Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

08 de março: Com a falta de oportunidades para ascensão no mercado de trabalho formal, mulheres negras se destacam no empreendedorismo

Liliane Rocha_CEO E Fundadora da Gestão Kairós - Mario Duarte Liliane Rocha_CEO E Fundadora da Gestão Kairós - Mario Duarte

No Dia Internacional da Mulher, que é celebrado em todo o mundo como forma de ressaltar as conquistas e lutas das mulheres em busca de igualdade de gênero, é necessário refletir principalmente sobre a mulher negra e os desafios que ela enfrenta, seja para ser reconhecida no mercado de trabalho ou até por sua subsistência como empreendedora.

O relatório do Sebrae sobre empreendedorismo negro de 2019 aponta que, no Brasil, 9,6 milhões de mulheres estão à frente de um negócio, sendo que as mulheres negras representam metade desse número, ou seja, cerca de 4,7 milhões são mulheres negras.

A sub-representação da mulher negra no mercado de trabalho certamente tem impulsionado esses números nos últimos anos, o que pode ser comprovado no estudo do Ethos, “Perfil Social, Racial e de Gênero das 500 maiores empresas do Brasil e suas Ações Afirmativas”. Na perspectiva de raça, o estudo mostra que mulheres negras são ainda mais excluídas nas empresas, principalmente nos cargos executivos e da alta liderança, sendo apenas 1,6% da gerência e 0,4% do quadro executivo. Entre os 548 executivos analisados para a conclusão do estudo, apenas duas mulheres negras faziam parte do grupo.

Reconhecidamente, as dificuldades para as profissionais negras vêm desde a graduação, já que elas enfrentam diversos obstáculos que vão desde o ingresso na faculdade, passando pelas dificuldades em manter os estudos e até concluir um curso superior, seja por dificuldades financeiras ou pela falta de tempo para conciliar o emprego com os estudos. Ainda segundo o Sebrae, quando falamos de empreendedorismo feminino negro, em média, as mulheres negras empreendedoras têm 1,7 ano a menos de escolaridade que as mulheres brancas.

E as desigualdades não param por aí. Os negócios conduzidos pelas mulheres negras têm porte menor do que o de mulheres brancas, as empreendedoras negras ganham 49% a menos que as brancas. Para Liliane Rocha, CEO e Fundadora da Gestão Kairós, consultoria de Sustentabilidade e Diversidade essas diferenças são reflexos do racismo estrutural que ainda é muito forte na sociedade brasileira. “A verdade é que dentro das grandes empresas, produtoras de filmes e afins, chega uma hora que a mulher negra percebe que está lidando com uma barreira invisível que nada tem a ver com a performance. Neste instante, se dá conta de que, para ter o tamanho profissional e social que merece, deverá empreender. E ainda que sem base financeira ou patrimonial prévia, acaba por se tornar um caso de sucesso.”

Liliane Rocha é uma prova de que a falta de oportunidades impulsiona o empreendedorismo e confirma que para profissionais negros, às vezes o que falta é acreditar e apostar em seus potenciais e habilidades. Com uma trajetória de 16 anos atuando nas áreas de Sustentabilidade e Diversidade de Multinacionais, ela pôde olhar de dentro das empresas o que funcionava e o que não funcionava no que se refere à inclusão e valorização da diversidade nas organizações.

Hoje, é CEO da Gestão Kairós uma consultoria que tem se tornado referência ao apoiar grandes empresas na implantação de estratégias exitosas para a valorização da diversidade. Em 2020, sua consultoria dobrou a carteira de clientes, o que demonstra que as empresas estão atentas aos benefícios da diversidade para os negócios.

A especialista está à disposição para entrevistas sobre o Dia Internacional da Mulher falando da importância do empreendedorismo feminino negro, sobre os avanços e/ou retrocessos nas questões de igualdade de gênero nas organizações e demais aspectos relacionados à valorização da mulher na sociedade brasileira.

Sobre a especialista:

Liliane Rocha é CEO e Fundadora da Gestão Kairós, autora do livro Como ser um líder inclusivo. Foi reconhecida por dois anos consecutivos (2019 e 2020) como uma das 101 Top Global Diversity&Inclusion, promovido pelo World HRD Congress, na Índia.

Mestre em Políticas Públicas, Professora de Diversidade na pós graduação da Universidade do Estado de SP (USP-FIA) e do Senac, Liliane também tem inovado nas discussões da área de diversidade, ao cunhar novos termos e conceitos como o Diversitywashing (Lavagem da Diversidade) – termo por ela difundido e consolidado no Brasil, utilizado para identificar práticas ou ações de empresas, governos e outras instituições que se apropriam de questões relacionadas à temática da Diversidade e Inclusão e das lutas por equidade social para ganharem status e posicionamento sem que, de fato, realizem ações concretas para inclusão e valorização da diversidade dentro das atividades que realizam.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo