Brasil,

Elektra é a mais nova integrante da EVE NFT

Brasileira que terá obras expostas na Times Square passa a fazer parte da EVE, organização que traz protagonismo feminino para o mercado de NFTs, ao lado de nomes como Paula Lima, Kim Farrel, Nina Silva, Cíntia Ferreira, Roberta Antunes, entre outras.

Principal fotógrafa brasileira em destaque na comunidade NFT, Elektra foi considerada pela NFTPhotographers um dos melhores fotógrafos do mundo na atualidade.

Especialista em fotografia de capas de álbuns musicais, singles e videoclipes, a brasileira Livia Elektra é a mais nova integrante da EVE, organização dedicada a integrar o universo feminino no mercado de NFTs. Com crescente reconhecimento mundial e considerada pela plataforma NFTPhotographers uma das melhores fotógrafas do mundo, Elektra terá suas obras exibidas nos telões da Times Square, em Nova York, a partir do dia 20 de junho de 2022, e foi convidada pela World Of Woman, Code Green e Vinci Airports para expor o seu trabalho em mais de 20 aeroportos na França, Japão, Portugal, Costa Rica, República Dominicana, Brasil e Sérvia. Além disso, a artista também estará em uma exposição em Liverpool, a convite de Keith A. Grossman, presidente da revista Time.

Para formar a EVE, Elektra junta-se a Ana Laura Magalhães, Cintia Ferreira, Kim Farrell, Nina Silva, Nubia Mota, Paula Lima, Roberta Antunes, Simone Sancho e Samara Costa, compondo um grupo de mulheres executivas e artistas, com ampla e diversificada experiência em tecnologia, cultura e mercado financeiro. Como uma DAO, Organização Autônoma Descentralizada (do inglês Decentralized Autonomous Organization), a EVE tem como principal objetivo ampliar a participação feminina em todas as pontas deste novo mercado digital, seja como criadoras e produtoras, seja como consumidoras e investidoras em obras NFT. As ações iniciais desenvolvidas incluem desde a criptografia dos mais variados produtos da economia criativa até a organização de leilões em benefício de artistas mulheres, com atividades de educação financeira e tecnológica e contrapartidas sociais.

Assim como várias revoluções ao longo da história, a Web 3.0 chega com o desafio de representatividade. Somente 4% desse universo são ocupados por mulheres, sendo que, em 2021, a taxa de participação feminina no mercado de trabalho foi de 51,56%, o que significa 20% inferior à dos homens, que foi de 71,64% (FGV-IBRE, com base em dados PNAD de 2021 / IBGE). Existe uma diferença entre a contribuição efetiva das mulheres para o cenário econômico e seu eventual protagonismo e liderança nos movimentos. No mercado financeiro, o número de mulheres investidoras na Bolsa de Valores de São Paulo passou a marca de 1 milhão, mas o ritmo do crescimento da participação feminina caiu para 23,2% (B3, março/2022). “Minha ideia é mudar completamente essa estatística feminina no mercado da arte. Quero ajudar as mulheres a ampliarem seus poderes, tanto na valoração, quanto na exposição”, afirma Elektra.

A ideia

A EVE, nome que é uma referência ao início da existência, surge para empoderar mulheres de todas as idades e classes sociais, no Brasil e em qualquer lugar do planeta, compartilhando conhecimento e experiências em torno da vanguarda tecnológica, principalmente a associada a este novo mercado de produção de bens culturais, e fornecendo informações confiáveis e independentes sobre questões financeiras ligadas à criação e à compra e venda de produtos em NFT. Todas as ações da organização, inclusive as de apoio a programas mundiais dedicados ao empoderamento feminino, estão fundamentadas nos conceitos principais da Web 3.0: descentralizar as informações, garantir a mais ampla segurança sem intermediários e com transparência, ampliar o acesso e promover maior atuação e autonomia dos usuários. “Estamos vivenciando transformações poderosas na Internet, migrando da Internet baseada na troca de informações para a Internet baseada na troca do valor“, afirma Cintia Ferreira, uma das fundadoras da EVE.

Pilares do projeto: conhecimento aberto, independência financeira e ações sociais

A atuação da EVE divide-se em três focos principais. O primeiro é o compromisso com a geração e o compartilhamento de conteúdo livre, aberto, fundamentado e de alta qualidade, de modo a contribuir para a formação e a capacitação de mulheres. Sobre isto, a executiva de tecnologia Nina Silva reflete: “A tecnologia deve ser feita por todas e para todas as pessoas, caso contrário, não é funcional e muito menos inovadora“.

O segundo ponto de foco da EVE é promover a independência financeira de todas as mulheres interessadas em atuar neste mercado, aproximando-as de oportunidades reais e estimulando o seu pleno desenvolvimento e atuação sustentável, seja posicionando adequadamente seus produtos no mercado mundial, seja gerando renda e realizando lucros sobre investimentos. Para a empreendedora Roberta Antunes, “falar de empoderamento feminino precisa passar, obrigatoriamente, pelas questões relativas à independência financeira das mulheres“.

Além disso - e principalmente - a EVE está engajada em ações filantrópicas, com total compromisso em dar suporte a projetos locais e mundiais que colaborem com o combate às desigualdades de gênero e apoiem o amplo desenvolvimento das mulheres nos mais variados setores. “A melhor forma de modificar algo é participando da sua transformação. Reclamar de um problema sem fazer nada a respeito não contribui para mudança“, afirma a especialista em investimentos Ana Laura Magalhaes.

As fundadoras

A ideia teve início a partir da identificação da necessidade de ampliação da presença e da atuação feminina em mercados pouco ocupado por mulheres. Com este sentimento comum e fortemente unidas em torno do mesmo propósito, surgiu a EVE, inicialmente formada por dez mulheres com habilidades diversas e complementares:

Ana Laura Magalhães - Former partner XP Inc., especialista em investimentos, Forbes Under 30, criadora da ONG Humana, autora do livro Invista depois de ler.
Cintia Ferreira - Empreendedora, engajada nas causas de empoderamento feminino, representatividade e equidade de gênero. Fundadora da EVE e co-fundadora da Belong Be.
Elektra - Fotógrafa, cantora, compositora e roteirista, Lívia Elektra reúne vários prêmios musicais e turnês ao lado de nomes como Paramore, Charlie Brown Jr. e Skank. Atual vocalista da banda VENVS, foi eleita uma das 100 pessoas da música mais influentes do Brasil no Twitter. Como fotógrafa, integra a plataforma SuperRare e foi considerada pela NFTPhotographers um dos melhores fotógrafos do mundo, sendo atualmente a principal fotógrafa brasileira em destaque na comunidade NFT.
Kim Farrell - Norte-americana, diretora de Marketing, LATAM e US no TikTok, formada em Estudos Latino-Americanos e Políticas Governamentais em Harvard. Já integrou o marketing do Google, foi Diretora de Marketing para a América Latina do Booking.com e foi eleita uma das 10 melhores CMOs pela Forbes 2022.
Nina Silva - CEO e co-fundadora do Movimento Black Money e da fintech D´Black Bank, executiva em tecnologia há mais de 20 anos, considerada pela Forbes uma das 20 mulheres mais poderosas do Brasil e eleita a Mulher Mais Disruptiva do Mundo pelo Global Women In Tech Awards (2021).
Núbia Mota - Growth e Marketing para a Adobe na América Latina, embaixadora do grupo Mulheres no E-commerce. Em 2022, foi uma das finalistas do prêmio E-commerce Brasil na categoria Marketing & Vendas.
Paula Lima - Formada em Direito (Mackenzie) e Publicidade (Faap), a cantora e compositora brasileira Paula Lima é uma das mais respeitadas personalidades de música brasileira, com participação ativa também em televisão e teatro.
Roberta Antunes - Sócia e Chief of Growth na Hashdex, empreendedora de longa data em tecnologia, co-fundou o site Hotel Urbano em 2011, empresa considerada um dos primeiros unicórnios brasileiros.
Simone Sancho - Co-fundadora e CEO da Belong Be, já atuou como Diretora de Digital da Sephora do Brasil e do Grupo Uni.co, que reúne empresas como Imaginarium e Puket.
Samara Costa Spinelli - Empreendedora, designer, publicitária, co-fundadora da Igroup Care e da S-cards, onde atua como Diretora Criativa.

Web 3.0, NFT e Metaverso

A ideia que está na base da tecnologia NFT é a atribuição de valor a uma identidade digital de ativos culturais e artísticos e a sua certificação como algo incontestavelmente original e exclusivo. Essa identidade digital única, que nenhuma outra pessoa tem, é o NFT (sigla para non-fungible token ou token não fungível), cuja autenticidade é garantida pela tecnologia de máxima segurança blockchain. Qualquer produto cultural pode ter um NFT, como obras de arte, composições, manuscritos, games, fotografias, filmes, projetos e ideias de design e muitos outros. Os NFTs serão necessários para compor o chamado Metaverso, ambiente virtual coletivo, de imersão em uma hiper-realidade composta por avatares e ambientes gerados pela experiência tridimensional da realidade aumentada. A expectativa é que transações financeiras, compras e ações de relacionamento feitas hoje por meio de aplicativos e sites tenham, muito em breve, o Metaverso como ambiente principal.

Sobre a EVE

A EVE é uma Organização Autônoma Descentralizada – DAO (do inglês Decentralized Autonomous Organization), fundada por mulheres que são referências nas áreas de tecnologia, cultura, empreendedorismo e mercado financeiro e que, juntas, acreditam que é possível criar uma Web 3.0 inclusiva e representativa. Com iniciativas para aumentar a diversidade no espaço de NFT, através da educação e liderança, da independência financeira e da filantropia, a comunidade cria oportunidades para que qualquer pessoa em todo o mundo seja proprietária, criadora e colaboradora nesta nova era da internet. A EVE faz parte da iniciativa Everyone, de desenvolvimento e ampliação de acesso à tecnologia NFT. https://projecteve.io/


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo