Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Cinco histórias de terror de PMEs

pixabay pixabay

Halloween está chegando e a Oracle traz cinco histórias de "terror" para uma PME. Você pode usar a tecnologia para superar as piores cenas assustadoras

As PMEs representam 99,5% do mundo corporativo na América Latina e contribuem com 76,5% dos empregos na região (dados OCDE, 2020). Por isso, contribuir para seu fortalecimento, crescimento e estabilidade é fundamental para o bem-estar econômico dos países e sua competitividade. Com a chegada da Quarta Revolução Industrial, torna-se ainda mais importante motivar a adoção de tecnologia e a transição para esse novo modelo da economia.

Apesar das circunstâncias atuais terem acelerado muitos desses processos, essas organizações ainda temem mergulhar no mundo digital. "Muitas empresas não sabem por onde começar. Para superar esses temores, existem especialistas em transformação digital e adoção de tecnologia que orientam um bom processo de acordo com as necessidades, negócios e capacidades de cada PME. Entendemos os diferentes cenários de terror desses negócios e queremos ser seus aliados estratégicos para que possam criar infinitas possibilidades. ", afirma Leandro Vieira, diretor sênior de Pequenas e Médias Empresas, Oracle do Brasil.

Fazendo uma corelação com o Halloween, gostaria de apresentar cinco histórias de "terror" para as PMEs que a tecnologia pode evitar cenas mais assustadoras.

Pesadelo 1. "Faça o que fizer, não adormeça" - Freddy Krueger, A Hora do Pesadelo

Assim como na história de terror de Freddy Krueger, onde os piores pesadelos se tornam realidade, algo semelhante acontece fora do cinema: nos negócios. Há uma percepção de que alta tecnologia não é para pequenas ou médias empresas, principalmente por ser cara. Acredita-se que é um gasto desnecessário e, até mesmo, algumas PMEs parecem ter "medo, muito medo", considerando-o complicado e reduzindo suas operações a aplicativos de mensagens. 'Adormecer' com a modernidade pode se tornar uma verdadeira dor de cabeça.

Atualmente, existem soluções de acesso gratuito que funcionam em infraestruturas de nuvem sob o modelo "pague apenas pelo que consumir", e até plataformas gratuitas.

Faça o que fizer, não adormeça ...

Pesadelo 2. "Sabe, é Halloween ... todo mundo tem direito a um bom susto, hein?" - Dia das Bruxas

O filme de Halloween em que Michael Myers espreita suas vítimas com armas letais ensina uma grande lição: ninguém está seguro. Na vida real, os hackers vão ao ciberespaço para caçar suas vítimas e as PMEs são presas fáceis. Isso vai além de um "bom susto", porque eles geralmente não têm medidas de segurança robustas, senhas fortes, antivírus e processos internos rigorosos.

A Kaspersky estima que 6 em cada 10 PMEs vítimas de um ataque cibernético não o superam e acabam fechando o negócio meses depois, pagando até grandes somas de dinheiro pelo resgate de dados e perdendo sua reputação com seus clientes. Da mesma forma, segundo dados do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o cibercrime custará às empresas US ﹩ 6 bilhões neste ano.

A segurança dos sistemas é a única forma de garantir o sucesso nos negócios atuais, pois os clientes não estão interessados ​​em empresas que não tenham medidas de proteção.

De acordo com as previsões da Oracle, até 2025, os ataques à segurança cibernética se tornarão cada vez mais sofisticados com a incorporação da Internet das Coisas e da Inteligência Artificial. Isso também se aplica às PMEs, já que elas também são consideradas importantes o suficiente ou tenham dados relevantes para serem atacados por cibercriminosos.

Contra isso, existem soluções e ferramentas projetadas especificamente para apoiar e proteger os negócios, cuidando dos dados de acordo com os mais altos padrões de segurança e compliance do setor.

Que este Halloween não te deixe um bom susto ...

Pesadelo 3. "Nunca diga 'Eu já volto', porque você não vai voltar" - Grite

No thriller Pânico, um dos protagonistas zomba de seus amigos da série de terror ao dizer que nos roteiros sempre há a frase "Volto já": essa expressão típica marca então a fatalidade do personagem.

Qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência. Um dos medos mais comuns nas PMEs é o relacionamento com os clientes e não conseguir retê-los. Talvez uma das frases mais assustadoras para uma empresa seja ouvir de seu cliente: "Já volto".

Na ausência de ferramentas e soluções, muitas PMEs sentem-se à deriva face a conhecer os gostos dos seus clientes, como os encontrar ou como tratar os processos de pedidos, reclamações e reclamações. De acordo com uma pesquisa da Zendesk com 104 países, 7 em cada 10 consumidores dizem que são mais duros com pequenas e médias empresas.

Outro estudo estima que 73% dos consumidores esperam um nível de personalização em todas as formas de interação. Por isso, conhecer o usuário é o que pode fazer a diferença para uma empresa, principalmente quando se trata de compras online.

Os clientes raramente fazem compras de uma só vez e a maioria verifica seus telefones mais de 150 vezes por dia. Essas sessões são micromomentos ou pequenos pontos críticos na jornada do consumidor, onde uma empresa pode ganhar ou perder.

À medida que os consumidores criam uma miríade de combinações e trajetórias em suas compras, as organizações devem considerar a fusão de suas plataformas e estratégias de comércio e serviço para oferecer uma experiência de consumidor livre de traumas e livremente definida. É por isso que a Zendesk concorda que essas empresas devem adotar estratégias omnicanal (em vez de multicanal) e responder satisfatoriamente às demandas do usuário, independentemente do canal de comunicação.

O contato e acompanhamento do cliente podem ser o produto de um relacionamento baseado nas informações e dados que os aplicativos e plataformas de Experiência do Cliente podem reunir para tornar cada experiência mais personalizada.

A confiança é um dos pilares em que assenta a relação entre empresa e cliente. Perdê-lo não é apenas um dos piores pesadelos, mas um dos erros mais graves que as PME cometem. Não deixe isso acontecer com seus clientes, um "já volto" é sinônimo de nunca mais.

Pesadelo 4. "Hoje é um bom dia para um exorcismo" - O Exorcista

Na América Latina, as PMEs contribuem para a geração de 67% dos empregos da região. Segundo o SEBRAE, os pequenos negócios respondem por mais de um quarto do PIB do país, sendo aproximadamente 27% com mais de 9 milhões de micro e pequenas empresas. Nesse sentido, a gestão adequada do capital humano torna-se um desafio.

Um de seus piores pesadelos é ter problemas com seus colaboradores, seja por não ter o quadro adequado, contratação de pessoas que não se enquadram no cargo, não ter controle sobre o desempenho dos colaboradores ou rotações constantes, não treinar adequadamente os pessoas, seja claro sobre as avaliações de desempenho e tópicos como folha de pagamento e férias, ou enfrente uma ação legal.

Qualquer um desses episódios da vida real pode se assemelhar a uma cena do filme O Exorcista em que o empregador deve ir a extremos para oferecer bem-estar a seus empregados.

Não é aconselhável habituar-se ao fato de que todo dia é "um bom dia para um exorcismo" tanto para os funcionários quanto para quem cuida da folha de pagamento, nem para o ambiente de trabalho, nem para a produtividade empresarial.

Para deixar para trás essas práticas semelhantes às de um exorcismo, existem soluções tecnológicas de gestão de Recursos Humanos que trazem uma experiência fluida, especialmente, em tempos como o atual, em que a pandemia modificou os hábitos de trabalho.

De acordo com um estudo realizado pela Oracle and Workplace com mais de 12.000 funcionários, gerentes, líderes de RH e executivos de nível C em 11 países, a pandemia COVID-19 aumentou o estresse, ansiedade e esgotamento em pessoas de todo o mundo. É por isso que 75% afirmam que a Inteligência Artificial tem ajudado na saúde mental no trabalho.

Os principais benefícios percebidos foram fornecer as informações necessárias para fazer seus trabalhos de forma mais eficaz (31%), automatizar tarefas e diminuir a carga de trabalho para evitar o esgotamento (27%) e reduzir o estresse, ajudando a priorizar tarefas (27 %).

Pesadelo 5. "A dor não vai embora. Nós apenas abrimos espaço para ele "- The Walking Dead

Se há algo que vive com terror em uma organização, é o fechamento financeiro. Todo final de exercício é um momento de estresse, de angústia para cumprir os prazos legais e de extenuantes horas investidas na avaliação de cada número. Aqueles que têm a responsabilidade de realizar esta tarefa sabem que provavelmente entrarão em uma dimensão desconhecida: a do apocalipse zumbi.

À medida que esse momento se aproxima, a maioria aceita com resignação a expressão da série The Walking Dead "a dor não vai embora. Nós apenas abrimos espaço para ele "e ele se limita a sobreviver àquelas horas que muitas vezes parecem uma eternidade. Isso porque a verdade é que as PMEs elaboram seus relatórios contábeis a partir de planilhas que alimentam manualmente, com processos muito longos e com alta probabilidade de gerar erros em toda a cadeia.

Isso ajuda as equipes financeiras a melhorar a tomada de decisões com informações em tempo real, simplificar os processos de negócios e impulsionar as eficiências necessárias para o crescimento. Melhore também a tomada de decisões com planejamento preditivo, produtividade do usuário e colaboração com assistentes digitais.

Todas essas soluções permitirão que as PMEs deixem a dimensão zumbi para o mundo inteligente e, como diriam na série "não vamos enfraquecer. Não somos mais assim. Vamos fazer funcionar. "

*Leandro Vieira, diretor sênior de Pequenas e Médias Empresas, Oracle do Brasil


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo