Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Pix reduzirá custos e atrairá mais clientes para o mercado de seguros

pixabay pixabay

A edição desta quinta-feira (29) do “Cqcs Inovação” discutiu os possíveis impactos do Pix no mercado de seguros, um tema tão recente que ainda gera muito mais dúvidas que certezas, mas, ainda assim, traz uma expectativa positiva. Tanto que, mesmo diante da complexidade do assunto, houve consenso em alguns pontos: o novo sistema de pagamento vai favorecer o mercado, reduzindo custos administrativos e ajudando a incrementar as vendas de seguros de ticket mais barato, especialmente para a parcela da população que ainda não está bancarizada. “O Pix vai agilizar o pagamento de sinistros. A partir do momento em que a seguradora decidir o valor e validade do pagamento da indenização, o prazo pode ser potencialmente encurtado em 24 ou até 48 horas em relação ao procedimento atual”, prevê o diretor-Geral da Bradesco Auto/RE, Ney Dias.

Na visão dele, esse será o meio de cobrança mais barato para a seguradora, que poderá repassar esse benefício para o cliente. Além disso, por ser mais ágil, também será útil no parcelamento dos prêmios, em um segundo momento, já em 2021, talvez até possibilitando que os atuais modelos de cobrança, seja por boleto, débito em conta ou cartão de crédito também possam ser feitos neste formato, dependendo da preferência do cliente

A outra vantagem apontada por Dias é a inclusão de não bancarizados no mercado de seguros. “Mais ou menos 30 milhões de pessoas, que estão fora do mercado, poderão passar a contratar um seguro e pagar através dessa ferramenta”, enfatizou.

Por sua vez, o CEO da HDI Seguros, Murilo Riedel, frisou que o Pix não vai colocar o cliente na frente do corretor, mas deve ajudá-lo bastante a fazer “vendas descomplicadas”. Na avaliação dele, o desafio do corretor continua o mesmo: “é preciso trazer o cliente para uma situação de compra, que é um desafio mais complicado”, acentuou.

Ele ressalvou que ainda há muitas dúvidas sobre a nova ferramenta de pagamento, não sendo possível enxergar claramente as vantagens efetivas para o mercado de seguros. “Temos um mundo novo para explorar. O Pix traz para os consumidores um aumento de concorrência bancária. O Brasil tem mercado bancarizado com nível de concentração atípico. A nova ferramenta vai democratizar a cobrança, que dependia de grandes instituições financeiras. Agora, as instituições menores poderão democratizar isso”, projetou.

Já o vice-presidente de Serviços Financeiros e Seguros da SAP, Nestor Caratti, listou quatro prováveis impactos do Pix no mercado de seguros. Segundo ele, os dois primeiros deverão ser a maior flexibilidade para os pagamentos e a redução das despesas administrativas das seguradoras, “abrindo novas possibilidades”.

Além disso, ele citou a maior oferta de produtos diferenciados e a inserção de novos participantes no mercado. “O custo muito barato pode viabilizar o microsseguro e facilitar o acesso de mais pessoas”, observou.

O quarto provável impacto é o aumento da “lealdade” dos corretores e prestadores de serviços, diante da simplificação e maior agilidade para os pagamentos, incluindo de sinistros, das operações e da redução de custos.

Caratti alertou, porém, que será preciso ter cuidado para o mercado não “burocratizar o processo de aceitação do risco”.

O programa, que estreou novo formato nesta edição, teve a mediação de Gustavo Doria Filho, fundador do Cqcs, que também demonstrou uma visão positiva sobre os possíveis impactos do Pìx no mercado. “Sem dúvida, o seguro de ticket baixo ganha com isso. Há alguns anos, ouvi em um evento, na Bradesco, que o mercado estava pronto para fazer a emissão de apólice na maquininha de cartão de crédito. Contudo, faltava o consumidor estar bancarizado. Esse obstáculo deixa de existir com o Pix”, acentuou.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo