Brasil,

Após aumento nas buscas durante a pandemia, brechós viram tendência e estimulam a moda consciente

A empresária e estilista ítalo-brasileira, Anne Garcia, destaca a importância do consumo consciente e da moda sustentável

Durante a pandemia, muitas pessoas passaram a se conscientizar sobre o consumo de roupas, sapatos e acessórios. Com isso, a busca por peças atemporais ganhou força e, junto com ela, a procura por roupas usadas também. De acordo com o levantamento realizado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a abertura de estabelecimentos que comercializam produtos de segunda mão teve um crescimento de 48,58% entre os primeiros semestres de 2020 e 2021.

Para a estilista e empresária ítalo-brasileira, Anne Garcia, isso mostra que as pessoas estão normalizando a compra de peças usadas e revendo seus hábitos sobre consumo. "Durante a pandemia, com as pessoas ficando mais tempo em casa, elas puderam perceber a quantidade de roupas que acumulavam e passaram a buscar por brechós para dar uma vida mais útil para as roupas. Isso é ótimo, pois evita o descarte excessivo e ajuda o meio ambiente", comenta a estilista.

De acordo com um estudo realizado pela Agência de Proteção Ambiental dos EUA (EPA) , a indústria têxtil é uma das quatro indústrias que mais consomem recursos naturais no mundo. Com isso, a utilização de água e produtos químicos para lavar as peças também provocam prejuízos ao planeta. Além disso, uma pesquisa realizada pelo Mercado Livre mostrou que houve um aumento de 55% na procura por produtos sustentáveis no último ano. De acordo com o levantamento, apenas no Brasil 1,4 milhão de usuários escolheram produtos da categoria, o que indica que as pessoas passaram a buscar alternativas para minimizar os possíveis danos causados ao meio ambiente.

Há também uma grande importância ecológica para os brechós, já que, no Brasil, são geradas cerca de 170 mil toneladas de lixo têxtil por ano, segundo dados levantados pela Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit). Na visão da estilista, a questão ambiental foi essencial para a popularização dos brechós. "A moda sustentável e consciente está ganhando cada vez mais visibilidade, principalmente entre os jovens. Por isso, a tendência é que haja mais preocupação com a natureza e os brechós continuem ganhando força entre os consumidores", explica Anne.

Conforme a pesquisa realizada pela ThreadUP, uma das principais plataformas de revenda de roupas nos Estados Unidos, os valores movimentados no segmento de brechós dobraram desde 2019 e a projeção é que tripliquem até 2025. "Isso é maravilhoso, pois mostra que as pessoas estão valorizando as roupas usadas e caminhando para um estilo mais sustentável, preservando o planeta", comenta Anne Garcia.

A empresária destaca que o preconceito de comprar peças usadas está acabando e as pessoas estão aderindo cada vez mais ao estilo vintage. "Antigamente, quem comprava em brechó era visto com preconceito, mas isso mudou muito, pois até a elite consome peças de brechós. Na Itália, por exemplo, a população mais rica frequenta brechós e busca por peças exclusivas. Cada grupo de pessoas tem um objetivo, há quem queira preservar o meio ambiente e também há quem procure uma peça, bolsa única ou de coleções passadas. O importante é que as pessoas estão notando o quanto a indústria da moda polui o meio ambiente e estão se conscientizando", destaca a estilista.

Para Anne Garcia, a principal dica para quem deseja apostar em roupas usadas é verificar se a peça tem algum defeito irreparável. Além disso, para quem deseja comprar pela internet é importante analisar se o site é confiável e se há possibilidade de troca. Outra dica fundamental é optar por cores neutras, visto que poderão ser utilizadas em diversas composições. "Uma camisa branca, por exemplo, é um item indispensável no armário, assim como peças em jeans e alfaiataria. Também é importante escolhermos sempre uma peça que temos certeza que iremos usar, pois não ficará parada no guarda-roupas e servirá como estímulo para outras pessoas", pontua a empresária.

"Para quem gosta de roupas personalizadas, outra opção pode ser a reforma das peças adquiridas de segunda mão. Com tesoura, cola, linha e agulha, é possível modelar peças totalmente únicas e exclusivas. Escolha a sua peça e arrase no look de forma consciente e sustentável", finaliza Anne Garcia.

Sobre Anne Garcia

Anne Garcia é uma jovem empresária ítalo-brasileira, estilista e divide a vida entre a Itália e o Brasil por conta de seus diversos empreendimentos. Anne morou na Itália por mais de 15 anos, onde adquiriu conhecimento e experiência em moda. Em Roma, Anne estudou moda e aprendeu técnicas handmade (confecção de peças artesanais), onde despertou sua paixão pelo setor. Em 2013, lançou biquínis de luxo com detalhes em ouro e diamantes, para a alta sociedade italiana e árabe. Atualmente, na Itália, possui uma produtora de filmes independentes chamada PONNTO PRODUCTION. Considerado um dos pilares de seus negócios, Anne Garcia visa atender seu público com dicas sobre sustentabilidade e preservação do meio ambiente no mundo da moda. Além disso, a empresária estuda para lançar linhas que possam ajudar a natureza ao longo dos anos.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo