Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

40.000 corretores (re) cadastrados. Será que uma bomba estatística está prestes a ser detonada?

40.000 corretores (re) cadastrados. Será que uma bomba estatística está prestes a ser detonada?

Pra quem não sabe, sempre acompanhei o recadastramento dos corretores de seguros, com muito interesse. Imaginando que outros governos não alcançaram o nível de adesão massificada que a Susep de Jair Bolsonaro alcançou agora: SURPREENDENTE, diga-se nesta postagem! E sei do volume e do bafafá que isso deu em algumas outras oportunidades deste recente passado. Aliás, teve adiamento, redução de números de recadastrados; ou estagnação desses indicadores, e diversos apelos de seguradores e representantes da categoria para que os corretores não ficassem sem receber a comissão da corretagem. Tudo isso, lembrando, novamente, fixou-se no passado. Hoje, além de alguns órgãos de imprensa, e do próprio governo, pouco ou nada é feito por outros players para que os corretores, que sempre deixaram tudo para a última hora, cumpram o dever de se recadastrar, ainda que neste ano a adesão seja sobrenaturalmente gigantesca.

Mas, se eu perguntar para você corretor ou segurador, para se medir o conhecimento num Quiz e desejar a sua resposta, ainda que podendo consultar, o que me dirias: Quantos corretores Ativos PN ou PJ existiam em 1995 ou 2001? Não sabe? Pois bem, eu acho que sei os números, em 1995 nós éramos 24.807 corretores PN e 35.076 PJ. E entre 1995 e 2008, a maior quantidade de corretores PN foi em 1999, com 55.141; e entre as PJ foi 2002, com 78.047. E o número máximo de corretores, entre PN e PJ, naquele período foi: 1999, com 130.851 corretores de seguros. O segundo maior ano foi: 2002, com 130.112 intermediadores de seguros. Já o terceiro, em 2001, com 128.726 produtores de seguros - lembrando - Ativos.

Pois bem, diante de tantos índices que eu poderia tomar aqui, como base comparativa, eu mesmo perguntaria pra Susep responder: Há em seus sistemas o número total de corretores Ativos em 50 anos? Saberia dizer a totalização das corretora PN do Ramos Vida, com a mesma indagação para PJ? E nos Elementares? Conseguiria fornecer estatística sobre índices de Ativos na corretagem? Ou teria todas essas informações para inferir neste mercado um maior crescimento, necessário e urgente? Sinceramente, espero que sim! E não faria qualquer sentido perguntar isso, senão pensar que o ouro não estivesse depositado no banco de dados do governo. Mas se isto não for uma realidade, vem outra pergunta: Como se deixou isso acontecer - num Brasil que precisa administrar uma das maiores riquezas do continente?

Agora eu vou chegar em um ponto importante. Durante esse tempo em que a Susep esteve agindo de forma deliberada, para aplicar ORDEM naquilo que ela acha importante na indústria do seguro, eu tenho recebido algumas (e poucas) críticas, como por exemplo: Ter um lado para escrever ou lutar contra as entidades da Categoria. Mas eu quero demonstrar aqui que eu não tenho lado algum nessa história, pois a própria verdade não possui banda, e pronto. Depois, se lutasse contra qualquer entidade, você acha que eu não teria assunto SUFICIENTE para escrever todos os dias in saecula saeculorum? Que tal eu propagar, por exemplo, um assunto que é não ser mais necessário pagar Contribuição Sindical, por ora? Ou mesmo, perguntar o porquê de entidades terem recebido a comissão do DPVAT, quando o certo seriam os corretores receberem a comissão do DPVAT? Ou Lutar dia e noite contra essas entidades? Ou se mesmo receber a comissão no lugar do corretor, sendo "legal", poderia ser considerado moral? Ou o porquê dos corretores de seguros, que são agentes do bem, não terem sido os intermediadores dos negócios do DPVAT? Ou onde está o dinheiro da comissão do DPVAT? Ou quanto se ganha em entidades? Ou liberar o meu pensamento para perguntar publicamente: Por que não foi feita uma ADI no STF contra a revogação do DL 73/66 ou da Lei 4594/64, já que era uma prerrogativa de função? E se vocês, que são testemunhas da ocasião, viram alguém lutar por isso, posso dizer que na 1/2 dúzia de gatos pingados que fizeram isso, lá estava eu, com provas, inclusive, contra a ação da Susep, que errou na direção, no meu humilde ponto de vista e, agora, por certo, deve ter reconhecido isso! Poderia falar sobre gestão nas entidades e nos órgãos reguladores por pessoas dos nossos meios e afins? Sim, eu poderia começar a debater se é necessário ou não devolver o dinheiro da autorregulação e otras cositas más? Mas eu não fiz isso, porque não lutei contra entidades e nem de seus representantes; entendeu? Além do que, sou amigo de muitos sindicalistas e os respeito em gênero, número e grau. E porque não é isto que os meus escritos buscam aqui neste canal de notícias. E eu jamais discuti pessoas e suas ações particulares, mas fatos de interesse da Ciência do Seguro. Porque o que eu quero é ver essa indústria fantástica crescer, se multiplicar e gerar renda para todos os que dependem deste segmento. E mesmo assim, fortalecendo o meu argumento para considerar boas algumas medidas da Susep, falando de eficiência administrativa, desafio qualquer um a me apresentar currículos melhores do que o dos principais gestores da Susep, que eu li interessadamente e que são abertos ao público, mas que destaco na forma elogiosa, por considerá-los excepcionalmente eficientes no trabalho com o ente público:

CURRÍCULO PÚBLICO DOS PRINCIPAIS CARGOS DA SUSEP.......: http://www.susep.gov.br/setores-susep/seger/acesso-a-informacao/conteudo-quem-e-quem

CURRÍCULO PÚBLICO DA SUPERINTENDENTE SOLANGE VIEIRA.: http://www.susep.gov.br/setores-susep/seger/acesso-a-informacao/formulario-super-solange-vieira.pdf

Por via das dúvidas, entretanto, num ligeiro hiato, essa construção faz parte da política do governo, como um todo gerido pelo Maestro Paulo Guedes, da Economia. Entendendo que não é somente na Susep que as grandes barreiras estão sendo sintomaticamente destruídas. Observe, por exemplo a Circular 4.027 de 12/06/2020, que instituiu o Sistema de Pagamentos Instantâneos, que pode acabar com as operações bancárias que incluem TED e DOC, em um sistema mais eficiente, rápido e muito mais barato para o cliente dos bancos.

Mas voltemos a falar do recadastramento, onde a perspectiva é atingirmos 100.000 corretores. E já vou denunciar que uma pessoa amiga - e muito conhecida no Brasil inteiro - já fez uma aposta de bolão comigo. Na aposta dessa pessoa não há 50.000 corretores. Felizmente, ,sou mais otimista, fixando em até 80.000 de corretores brutos (re)cadastrados. Agora, pouco mais de um mês para se encerrar o dever de se fazer do produtor de seguros, eu até acho que ja devo compra a garrafa de suco de uvas para essa grande personalidade dos rumos de Brasília. E o motivo é bem simples: Qual seguradora, ainda que das maiores, possui 50.000 corretores ativos em seu seu cadastro? Quando muito, até 30.000?

Vamos mais longe, cada corretora jurídica, no mínimo, conta com duas pessoas (re)cadastradas, sendo uma na PN e outra na PJ. Se tivéssemos 100.000 corretores, poderíamos dizer que não há mais que 70.000 produtores reais? E se houverem 80.000, não haverá mais que 50.000 corretores normalizados? Se forem 50.000, então os intermediadores (de fato) serão no máximo 30.000 corretores? E se assim for, diminuímos de 130.000 corretores em 2002 para quantos em 2020? Portanto, como certo, é que o número diminuiu drasticamente, o fator é saber qual o índice negativo.

Mesmo assim, a indústria fixou pujante. Mas por que isso aconteceu? Realmente, com uma diminuição drástica de corretores, quem produziu o volume do PIB de seguros que o Mercado vê dia a dia? Grandes corretores bancários? Grandes corretores? Ou pequenos corretores? Claro, nessas e outras comparações, o que a Susep está fazendo é uma necessidade primária não só do governo, mas do Brasil. Aliás, até mesmo os juízes que analisaram os pedidos de liminar antecipando a Tutela, negaram a reivindicação, pelo menos foi o que eu vi de notícias deste fato, de parar o recadastramento. Naturalmente, devemos entender que se o número de corretores decresceu consideravelmente - coisa que não é inédita para mim, pois tem recadastramento antigo que me assustou muito e, na época, escrevi e escrevi e escrevi - podemos entender que as seguradoras estão sofrendo para produzir mais e, com justa razão, precisam de outros canais de venda extra-balcão. Portanto, absurdamente, acho uma loucura econômica; que as congêneres que não comercializam em bancos, não ajudem a Susep a recadastrar o corretor de seguros; e a conhecer o que se pode fazer para aumentar o número de produtores no Brasil. Pois é como se estivesse dizendo NÃO! para o dinheiro!

Um hiato aqui, de novo, é o de fazer afirmações comprovadas sobre como os corretores consideram a nova administração da Susep: 88% aprovaram o (re)cadastramento, conforme pesquisa feita pelo Portal Nacional dos Corretores de Seguros, maior veículo de comunicação do seguro no mundo.

Artigo sobre a Comissão do Corretor
https://www.segs.com.br/seguros/228654-urgente-comissao-do-corretor-de-seguros-sera-bloqueada

Pesquisa dos Corretores sobre o Recadastramento
https://www.segs.com.br/seguros/228568-87-44-a-maioria-dos-corretores-de-seguro-aprovou-o-recadastramento-da-susep

Terminando o texto, imaginando o descaminhar estatístico, com o conhecimento real dos números dos corretores de seguros. E se o conjunto político brasileiro, em menos de 50 dias, e que acho muito possível de se tornar realidade, não conseguir tirar a Leoa Solange Vieira e o pessoal dela da cena da Agência Reguladora, e, realmente, poderemos ter uma das maiores decepções da história de nossa profissão com os números estatísticos, mas não da história da Susep. porque o que eles estão fazendo não é somente para tirar o chapéu, mas para mostrar que jamais houve uma administração tão comprometida com a mudança do comportamento da indústria do seguro e da nossa profissão. Quem ver, se ver, e se chegar lá, verá! Certamente a minha torcida é que o governo mantenha os gestores da Susep

Armando Luis Francisco
Jornalista e Corretor de Seguros


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

Mais Itens ::

NEWSLETTER SEGS