Brasil,

Com expertise e equipe dedicada, Asia Shipping pretende fechar 2021 com 30% de crescimento na exportação FCL

Companhia está entre os 10 primeiros players no ranking Datamar, com um aumento de aproximadamente 25% na exportação marítima em relação ao mesmo período do ano anterior

A Asia Shipping, multinacional brasileira para agenciamento de cargas aéreas, marítimas e rodoviárias, é um dos destaques do Ranking Datamar, que contempla o período de janeiro a abril deste ano. A companhia figura entre os 10 maiores players do mercado, muitos deles multinacionais, e obteve um crescimento de aproximadamente 25% na exportação de contêineres Full Container Load (FCL), ou seja, um contêiner cheio com cargas de somente um exportador.

Na exportação FLC, a Asia Shipping possui uma equipe de aproximadamente 40 pessoas totalmente dedicas a este produto. Com toda a expertise e experiência que a empresa possui neste processo, de 2019 para 2020, a organização cresceu 130% a mais que o mercado. "Com a reestruturação de alguns processos no departamento e com toda a expertise que nossa companhia tem nesse negócio, conseguimos aumentar nossa participação na exportação de contêineres cheios. Somente no primeiro trimestre de 2021, crescemos cerca de 15%, em relação ao ano de 2020, um ano difícil devido a pandemia", comenta Filipe Pacheco, head de Exportação da Asia Shipping.

A multinacional movimentou em 2020 cerca de 33 mil TEUs (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés), fruto de seu relacionamento com mais de 460 clientes fixos e outros atemporais. Entre as cargas mais movimentadas na exportação estão os produtos florestais, alumínio, plástico, papel e químico. Neste primeiro trimestre, a Asia Shipping transportou também cerâmicas, pedras, peças de automóveis, algodão, café, milho e até insumos para ração animal, como farinha de peixes, ossos, sangue e penas.

LCL se destaca na Exportação para Equador e China

Além do Full Container Load (FCL), modalidade no qual um contêiner é estufado somente com cargas de um exportador, a Asia Shipping também trabalha com o Less Container Load (LCL), no qual vários exportadores podem dividir um contêiner. Atualmente, o serviço está disponível para três rotas: Hong Kong (China), Chile e Equador, como o principal destino.

Somente no serviço de exportação LCL a multinacional cresceu com cerca de 31% nesse segundo trimestre, com 70% de clientes regulares. "Com o atendimento porta a porta, atendemos pequenas, médias e grandes empresas sem a intervenção de terceiros nas rotas da America do Sul. O trecho é atendido 100% pela Asia Shipping", afirma Gisella Sousa, gerente de Produto LCL.

Entre os clientes LCL, a organização possui diversas multinacionais que se destacam com o transporte peças automotivas, produtos têxteis, linha branca, dentre outros. O principal diferencial da Asia Shipping no transporte LCL é o fato de ser um agenciador de carga. "Como atuamos em todos os modais, conseguimos fazer o processo completo para o cliente, da retirada da carga em sua planta até a entrega na planta do importador, garantindo a qualidade de ponta a ponta", comenta Gisella.

Sobre a Asia Shipping

Criada em Santos em 1996, a Asia Shipping é uma multinacional brasileira que atua na gestão de processos logísticos de mercadorias tanto na importação quanto na exportação, utilizando diversos modais como aéreo, marítimo e rodoviário. Além disso, a companhia também é especializada em Inteligência Fiscal e Tributária, Desembaraço Aduaneiro, Seguros de cargas e Inspeções.

Em 2021, a Asia Shipping comemora 25 anos de existência como maior integradora logística da América Latina e a única da região presente no Ranking dos 50 maiores agentes de carga do mundo. Também foi certificada pelo Great Place to Work como uma das "Melhores Empresas para se Trabalhar" no Brasil. A companhia está em 11 países, com 39 escritórios no mundo - 10 no Brasil - e mais de 1.000 colaboradores. A empresa aderiu ao Programa Brasileiro de Operador Econômico Autorizado, o OEA, e ao Pacto Global da ONU.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo