Brasil,

Brasil importou 37% menos cilindros de oxigênio em 2020 do que em 2019

  • Crédito de Imagens:Divulgação - Escrito ou enviado por  Rodrigo - Talk Comunicação
  • Adicionar comentario
  • SEGS.com.br - Categoria: Demais
  • Imprimir

Brasil importou 37% menos cilindros de oxigênio em 2020 do que em 2019

Processos de importação demorados revelam as dificuldades de transporte na luta contra a Covid-19

O Brasil importou 37% menos cilindros de oxigênio em 2020 do que em 2019. O país comprou 397.751,35 mil cilindros no ano passado ante 635.994,56 em 2019. Embora a crise aguda da falta de oxigênio em Manaus pareça ter sido temporariamente superada, outros estados correm risco de passar pela mesma situação. Até o Paraná, que vinha mantendo o atendimento sob controle, está prestes a enfrentar problemas semelhantes de colapso, como falta de oxigênio e medicamentos para sedação, segundo relatou o Secretário Estadual de Saúde, Beto Preto. A situação revela a falta de planejamento ao longo do primeiro ano da pandemia de Covid-19 e a complexidade e demora por trás de uma operação logística delicada Além do tempo de transporte e liberação alfandegária, pesa o fato de o produto ser uma carga perigosa. Os números foram retirados da plataforma Search, da startup Logcomex. A empresa utiliza a tecnologia de big data para coletar e analisar grandes quantidades de informações em fontes com dados publicamente acessíveis.

"A maior parte do produto vem dos Estados Unidos e conforme a disponibilidade da carga pelo vendedor o processo de importação gira em torno de 30 a 40 dias. Esse prazo é crítico em situações de urgência, como a que ocorreu em Manaus no começo de janeiro. Fica mais complicado ainda quando vemos que o que ocorreu lá pode se repetir em outros estados brasileiros”, explica Pedro Rodrigo de Souza, gestor de operações da Pinho Logística, especializada em comércio exterior e logística aduaneira.

Outro complicador, segundo Souza, é que o oxigênio no estado líquido refrigerado, como normalmente é importado e transportado, é considerado uma carga perigosa, pois ao entrar em contato com outros combustíveis, ou por atrito, pode causar uma explosão. “Além disso, o oxigênio líquido fica em baixíssima temperatura e quando em contato com os tecidos humanos causa queimaduras severas por congelamento. Por isso o manuseio de cargas perigosas deve ser realizado apenas por empresas devidamente habilitadas junto aos órgãos de controle. Tudo isso eleva bastante o preço do transporte, o que acaba onerando o processo de importação, já que o frete é componente da base de cálculo dos tributos federais”, diz.

Normalmente, a produção nacional de oxigênio é suficiente para atender à demanda, sendo a maior parte da importação feita por empresas de linhas áreas. Nos últimos meses, porém, essa demanda explodiu, sendo necessário adquirir os produtos no exterior. A complexidade das operações acabou crescendo com a emergência, mesmo sendo a entrada dos itens de combate à Covid-19 prioritária nas filas de análises dos processos dos órgãos anuentes e da Receita Federal. Nas últimas semanas, um carregamento com cerca de 60 mil metros cúbicos de oxigênio chegou a Manaus. O insumo veio da Venezuela para ser repassado à empresa fornecedora de oxigênio do Amazonas.

De acordo com os dados da LogComex, mais da metade dos produtos, em 2020, vieram dos Estados Unidos (52%), seguidos pela Dinamarca (19%), Paraguai (6%) e Holanda (4%). O transporte aéreo é o principal modal (82% do oxigênio chega por avião), seguido pelo modal marítimo (11% em navio) e rodoviário (7%).

Sobre o Grupo Pinho

A Pinho oferece soluções logísticas com inteligência de mercado, unindo experiência e inovação. Pioneira no ramo de desembaraço aduaneiro, a Pinho iniciou suas atividades em 1937 e fez parte de grandes projetos nacionais, como a importação de peças para a Usina de Itaipu e para a Fábrica de Celulose da Eldorado. Ao longo de oito décadas, o grupo se destaca por ajudar a desburocratizar e otimizar processos no setor de comércio internacional para empresas, contando com sistema próprio de tecnologia para acompanhamento de cargas, além de oferecer frete internacional (marítimo e aéreo), frete rodoviário, seguro de cargas e recuperação de impostos. Grandes grupos empresariais estão entre os principais clientes da Pinho, que atua em todo o país e tem sedes nos estados de Santa Catarina, Paraná e São Paulo.

Sobre a LogComex

A LogComex é uma startup especializada em inteligência de dados para importação e exportação. Por meio de plataforma online com tecnologia própria, a empresa fornece ao mercado maior transparência e automatização das operações de logística internacional. A plataforma coleta e processa milhares de dados para gerar uma visão panorâmica, indicando previsibilidade e transparência para toda cadeia logística.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo