar de os dados serem escassos, é notável o aumento do diagnóstico na prática clínica. “Ainda não há uma causa comprovada para o desenvolvimento das doenças inflamatórias intestinais, mas as hipóteses mais relevantes são o mau funcionamento do sistema imunológico, que ao tentar combater um vírus ou bactéria invasora, atinge as células do trato digestivo. A hereditariedade também parece influenciar, recorrente de pais para filhos”, conta.

Fatores de risco

De acordo com o especialista, o tabagismo é um fator de risco importante, principalmente para o desenvolvimento da Doença de Crohn. “Além disso, observa-se que os medicamentos anti-inflamatórios não esteróides, uma dieta rica em produtos industrializados com excesso de gordura ou refinados também desempenham um papel importante para o surgimento da inflamação no intestino”, explica.

Tratamentos

Embora não exista a cura para as doenças inflamatórias intestinais, o especialista do Hospital São Camilo ressalta que a medicina já possui caminhos alternativos para o controle da inflamação. “A terapia biológica, classe de medicamentos produzidos a partir da matriz de DNA, são utilizados para bloquear o avanço em casos moderados e graves. Vale ressaltar também os imunossupressores, combinação de drogas que libera substâncias químicas que auxiliam o sistema imunológico. São opções que melhoram muito a resposta do organismo e qualidade de vida do paciente”, conta.

Rede de Hospitais São Camilo

A Rede de Hospitais São Camilo é composta por quatro hospitais modernos em São Paulo. Três ficam nos bairros da Pompeia, Santana e Ipiranga, capacitados para atendimentos eletivos, de emergência e cirurgias de alta complexidade, como transplantes de medula óssea. Por sua vez, a Unidade Granja Viana é uma instituição Camiliana dedicada à assistência e saúde com atenção especial aos pacientes em cuidados continuados em reabilitação, crônicos ou paliativos. Suas instalações serão ampliadas brevemente com o objetivo de atender de forma abrangente a comunidade da região. O projeto prevê a construção de um complexo hospitalar com atendimentos de urgência, emergência, centro médico e diagnóstico para diversas especialidades. Excelência médica, qualidade diferenciada no atendimento, segurança, humanização e expertise em gestão hospitalar são os principais pilares de atuação. Hoje, a Rede de Hospitais São Camilo presta atendimento em mais de 60 especialidades, oferece ao todo 736 leitos e um quadro clínico de mais de 3,7 mil médicos qualificados. As unidades possuem importantes acreditações internacionais, como a Joint Commission International (JCI), renomada acreditadora dos Estados Unidos reconhecida mundialmente no setor e a Acreditação Internacional Canadense. A Rede de Hospitais São Camilo faz parte da Sociedade Beneficente São Camilo, uma das entidades que compreende a Ordem dos Ministros dos Enfermos (Camilianos), uma entidade religiosa presente em mais de 30 países, fundada pelo italiano Camilo de Lellis, há mais de 400 anos. No Brasil, desde 1928, a Rede conta com expertise e a tradição em saúde e gestão hospitalar.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::