Brasil,

Boa notícia: vinhos da Attilio & Mochi chegam ao Brasil

Vinícola Attilio & Mochi - Divulgação Vinícola Attilio & Mochi - Divulgação

Eles são produzidos por um casal de brasileiros que foi empreender no Chile, receberam altas pontuações de profissionais especializados e começam a ser vendidos aqui através da Edega, a loja virtual da PNR Group.

Parece até enredo de filme com final feliz: casal se conhece na faculdade, se estabelece profissionalmente, mas larga tudo para viver um grande sonho. Esta é a história dos brasileiros Marcos Attilio e Angela Mochi, que se conheceram há mais de 20 anos na Unicamp, onde ambos fizeram o curso de Engenharia de Alimentos. Angela trabalhou na P&G, Marcos se especializou em fermentação, depois tiveram uma loja, um restaurante, uma importadora de vinhos, fundaram a ABS-Campinas. Mas chegou o ano de 2011 e eles largaram tudo para realizar um grande sonho: produzir vinhos.

E a empreitada deu super certo: foram para o Chile, começaram comprando uvas de produtores locais para fazer seus primeiros rótulos, mas hoje já têm um pequeno vinhedo no Valle de Casablanca, produzindo 8 variedades de uva, inclusive a primeira Grenache do Valle. A junção do sobrenome dos dois é que dá nome à vinícola, Attilio & Mochi, e faz jus ao processo de produção, pois são eles próprios que colocam a “mão na massa”, desde o cultivo da videira até o engarrafamento. É bastante comum, a quem visita o local, encontrar o Marcos em cima do trator fazendo a poda da grama ao redor do vinhedo.

“Produzimos vinhos de alta qualidade, de clima fresco, em escala humana e que falem do nosso terroir”, sintetiza Angela. Os produtores se desafiam constantemente a mostrar aspectos do mosaico do vinho chileno e a substituir a ênfase na “qualidade por preço” por “qualidade real”. Esse é, inclusive, um dos motivos por terem ingressado no MOVI, o movimento dos vinhateiros independentes do Chile.

A qualidade dos vinhos é a principal preocupação do casal, tanto que preferem produzir pequenas quantidades, investir em maquinários e novas tecnologias do que ter uma vinícola requintada, bonita e estilosa. A adega deles fica no meio do vinhedo e é em containers, o que acaba dando um charme todo especial na linha do “menos é mais”.

A Attilio & Mochi fica na sub-região de Orrego, no Valle de Casablanca, a 75 km de Santiago, no meio da Cordilheira, com solos originados da rocha granítica. As primeiras videiras foram plantadas na década de 1980 e rapidamente se tornaram conhecidas por seus vinhos de clima frio. O vale tem uma média de 33 graus e a brisa refrescante do Pacífico é fundamental para as características dos vinhos. Esta sub-região tem algumas peculiaridades interessantes, como ser mais solar que o resto do vale e apresentar temperaturas mais baixas durante as noites e manhãs. O aumento da ventilação favorece na prevenção de doenças fúngicas, como a botrytis, mas por outro lado, tem mais geada. Para controlar os estragos que a geada pode fazer, o casal lança mão da poda tardia, que adia o desenvolvimento vegetativo das plantas.

A plantação está em treliça de alta densidade, com 1,5 m entre as linhas e 1,0 m entre plantas, e na orientação NO-SE, otimizando o sol e a ventilação entre elas. O vinhedo é ecologicamente correto. Não há herbicidas ou pesticidas sintéticos. A nutrição é baseada no uso de adubo, formado a partir do desperdício da vinícola (pauzinhos, peles, sementes) e por esterco de vaca e cavalo. Em um vale onde a água é escassa (as médias dos últimos anos são de cerca de 300 mm por ano), eles fazem a irrigação por gotejamento, o que reduz o consumo. Além disso, o sistema de irrigação é suportado pela energia solar, captada por painéis que estão acima do porão.

Os vinhos da Attilio & Mochi estão se saindo muito bem nas provas a que estão sendo submetidos e na avaliação de especialistas. Eles chegam pela primeira vez ao Brasil através da PNR Group, a importadora do empresário Philippe de Nicolay Rothschild, e será comercializado através do Edega (www.edega.com.br), a loja virtual do grupo que atende o consumidor final. “Eu sempre favoreço a elegância à força num vinho, a fineza e a estrutura à acidez e ao álcool. Os vinhos de Attilio & Mochi mostraram esse perfil exato que eu buscava há muito tempo no Chile. Eu tive a impressão de provar um Sauvignon Blanc do Vale do Loire, um Pinot Noir da Côte de Beaune e um Cabernet Franc de Saumur, no Loire” comenta o francês Cedric Grelin, Sommelier e Diretor de Produtos da PNR Group.

Os rótulos que acabam de chegar no país são:

- Attilio & Mochi Tunquen Sauvignon Blanc 2017 (R$ 190,00) (92 ptos/descorchados)

- Attilio & Mochi Amber 2018 (R$ 255,00) (94 ptos/ descorchados, La Cav e vinau)

- Attilio & Mochi Pinot Noir 2015 (R$ 285,00)

- Attilio & Mochi Cabernet Franc 2018 (R$ 285,00) (93 ptos/ descorchados, James Sukling)

Attilio & Mochi Grenache The First 2018 (R$ 375,00) (94 ptos/ La Cav)


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

Mais Itens ::

NEWSLETTER SEGS