Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Empresas apostam em tecnologia para superar ataques cibernéticos

golpe cibernético - Imagem ilustrativa golpe cibernético - Imagem ilustrativa

Com o aumento de ataques hackers durante a pandemia, empresas têm apostado em novos modelos de tecnologia para manter informações e dados em segurança

A pandemia do coronavírus trouxe mais uma preocupação, desta vez no meio digital. De acordo com um relatório de inteligência de ameaças para a América Latina da Fortinet, o Brasil foi alvo de cerca de 3,4 bilhões de tentativas de golpes entre janeiro e setembro de 2020. Outro relatório da Chainalysis aponta que só os ataques de ransomware, situação em que um hacker acessa e sequestra um ou mais arquivos da vítima e exige pagamento para resgate do material, tiveram um aumento de 311% em comparação com 2019, causando prejuízos de mais de US$ 350 milhões.

Os golpes cibernéticos têm mobilizado empresas a reforçarem a sua segurança. Um modelo que tem ganhado mais espaço é o blockchain, que em tradução literal significa cadeia de blocos, que forma um banco de dados constituído por blocos de informações interligadas e descentralizadas (formados por computadores espalhados pela web). Dessa forma, diferentemente dos bancos de dados centralizados em que o hacker pode invadir o sistema por meio de uma entrada e ter acesso a todas as informações, no blockchain o invasor precisa invadir diversas outras máquinas para sequestrar os dados. Além disso, o sistema é rastreado e criptografado de ponta a ponta, garantindo ainda mais segurança das informações.

Em Goiás, empresas já têm buscado investir nesse sistema para garantir ainda mais a segurança de suas informações e novidades têm chegado para atender a demanda. É o caso da plataforma de permutas multilaterais XporY.com, que foi a única startup goiana selecionada para participar do programa Early Adopters, da GoLedger, empresa que desenvolve soluções blockchain. A iniciativa ainda conta com as startups HA Tecno (soluções biométricas), Soluta (diagnósticos de conformidade com a LGPD), Selletiva (logística reversa), Blackgold (rastreabilidade e certificação do cacau) e Gustto (empresa de software).

De acordo com o sócio-fundador daXporY.com e especialista em inovação e economia colaborativa, Rafael Barbosa, a plataforma de permutas buscou aderir à tecnologia blockchain para garantir ainda mais segurança para os mais de 10 mil membros que utilizam a plataforma diariamente. “Hoje nosso trabalho é facilitar as trocas multilaterais entre empresas e profissionais liberais, algo que ganha ainda mais relevância diante do cenário de pandemia que estamos enfrentando. Vamos participar desse programa para garantir ainda mais segurança aos nossos membros”, destaca Barbosa.

A seleção

De acordo com o fundador e COO da GoLedger, Otávio Soares, a seleção das empresas levou em consideração alguns fatores técnicos, como o impacto causado pelo modelo de negócio na sociedade e a inovação disruptiva. “Também foi pensado o nível de maturidade da empresa e o grau de alinhamento com a tecnologia. Por isso, avaliamos como conseguiríamos auxiliar da melhor forma os processos da empresa”, destaca.

Em atuação há mais de três anos com foco em governos, a GoLedger está ampliando o foco de atuação e indo para o setor privado. Com essa iniciativa, a empresa vai possibilitar aos participantes do programa o uso da plataforma blockchain por seis meses com todo acompanhamento e mentoria gratuitamente, a fim de testar sua experiência com a plataforma e o feedback das selecionadas irá contribuir para aprimorar o sistema que está sendo aberto para a iniciativa privada.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo