Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Quais são os efeitos da pandemia na mobilidade urbana?

Quais são os efeitos da pandemia na mobilidade urbana?

*por Luis Saicali

A pandemia de covid-19 gerou uma nova forma de viver e enxergar a realidade, trazendo novas percepções, reflexões e corroborando para uma nova maneira de pensar e agir em sociedade. Isso já está refletindo no mundo pós-pandemia, no chamado "novo normal" - a retomada gradual das atividades com restrições, sejam por necessidade ou medo de contágio, enquanto não há uma vacina. De acordo com uma pesquisa da Cabify com usuários de aplicativos de mobilidade em 11 países**, 53% deles se sentem afetados por terem que mudar seus hábitos e 8 entre 10 passageiros sentiram pela falta de liberdade.

Uma das coisas que mais preocupam as pessoas, principalmente nos grandes centros urbanos, é o transporte público, quando 38% deles evitam utilizá-lo por medo de contágio. A mesma pesquisa aponta que 76% dos passageiros pretendem reduzir ou não utilizar ônibus, trens e metrôs, enquanto 38% disse que aumentará o uso do carro particular. Na prática, isso quer dizer que os meios de transportes devem sofrer a maior alteração dos últimos anos, com medidas mais rigorosas e exigindo das empresas um maior cuidado com a proteção e, talvez, por isso, 53% dos passageiros pretendem aumentar o uso dos aplicativos de mobilidade urbana por acreditarem em uma maior segurança.

Nesta nova realidade, a única constância é a incerteza sobre o futuro e o desejo pelo retorno à liberdade marcado por uma certa ansiedade. Os governos e prefeituras vem realizando trabalhos para aumentar as frotas e evitar os horários de picos, mas é perceptível que em uma grande cidade como São Paulo, por exemplo, o distanciamento social será uma meta difícil. Para lidar com uma população amedrontada (39%), consciente (57%) e de condescendentes (13%), será preciso muito mais. O fornecimento de álcool em gel, máscaras e películas de isolamento para motoristas de aplicativo, faz com os meios de transportes pensem em novas formas de atuação, beneficiando não somente as pessoas que se utilizam dele, mas a sociedade como um todo.

Projetos vêm sendo desenvolvidos, novos produtos e serviços oferecidos de forma digital que trazem novos vínculos de relacionamento entre empresas, colaboradores e clientes. Além da pesquisa de mercado, é preciso fazer a reflexão desse cenário pós-pandêmico, na qual no "novo normal" talvez não seja necessário ir ao escritório todos os dias; pensando racionalmente, temos milhares de pessoas indo aos mesmos destinos diariamente. Logo, as empresas precisam pensar que muito mais do que oferecer preço e serviço, elas estarão ainda mais entrelaçadas com seus clientes em saúde, segurança e integridade física.

*Luis Saicali é country manager da Cabify no Brasil desde janeiro de 2020. Na empresa há mais de 3 anos, o executivo já liderou as diretorias de Growth e Operações da empresa, sendo responsável por projetos estratégicos da companhia, além de atingir breakeven enquanto ocupava a posição. Saicali é formado em Administração de Empresas pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) e concluiu pós graduado em Gestão Estratégica pelo IBMEC. No começo de sua jornada na Cabify, Luis foi responsável pelo lançamento de operações como Rio de Janeiro e Curitiba, assim como estruturação do time nacional de Operações.

**Países que a Cabify tem operação: Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Espanha, México, Panamá, Peru, Uruguai e República Dominicana

Sobre a Cabify

A Cabify, empresa signatária do Pacto Global da ONU, conecta usuários e empresas por meio de soluções de transporte que melhor atendam as necessidades da população. Seu principal objetivo é transformar as cidades em um melhor lugar para viver. Para isso, procura descongestionar as ruas ao oferecer, por meio da tecnologia, alternativas de mobilidade seguras e de qualidade. Em 2019, a Cabify integrou sua equipe de liderança com a da Easy, duas empresas da holding Maxi Mobility, além de incluir a categoria "Taxi" em sua plataforma. Este movimento estratégico faz parte dos planos da Cabify para criar um modelo de mobilidade como serviço (MaaS) líder na América Latina e Europa, capaz de oferecer mais serviços a seus motoristas parceiros e taxistas, assim como mais opções de transporte para seus passageiros. Fundada em 2011, em Madri (Espanha), a Cabify expandiu para a América Latina depois de poucos meses do início da operação. A empresa está presente atualmente na Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Espanha, México, Panamá, Peru, Uruguai e República Dominicana, com atuação adequada para atender as necessidades de cada uma das mais de 130 cidades em que opera. Com uma equipe predominantemente latina, a Cabify se destaca no setor por apostar em profissionais locais, gerando empregos de alto valor em uma indústria que está sendo transformada pela tecnologia e pela inovação. A Cabify mantém como compromisso ser uma companhia com ações dedicadas à responsabilidade social e alinhada com Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, definidos em pela ONU, sendo a primeira MaaS na América Latina a compensar 100% das emissões de CO2 geradas em sua operação.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

Mais Itens ::

NEWSLETTER SEGS