Brasil, 14 de Outubro de 2019

TOKIO MARINE SEGURADORA

Em poucos dias o Corretor de Seguros pode sofrer a maior derrota moral de sua história

Armando Luis Francisco Armando Luis Francisco

Em 2016, na matéria abaixo, escrevi sobre o mesmo assunto pelo qual conclamo os corretores de seguro a ganhar alguns minutinhos para defender sua própria corretora e família.

Na época o superintendente Dr. Roberto Westenberger.

E foi naquele momento que ele entendeu que estava sendo mal orientado e deu um basta nesta questão que tão mal fez soar a atitude inapropriada. Aliás, ele entendeu que os problemas de massificação não diziam respeito a comissão deste profissão liberal e nem ao livre mercado e a competição, mas ao mal conselho que estavam dando para ele.

Agora acontece de novo. E todos os superintendentes compreenderam a armadilha que significa isso. Na mentira que diz ser em prol do consumidor está a megera contribuição para acabar com o maior e melhor canal do seguro que existe. Por isso, não vamos descansar até fazer compreender que esta atitude, em si, é um erro.

Por isso, conclamo os colegas a ler a Consulta Pública e escrever para a Susep no link abaixo, manifestando a não admissível "Proposta de Destaque da Comissão na Apólice."

Lembre-se, o pai da sua família é você. Se não quer fazer pela profissão, faça pela sua corretora, família e funcionários; ou chore depois.

Lembre-se 2: Não é um alerta, mas é a verdadeira consequência sobre a proteção dos consumidores de seguros.

Leia também, a matéria que foi escrita naquela época, conforme abaixo...


O EMAIL DA SUSEP PARA ATÉ 13/09/2019 VOCÊ SE MANIFESTAR É:...


O EDITAL NA SUSEP ESTA AQUI


A CONSULTA PÚBLICA VALE ATÉ DIA 13/09 NO LINK: http://susep.gov.br/menu/atos-normativos/normas-em-consulta-publica

Fica o novo apelo!

Armando Luis Francisco
JORNALISTA

---------------------------------------------------------------------------------------------
Abaixo Matéria que foi escrita naquela época
Link da Matéria de 2016: https://www.segs.com.br/seguros/860
---------------------------------------------------------------------------------------------

O Corretor é Tratado Como Animal de Abatedouro: Destaque do Percentual de Comissão na Apólice

Autor: ARMANDO LUIS FRANCISCO

Não consigo entender o porquê da Susep querer trazer este vexame para nossa categoria. Talvez o dileto superintendente Roberto Westenberger desconheça que o tema foi debatido em todas as gestões anteriores e, principalmente, na que terminou no início de 2014.

No último Grupo de Trabalho da corretagem estávamos discutindo a modernização das normas dos corretores e sua eficácia. Participei, junto com representantes das seguradoras e corretores, da discussão sobre a necessidade de se colocar o ganho do corretor na apólice. A alegação era a transparência para o consumidor.

Após diversos encontros e sob a égide de uma defesa de valores personalíssimos, descobrimos que, ao contrário do que se imaginava, destacar a comissão do corretor na apólice era extremamente prejudicial, ou melhor: Apenas prejudicaria a relação deste intermediário com o seu cliente.

Inclusive, nem mesmo de preço, visto que a concorrência entre pares é o pilar de um mercado sadio e competitivo. E o corretor de seguros vive em um mercado extremamente competitivo, tornando o percentual de comissão cada dia mais reduzido. E a única finalidade seria justamente o que algumas congêneres desejam: A descaracterização do canal corretor, em prol de outros canais que menos favorecem o consumidor.

Numa época em que o Brasil passa por uma situação desmoralizadora, em meio à corrupção e desconfiança dos meios, métodos e ortodoxias dos órgãos públicos, ficamos boquiabertos com tamanha disparidade de julgamento das funções do intermediador. Até parece, desculpe-me por isso, que o corretor é quem prejudica a indústria do seguro. Semelha, inclusive, àquelas decisões governamentais do tipo: Extintor e Kit medicamento obrigatório nos veículos e depois à extinção da obrigação.

Hoje, particularmente, há uma análise sobre se os corretores de seguros são mais fiscalizados do que as seguradoras. Enquanto alguns corretores de seguros são punidos, e com certa razão, quase que imediatamente após o processo instaurado, por seus atos ou omissões, algumas seguradoras chegaram à míngua, a ponto de deixar consumidores na mão (Confiança seguros, etc). A liquidação Extra Judicial de algumas seguradoras foi alvo de morosidade e pegou de surpresa o mercado de seguros. Não entendemos até hoje o porquê de demorar-se de fevereiro a dezembro de 2014. Enquanto os corretores assumem total responsabilidade civil e criminal por seus atos, as seguradoras piratas proliferam sem qualquer tipo de norma ou estabelecimento de rotinas, e os segurados das seguradoras quebradas estão a ver navios. Enquanto os corretores de seguros estão entre os que menos sonegam impostos nesta nação de desprezados, incluindo-se, pelo que parece essa norma e essa Audiência Pública, os seguros piratas são vendidos nas esquinas dos bairros, nos jornais impressos, nas rádios, outdoors, bailes, bares, quiosques, quitandas, clubes, deste Brasil. Enquanto os corretores de seguros fazem o papel do segurado – protegendo-o - mesmo sem ser seu representante Legal, e desempenham papel social, a Susep parece querer executá-los de qualquer maneira na forca da maldita norma. Enquanto os corretores de seguro empregam de forma dinâmica e eficiente, com salários compatíveis, há uma distonia neste mercado que surpreende qualquer um. Os 50 anos de nossa profissão não podem ser comemorados com tantos episódios de desprestígio, como invocados por esta Audiência Pública. Meio século de vida exige um pouco de respeito.

Ainda mais, enquanto os sonegadores enviaram bilhões pra fora sem um imposto cobrado, a decisão de trazer a dinheirama toda e cobrar um imposto sobre a bolada, como exemplo, lavando oficialmente na Lavanderia Brasil é um exemplo sujo de legislação que dá vergonha a qualquer brasileiro, nós só queremos trabalhar em paz, praticando a comercialização de seguros com o ganho de nossas comissões.

Por isso, Dr Roberto Westenberger, não aceite conduzir uma Norma que demonstre ser o corretor indigno de seus ganhos. Isto é vexatório para o profissional que atende o consumidor de seguros. O Brasil precisa de mais e melhor, e somos nós. O corretor não é o culpado pelo que está acontecendo neste País. E há assuntos muito mais urgentes e importantes pra Susep tratar. Uma sugestão é o SEGURO PIRATA!

Sinceramente, como brasileiro e corretor de seguros, estou envergonhado de que uma proposta destas tenha respaldo da Susep. Afinal, somos nós ladrões para sermos tratados a ferro e fogo? A maioria dos corretores de seguros são pequenos empresários que respiram um pouco com a inclusão no SUPERSIMPLES. Geralmente, com apenas um funcionário. Na maioria das vezes são empresas familiares. No final, são trabalhadores que enriquecem o Brasil.

Talvez o senhor não conheça a vida dos corretores de seguros, e não porque os desmerece, mas por viver um ciclo de vida que não lhe permitiu, mas convido-o a conhecer a nossa profissão e entender que é digna demais.

O EMAIL ATUAL(até 13/09/2019) DA SUSEP PARA VOCÊ SE MANIFESTAR É:

Fica o apelo!

Armando Luis Francisco
JORNALISTA


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: Comentários com Link são bloqueados automaticamente (Comments with Links are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

NEWSLETTER SEGS