Brasil,

Um terço dos candidatos desistem da carreira de Delegado em SP

Descaso do governo faz crescer desinteresse pela Polícia Civil paulista: em 2020, 8% dos candidatos não tomaram posse, percentual subiu para 33% neste ano

Vinte e dois nomeados para o cargo de Delegado de Polícia em São Paulo desistiram da carreira antes mesmo de tomar posse. Uma portaria publicada hoje, 27, no Diário Oficial (DOE) tornou sem efeito a nomeação de um terço dos convocados, remanescentes do concurso realizado em 2017.

Foram 22 desistências, de um total de 66 nomeações. O número alarmante reforça o alerta feito pela Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (ADPESP) em fevereiro de 2020, quando 8% dos nomeados não tomaram posse. Dois anos depois, o índice de rejeição ao cargo de Delegado de Polícia em São Paulo chega a 33%.

“Respeitamos as razões pessoais de cada candidato não empossado, mas uma desistência tão alta deixa evidente que o descaso e a falta de planejamento do governo estadual resultam no desinteresse pela carreira. Não há atratividade para o cargo de Delegado de Polícia no estado mais rico do país, que paga o pior salário do Brasil”, afirma Gustavo Mesquita Galvão Bueno, presidente da ADPESP.

Polícia Civil encolhe a olhos vistos

Em setembro último, o levantamento feito pela ADPESP constatou o encolhimento da Polícia Civil paulista, que perde cada vez mais policiais, sem que haja reposição na mesma velocidade. Entre 2015-2021 (set) a instituição perdeu 10.852 policiais civis, em contrapartida, pouco mais de sete mil policiais se formaram na Acadepol no mesmo período. Os dados utilizados foram obtidos junto ao governo via Lei de Acesso a Informação (LAI).

“O abandono e o descaso do governo estadual ficam nítidos quando observamos a falta de planejamento. O número de policiais formados na Acadepol – no período acima citado – não cobre sequer os policiais que se aposentaram. Aposentadoria de servidor público é um dado possível de prever e se antecipar. Nota-se evidente a falta de vontade política em investir na Polícia Civil bandeirante”, destaca Mesquita.

Atualmente, a defasagem é de 15 mil policiais civis nos quadros da Instituição. “Esse é o maior déficit da história da Polícia Civil paulista. O governador João Doria encerrará seu mandato muito longe de cumprir a promessa de reposição do efetivo, deixando a Polícia Civil com menos profissionais do que quando assumiu a gestão. É a constatação de que segurança pública precisa de investimento, planejamento e boa gestão e não de marketing,” conclui o presidente da ADPESP.

Confira o ranking salarial para o cargo de Delegado de Polícia - todos os estados; e veja também a série histórica de evasão na Polícia Civil de SP

Fotos do presidente da ADPESP, Gustavo Mesquita Galvão Bueno

MAIS INFORMAÇÕES

Com 72 anos de história, a Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (ADPESP) é a maior e mais antiga entidade representativa de Delegados estaduais em todo o Brasil, com mais de três mil associados. O presidente da ADPESP Gustavo Mesquita Galvão Bueno também preside a Associação Nacional dos Delegados de Polícia Judiciária (ADPJ).


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo