Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Como será a retomada para as PMEs após segunda onda da Covid-19

pixabay pixabay

Francisco Ferreira, CEO e cofundador da BizCapital, acredita que recuperação deve vir com a aceleração da vacinação

2020 foi um ano de muitos desafios para a economia brasileira devido à pandemia, principalmente para as pequenas e médias empresas. A chegada da vacina no país trouxe grandes expectativas de melhora do setor, que apostava suas fichas na recuperação do negócio já para o primeiro semestre deste ano. Contudo, a nova onda da Covid-19 interrompeu, mais uma vez, a retomada das PMEs.

Uma pesquisa do Sebrae, em parceria com a FGV, mostrou que o crescimento do faturamento para as PMEs vinha se mantendo desde abril de 2020, o mês mais crítico da crise até então - quando a queda das receitas chegou a 70%. Mas, o número voltou a cair novamente em 2021, no mesmo momento da segunda onda de contágio do coronavírus. Em fevereiro deste ano, a queda média das PMEs brasileiras foi de 40% em relação à pré-pandemia, retrocedendo ao mesmo patamar de agosto do ano passado.

Efeito sanfona preocupa

Para Francisco Ferreira, CEO e cofundador da BizCapital, fintech de soluções financeiras para micro e pequenas empresas, o efeito sanfona é preocupante para os pequenos negócios e a retomada do setor deve vir, de fato, com a aceleração da vacinação no país, provavelmente no segundo semestre de 2021. "Sem dúvidas, a maior parte das pequenas e médias empresas foi afetada, direta ou indiretamente, durante a crise. E o reflexo disso atinge não só o empresário, mas também seus funcionários, familiares e o mercado de uma forma geral", comenta Ferreira.

Como lidar com a nova onda de Covid-19

Não existe uma fórmula pronta para a recuperação e sucesso das empresas. Ferreira afirma que o mais importante é que o empreendedor faça um bom planejamento baseado nas particularidades do negócio, repense seu modelo de vendas e pesquise as possibilidades de negociar prazos, taxas de juros com fornecedores, e dívidas ativas neste momento de crise.

O setor têxtil, por exemplo, sofreu grande impacto na pandemia, mas Gilza Morett, costureira e empreendedora há mais de vinte anos, conseguiu buscar alternativas para lidar com as dificuldades ocasionadas pela crise do coronavírus. "Só fica parado quem não procura alternativas. Organizamos nosso negócio para adequá-lo às novas necessidades e demandas de mercado. Fabricamos máscaras, mudei o nosso estilo para roupas confortáveis, e ainda aproveitei para fazer panquecas por delivery", comenta Morett.

De acordo com Ferreira, diante desse cenário, as PMEs devem carregar os aprendizados que exercitaram na marra para se manterem de pé nesse início de 2021. "Quem precisa se reinventar, deve começar já a correr atrás do prejuízo e reestruturar seu planejamento financeiro. Aposte na retomada e participe ativamente dessa recuperação. Ainda há tempo para se reerguer e crescer", finaliza o CEO.

Sobre a BizCapital

Fundada em 2016, a fintech se destaca por oferecer soluções financeiras para pequenas e médias empresas. A ideia da empresa surgiu para atender os empreendedores de diversos segmentos que precisavam de empréstimos para capital de giro, compra de estoques ou equipamentos. A velocidade na entrega do dinheiro é o grande diferencial da startup carioca, que realiza o depósito na conta em até um dia e sem burocracias.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo