Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

4 perguntas e respostas sobre Utility Tokens

Advogada explica em detalhes como o Utility Tokens se enquadra no aspecto tributário

Os criptoativos seguem em ritmo acelerado ao redor do mundo, a adoção desses ativos virtuais, seja para fins de investimento, instrumento de transferência de valores ou acesso a serviços, possui a ideia de substituir o dinheiro físico para bens de trocas ou serviços.

Dentro do amplo rol de instrumentos caracterizados como criptoativos – criptomoedas, tokens, stablecoins, protocolos de consenso, plataformas de blockchain, entre outros –, existem os Utility Tokens, ou tokens de utilidade, que foram criados para cumprir propósitos específicos dentro de uma plataforma. É uma classe de tokens que tem como finalidade primária viabilizar ao seu detentor acesso a determinada plataforma, rede, projeto ou serviço.

Além de serem benefícios em formato digital, geralmente emitidos em quantidade pré-determinada e armazenados em blockchain pública, os tokens podem servir como meio de troca (permuta) para a aquisição de produtos e serviços. Todo pagamento realizado por meio diverso de dinheiro, e que inclui também a utilização de bens, caracteriza-se como permuta, conforme dispõem os artigos 104, III, 315, 318, 481 e 533 do Código Civil, e, sendo a transação considerada alienação para fins contábeis e tributários.

Para esclarecer as dúvidas sobre os tokens de utilidade, a advogada Viviane Torres, do escritório Torres & Torres Sociedade de Advogados,, especializada em Direito Empresarial e Tributário, responde algumas perguntas em relação ao aspecto tributário:

1- Os Utility Tokens podem viabilizar acesso às determinadas plataformas de qual maneira?

Pode acontecer na forma de moeda de jogos, "combustível" para aplicativos descentralizados, cupons de pré-venda, benefícios para colaboradores, ingressos, programas de fidelidade e, inclusive, prêmios.

2- Sob o aspecto tributário, existe tributação quando o token de utilidade é transferido ao adquirente do token para a finalidade de acesso a um produto ou serviço?

Essa etapa não configura transação de caráter especulativo, e por esse motivo não há que se falar em tributação. O token cumpre exatamente a função para o qual foi projetado.

Exemplo: Uma empresa adquire um pacote de serviços, com quantia determinada de tokens, cada qual custando R$1,00, e o transfere a um colaborador, a título de premiação.

3- Mas e se esse mesmo token for negociado no mercado pelo valor de R$ 1,50? Ou, ainda, o colaborador que recebeu o token o tenha utilizado para consumo ou para troca por moeda fiduciária?

Nestes casos, há a figura clara de fato gerador. E o colaborador, por haver recebido o token a custo zero, teria então o ônus de tributá-lo integralmente, ou seja, considerar a plena valorização do ativo no momento da transação – sem, contudo, perder de vista os limites de isenção.

4- Quando o realizador da operação passa a ter a obrigação de apurar os ganhos de capital para fins de recolhimento do IR?

Quando o token de utilidade é realizado, ou seja, utilizado para fins de troca por produtos ou serviços, ou, ainda, convertido por dinheiro.

Sobre Viviane Torres

Viviane Torres, Advogada na Torres & Torres Sociedade de Advogados, especializada em Direito Empresarial e Tributário com a colaboração da Ana Paula Rabello, Contadora e autora do blog Declarando Bitcoin. Autora do livro ‘Como declarar bitcoin e outros criptoativos no Imposto de Renda’.

Viviane Torres. Advogada na Torres & Torres Sociedade de Advogados, especializada em Direito Empresarial e Tributário


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo