Brasil,

AABIC alerta sobre reforço na segurança dos condomínios neste momento de retomada das atividades presenciais

Associação destaca a importância de procedimentos e comportamentos adequados de moradores, colaboradores e gestores dos edifícios contra quadrilhas que adotam estratégias cada vez mais sofisticadas

Distrações de moradores e retomada das atividades presenciais e híbridas, cenário que diminui a necessidade do home office, têm deixado os condomínios residenciais mais vulneráveis a ações de criminosos. O alerta é da Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios (AABIC), a maior do segmento no Estado de São Paulo, que também aponta que maior rigor em procedimentos de condôminos e sistemas de segurança podem ajudar os empreendimentos a afastar as tentativas de assaltos, furtos, roubos, além de invasões e arrastões por quadrilhas.

Embora dados da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo mostrem que os roubos em imóveis residenciais representaram 1,77% do total de ocorrências registradas em janeiro e fevereiro deste ano — um pouco abaixo da taxa de 1,94% registrada em igual período de 2021 —, o percentual é considerado alto pela AABIC e evidencia a necessidade de vigilância constante de todos os condôminos e prestadores de serviços. “Isso é especialmente importante diante da retomada das atividades presenciais após o período mais crítico da pandemia. Afinal, condomínios mais vazios podem ficar mais vulneráveis, atraindo a cobiça dos criminosos”, observa José Roberto Graiche Júnior, presidente da AABIC.

Segundo recomenda a entidade às administradoras associadas (responsáveis por cerca de 16 mil condomínios em todo o Estado), a linha de defesa dos condomínios deve ser montada em pelo menos três frentes, envolvendo tanto os moradores quanto o corpo de colaboradores e a gestão do condomínio. Para a AABIC, é fundamental o envolvimento de todos, uma vez que, a cada dia, os criminosos adotam novas estratégias, como se fazer passar por amigos de adolescentes para adentrar os edifícios — inclusive vestindo-se no estilo desses jovens moradores, de forma a confundir o colaborador da portaria. Adicionalmente, as quadrilhas obtêm informações detalhadas sobre as unidades em anúncios para venda ou locação disponíveis na internet, o que pode facilitar seus planos de invasão e roubo.

No que se refere aos colaboradores (porteiros, zeladores, faxineiros, manobristas, entre outros), a AABIC orienta as administradoras a reforçar a indicação de procedimentos como a identificação rigorosa de entregadores e prestadores de serviços diversos (como, por exemplo, os das companhias de luz, gás e telefonia, de seguradoras, de imobiliárias e autônomos), com registro em livro de visitas e liberação apenas sob autorização de um morador maior de idade. Vale destacar que, no caso de entregas, não é recomendável a liberação do acesso às dependências do condomínio — ou o morador retira na portaria ou a encomenda lá fica temporariamente armazenada. No caso específico de corretores de imóveis, é essencial a apresentação do cartão de regularidade profissional, expedido pelo Creci-SP.

O porteiro só deve abrir o portão depois de ter identificado e registrado o prestador de serviço — o que vale também para familiares e amigos dos moradores. A liberação do acesso ao interior do edifício requer autorização do morador, vale ressaltar. Ainda nos procedimentos da portaria, são relevantes pontos como atenção à movimentação nos arredores antes de abrir o portão para entrada de moradores a pé (nos casos em que não houver acesso por biometria) e pela garagem (quando não for acionada por controle remoto pelo morador) e o manejo correto do sistema de clausura (em que um portão só abre depois que outro foi fechado). Para zeladores e colaboradores de limpeza, a regra deve ser manter todos os portões trancados durante atividades de manutenção das áreas externas.

A AABIC intensificou a realização de cursos na sua sede, em São Paulo, para a capacitação de profissionais prestadores de serviços com o propósito de trazer orientações sobre procedimentos que possam qualificar suas atuações nos condomínios. Duas novas turmas já têm agendas confirmadas para treinamentos presenciais. O curso Desenvolvimento e Qualificação para Profissionais de Portaria acontecerá entre os dias 25 e 28 de abril, das 14h00 às 18h00, no auditório da AABIC. Em maio, os profissionais da área poderão se inscrever para o curso Segurança em Condomínios, programado para os dias 25 e 26, também das 14h00 às 18h00. Mais informações podem ser obtidas pelo email e telefone (11) 3059-3372.

No que cabe ao morador, a AABIC destaca como recomendações às administradoras para serem repassadas em comunicados aos condomínios: não deixar chaves em guaritas ou sob a guarda de colaboradores; ter cuidado com orientações deixadas para funcionários, mantendo-os informados sobre eventuais visitas de prestadores de serviços (avisando que não devem autorizar a entrada se não tiverem recebido a informação do morador); atentar para procedimentos de segurança para autorização de entrada de amigos de filhos menores (recomenda-se que crianças e adolescentes não estejam autorizados a liberar visitas) e de funcionários do apartamento; nunca deixar as portas de acesso aos apartamentos destrancadas.

O papel da gestão (corpo diretivo, auxiliado pela administradora) envolve manutenção adequada de câmeras, portões, cercas e outros componentes eletrônicos; investimento em melhorias e atualizações desses sistemas sempre que possível; abordagem frequente do tema em discussões de assembleias, para que sejam, por exemplo, estabelecidos códigos de comunicação entre colaboradores e moradores em situações de perigo.

Sobre a AABIC

A Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo (AABIC) é uma entidade com 43 anos de atuação na formação qualitativa do mercado de administração e locação de imóveis. Conta com 90 empresas associadas, que administram atualmente 16 mil condomínios e mais de 60 mil imóveis locados, onde vivem cerca de 5,1 milhões de pessoas. As associadas da AABIC são responsáveis pelo emprego de 115 mil pessoas no setor, contabilizando os funcionários de operação nas empresas até o contingente de colaboradores contratados para executar as rotinas dos condomínios. Fundada em 1978, a AABIC busca cumprir com excelência e rigor sua principal missão: orientar a administração de bens imóveis e condomínios em suas atividades. Com gestão voltada para o aperfeiçoamento contínuo da qualidade dos serviços de orientação e treinamento, a associação trabalha pela valorização do segmento no mercado imobiliário.

Sobre a AABIC

A Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo (AABIC) é uma entidade com 43 anos de atuação na formação qualitativa do mercado de administração e locação de imóveis. Conta com 90 empresas associadas, que administram atualmente 16 mil condomínios e mais de 60 mil imóveis locados, onde vivem cerca de 5,1 milhões de pessoas. As associadas da AABIC são responsáveis pelo emprego de 115 mil pessoas no setor, contabilizando os funcionários de operação nas empresas até o contingente de colaboradores contratados para executar as rotinas dos condomínios. Fundada em 1978, a AABIC busca cumprir com excelência e rigor sua principal missão: orientar a administração de bens imóveis e condomínios em suas atividades. Com gestão voltada para o aperfeiçoamento contínuo da qualidade dos serviços de orientação e treinamento, a associação trabalha pela valorização do segmento no mercado imobiliário.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo