Brasil,

Chegou a hora do adeus aos "brokers do WhatsApp"?

Ricardo Zanlorenzi*

Estamos diante de um momento que pode ser crucial para a definição dos caminhos da comunicação entre empresas e consumidores. Um passo dado pelo WhatsApp deve mudar a forma como empresários alocam e distribuem os recursos que têm disponíveis para seus canais de relacionamento com o cliente. Agora, qualquer empresa pode se conectar à API (Application Programming Interface ou Interface de Programação de Aplicações) oficial do WhatsApp, sem a necessidade de um broker. Antes, era necessário estar inserido com algum provedor terceirizado — Business Solution Providers (BSPs) — que auxiliava as empresas a se comunicarem com os clientes no WhatsApp. Porém, essa solução custava caro para muitas instituições, que pagavam mensalmente para continuarem tendo acesso ao WhatsApp.

Mas, e os brokers? Com essa nova atualização, o poder dos brokers foi reduzido, facilitando o acesso para qualquer empresa, independentemente do porte, utilizando a API direto com o WhatsApp. A diminuição dos custos vai direto para as contas das companhias, pois quem optar pela API direto com o WhatsApp não terá mais os custos dos BSPs. Além disso, o WhatsApp oferece até mil conversas gratuitas por mês por meio da sua API. Após essa quantidade, começa a ser contabilizado. O pagamento também é direto com o WhatsApp, sem custos adicionais.

Esse anúncio do WhatsApp impacta diretamente as empresas de pequeno porte que não conseguiam acesso aos brokers pelo alto custo. O poder estabelecido pelos brokers dificultava essa validação. Agora, em poucos minutos, qualquer companhia consegue fazer a ativação do número com a possibilidade de, caso não ultrapassem mil conversas, não ter nenhum custo.

A conexão direta à API do WhatsApp permite acompanhar as métricas em tempo real. Isso possibilita ter um monitoramento do desempenho do canal e estabelecer estratégias. A plataforma é muito crítica caso o número da conta tenha muitas denúncias. Por meio do dashboard, é possível avaliar essas informações e ter controle. A novidade também é uma API baseada na nuvem, podendo acessar em qualquer lugar do mundo e não tendo a necessidade de nenhum servidor extra para utilizar.

Os desenvolvedores já precisam estar atentos a essa nova atualização, fazendo essa integração direto à API oficial do WhatsApp das contas dos clientes. Essa novidade vem para facilitar a integração com qualquer sistema. Os BSPs que ofereciam serviços simples com uma cobrança alta vão dar adeus a muitos reféns. O fornecimento de sistemas básicos e limitados já não sustenta as empresas. Cada vez mais o omnichannel está presente nas companhias. A integração dos canais é necessária e plataformas básicas não comportam para muitas empresas.

Ainda terão instituições que continuarão a utilizar os brokers pelo comodismo e pelo pacote básico dos sistemas ser adequado para algumas corporações. Porém, o WhatsApp facilitou a possibilidade de qualquer companhia ter acesso à API oficial. Com isso, os custos das grandes empresas podem ser destinados a plataformas completas com serviços personalizados e integrados. Já as menores terão oportunidade de entrar no WhatsApp, sem custos extras desnecessários, e começar a investir em serviço de qualidade e ter autonomia no controle dos canais de comunicação. E os brokers? Investem em serviços mais completos e sofisticados ou adeus!

*Ricardo Zanlorenzi é CEO (Chief Executive Officer) da Nexcore


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo