Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Quarentena. Um Dever ou uma Sugestão?

Voltaire Marensi - Advogado e Professor Voltaire Marensi - Advogado e Professor

Muito se tem falado, discutido, teses são alvitradas, com inúmeras manifestações tanto de profissionais da saúde como leigos que levantam até debates acalorados, versando sobre o tema Coronavírus – COVID-19.

Foi determinado, em um primeiro momento, uma quarentena horizontal. Agora, já se fala numa vertical! Assim, nesta última hipótese, só os idosos sofreriam as agruras de um “regime domiciliar fechado”?

O que fazer? Como proceder? A verdade é que ninguém diante desta pandemia tem o monopólio da verdade.

A posição lançada em sede securitária é lacônica. Afirmo isto com veemencia, uma vez que as apólices de seguros de vida individual em suas Condições Gerais – cuida-se de contrato-tipo - os conhecidos riscos excluídos e, que, na sua imensa maioria, contemplam que “Epidemias e pandemias, desde que declaradas pelos órgãos competentes”, são situações excludentes de cobertura securitária.

De outra banda, hoje, 27/03/2020, colho informação de que “O Supremo Tribunal Federal” em sintonia com a redação destas cláusulas e de outros temas correlatos à espécie, vale dizer, a expressão aposta na parte final da letra que cuida do tema vertente, isto é, – desde que declaradas pelos órgãos competentes - dá conta de que, ele, o STF, já foi acionado em 34 ações para tratar de questões relacionadas à pandemia e o coronavírus. A maioria envolve pedidos de Estados e municípios para suspender o pagamento de dívidas com a União enquanto durar a crise”. Segundo relatos da mídia eletrônica “há ainda processos que discutem o embate entre o Presidente Jair Bolsonaro e governadores para definir quem pode restringir a locomoção nos Estados e Municípios; as novas regras trabalhistas fixadas pelo governo para o período da pandemia; as normas para a liberação de presos de grupo de riscos, além da conduta do Presidente no enfrentamento do coronavírus”.

Inobstante este cenário a vida prossegue. O sítio Crusoé, também de hoje, 27/03/2020, faz menção a uma entrevista concedida pelo ministro Luís Roberto Barroso de que lições dessa gigantesca crise causada pela pandemia deixa às Instituições muitas lições, valendo ressaltar apenas a primeira delas ditas pelo sábio e carismático entrevistado, ou seja, “de que no mundo globalizado, os problemas são globais não adiantando esconder a cabeça na areia”. Pode até parecer uma simples afirmação, mas não é diante do quadro que assola nosso continente.

Em verdade, temos de flexibilizar regras para que no futuro não nos arrependamos. O seguro foi criado nos albores do século XIII como um monte caritativo nos quais os infortúnios eram divididos por todos para fazer frente à desgraça.

Esta é a grande vertente do seguro: solidariedade, ética e compartilhamento de problemas que levem à solução de medidas justas e coerentes diante dos novos tempos que estamos vivenciando.

Debater ou “jogar para o alto situações prementes” nunca foi a solução. Não há receita mágica para isolar o homem, ser gregário por natureza como sempre preconizou o conhecido e divulgado filósofo grego Aristóteles, que viveu durante o período clássico da Grécia Antiga.

Consciência, ética, solidariedade, retidão de caráter e persistência no enfrentamento de infortúnios faz parte da criação e construção de um mundo mais real e transparente.

Porto Alegre, 27/03/2020.

Voltaire Marensi - Advogado e Professor.



Publicidade



Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

Mais Itens ::

NEWSLETTER SEGS