Brasil,

Artecola lança couraça reciclada que elimina chanfro e reduz consumo de energia elétrica

Produto para calçados gera ganhos ambientais, sociais e econômicos, além de oferecer maior conforto e melhor acabamento. Lançamento ocorre em toda América Latina e é mais um desenvolvimento da empresa alinhado ao conceito de Economia Circular.

Simplificar processos e reduzir impacto ambiental são características que a Artecola sempre busca em seus lançamentos. Esses são dois importantes atributos da nova couraça ARTEFIRM®4203 E, lançada nesta quinta-feira (15/04) para todo o mercado calçadista na América Latina. “Ambientalmente sustentável, o novo produto também gera ganhos sociais e econômicos por usar materiais reciclados em sua produção e por eliminar a geração de resíduos na aplicação, além de contribuir para economia de energia elétrica no processo produtivo”, destaca o Gerente de Mercado e Marketing, Jairo Korndoerfer. As couraças são usadas para estruturação, na parte da frente (bico) dos calçados.

Produzida com materiais reciclados (do setor calçadista e de outros segmentos) e 100% reciclável (aparas são retornáveis para reutilização neste e em outras linhas), a nova couraça foi desenvolvida para aplicação multiuso, em sapatilhas adulto e infantil e tênis casuais. A formulação permite uma espessura mais fina na chapa, o que elimina o processo de chanfro (recorte para ajustes) antes da conformação. “Com isso, se gera menos resíduo e também é reduzida a mão de obra no processo”, enumera Jairo. “E ainda se tem a vantagem do maior conforto ao consumidor, com uma couraça mais macia e que não marca o calçado.”

O novo produto também se torna moldável em temperaturas mais baixas, o que resulta em economia de energia elétrica no processo e menor agressão aos materiais que serão juntados à couraça (couro, laminado sintético, tecido, entre outros). “Outro diferencial importante é que o material mantém propriedades já consagradas nas linhas da Artecola, como a excelente colagem ou fusão a qualquer componente”, salienta o Gerente. “É mais uma tecnologia pensada especialmente para o setor calçadista, setor de onde a Artecola se originou. Temos orgulho em sermos sapateiros”, frisa Jairo Korndoerfer.

ECONOMIA CIRCULAR - O desenvolvimento da nova couraça se alinha ao conceito da Economia Circular, que repensa os ciclos de produtos, saindo do modelo linear de ‘extrair, transformar, consumir e descartar’ da atualidade. “O objetivo da Economia Circular é atingir um modelo que elimina resíduos e poluição desde o princípio, mantém produtos e materiais em uso, e regenera sistemas naturais”, destaca o Gerente. Somente em 2020, a Artecola reutilizou 2.263 toneladas de material reciclado em sua produção.

A ARTECOLA – Com 72 anos completados no dia 5 de maio de 2020, a Artecola se insere no grupo de menos de 0,5% das empresas brasileiras (dados do IBGE) que alcançam essa maturidade. Na atual estrutura, a empresa conta com três áreas de negócios - Indústria, Consumo e Extrusão – com um total de nove plantas produtivas, no Brasil, Argentina, Colômbia, Chile, México e Peru. Mais informações podem ser obtidas em www.artecolaquimica.com.br e nas mídias sociais da Artecola Química.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo