Brasil,

Governo estuda adoção de marketplace para compras públicas que reunirá fornecedores de Tecnologia

Governo estuda adoção de marketplace para compras públicas que reunirá fornecedores de Tecnologia

Plataforma poderá trazer mais transparência, agilidade e economia ao Governo brasileiro.

O modelo de compras e vendas em marketplace - plataformas de comércio eletrônico que reúnem vários vendedores e prestadores de serviço - ganharam espaço entre consumidores e comerciantes nos últimos anos, consolidando o modelo que se mostrou vantajoso para ambos os lados. Para os clientes, a variedade de produtos, marcas e preços é maior; já para os vendedores, especialmente para aqueles de novos negócios, existe a possibilidade de vender seu produto em marketplaces conhecidos, ampliando seu alcance.

Seguindo a lógica do mercado, o Governo brasileiro está estudando a proposta de criar um marketplace para compras públicas e mudar a lógica de contratação atual. A ideia é iniciar o processo nas contratações realizadas via dispensa de licitação, como as compras de bens e serviços de diversas áreas, como a tecnologia. O Governo explica que “servidores e gestores públicos terão acesso a um site que reunirá produtos de várias empresas credenciadas. A escolha dos itens poderá ser realizada em poucos cliques e a compra finalizada imediatamente”.

Fernando Salla, CEO da Effecti, startup especializada em tecnologia para licitantes, destaca que ainda é cedo para avaliações, porém toda busca por inovação nas compras públicas é positiva. Para que o projeto siga adiante, o especialista explica que é preciso haver uma legislação que comporte as regras, além de uma solução tecnológica e normas para os processos de pagamento. “Ainda é difícil indicar se terá ampla aceitação do mercado ou como trará valor seja em economicidade, seja em escala. É uma inovação de impacto para o setor e, como toda mudança, esta nova plataforma, dando certo ou não, provoca sim uma alteração no modo de pensar e agir entre licitantes e servidores públicos"

Confira as vantagens do modelo:

Mais transparência: segundo explicação do Ministério da Economia, todas as operações terão que ser registradas, justificadas e serão passíveis de avaliação de controle, incluindo a possibilidade de analisar se a decisão de comprar feita pelo gestor público foi a melhor para a administração. “Com todas as informações disponíveis em tempo real, vai ficar mais fácil identificar fraudes, além de permitir uma maior competitividade entre as empresas”, explica Fernando Salla.

Mais agilidade: com os fornecedores habilitados previamente cadastrados, o governo vai poder selecionar na prateleira virtual os produtos que atendam a sua necessidade e realizar a compra em poucos cliques. “No modo como as coisas são realizadas hoje, pode demorar meses para se concluir um processo de compra de itens básicos de escritório, por exemplo, o que acaba fazendo com que se compre um estoque, gerando custos de armazenamento”. Salla explica que a mudança vai trazer mais celeridade ao processo, facilitando a fase de pesquisa de preços por parte dos órgãos da administração pública. Para as empresas fornecedoras, o ciclo de compra tende a diminuir, permitindo que elas vendam ainda mais e recebam os pagamentos de forma mais rápida.

Redução de custos: as compras públicas representam cerca de 10% do PIB, é um mercado que movimenta bilhões todos os anos. Isso acarreta em muitos custos administrativos e processuais para a administração pública. “Com o marketplace e a tecnologia, esses custos poderão ser reduzidos drasticamente. Além disso, também vai ampliar a competição, pois haverá uma quantidade maior de ofertantes do que em um processo comum, gerando uma redução de preços”, finaliza Salla.

Mais oportunidades: os diferentes órgãos da administração poderão conhecer empresas de todo o país, permitindo que o fornecedor seja encontrado e prospectado diretamente, gerando mais oportunidades de negócios. Os players que já atuam em marketplaces para o mercado privado poderão entrar com maior facilidade no mundo das compras públicas aumentando seu escopo e mercado.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo