Brasil,

Grupo EDP cria unidades para explorar hidrogênio verde e armazenamento de energia

Crédito: Pixabay Crédito: Pixabay

Lançamento da H2BU e EDPR NA fazem parte das ações criadas pela empresa globalmente para o cumprimento do compromisso de descarbonização

O Grupo EDP reforçou o seu compromisso com a descarbonização ao lançar duas unidades que irão explorar o potencial do hidrogênio verde e sistemas de armazenamento de energia. A H2 Business Unit (H2BU) será o novo braço do grupo português para o desenvolvimento de projetos de hidrogênio verde, enquanto a unidade dedicada ao armazenamento, constituída na EDPR NA, terá como objetivo atingir uma capacidade de 1 GW em armazenamento no período de cinco anos.

O mercado do hidrogênio verde representa um dos eixos de crescimento para o grupo EDP, fruto não só dos objetivos de descarbonização, mas também da redução de custos que se tem verificado, esperando-se que atinja a competitividade no decorrer desta década. Enquanto líder na transição energética, a EDP apoia de forma eficiente e transformadora a descarbonização de todos os setores da economia.

Com a criação da nova unidade de negócio, a EDP pretende reforçar a integração do hidrogênio verde em seu portfólio de forma estratégica e transversal, além de promover o investimento nas renováveis. A H2BU será liderada por Ana Quelhas, até aqui diretora de Planeamento Energético do Grupo EDP.

A H2BU irá focar os seus esforços de desenvolvimento de oportunidades de hidrogênio verde junto dos setores promissores, como a indústria do aço, química, refinarias e cimentos, bem como transportes pesados de longo curso. Os mercados prioritários serão os Estados Unidos e a Europa, alavancando no pipeline de renováveis e ativos existentes e complementando as soluções de descarbonização que a empresa oferece aos seus clientes.

Nova unidade para agregar projetos de armazenamento de energia

No reforço do seu papel crucial na transição energética, a EDP Renováveis (EDPR) criou uma nova unidade de negócio dedicada ao desenvolvimento de tecnologias de armazenamento de energia. Ela estará associada à operação da EDPR nos Estados Unidos e terá como foco a análise da tecnologia de armazenamento e é mais um passo no compromisso da EDP com a inovação em geração de energia limpa.

A criação desta unidade vem dar corpo ao plano que a empresa tem em marcha nos Estados Unidos, denominado "Re-charge", e que tem como objetivo alcançar 1 GW em projetos de armazenamento de energia até 2026.

Para o CEO da EDP, Miguel Stilwell de Andrade: "A criação destas unidades de negócio reforça a liderança da EDP na transição energética. A crescente penetração de renováveis exige cada vez mais a integração com sistemas de armazenamento, como baterias, para proporcionar a flexibilidade necessária ao sistema elétrico e assim potenciar o próprio crescimento das renováveis. Adicionalmente, a combinação das renováveis na geração de eletricidade com a eletrificação dos consumos será o caminho com melhor custo-benefício para a descarbonização da maior parte dos usos de energia final. Mas, se queremos cumprir os objetivos de neutralidade carbônica, vamos precisar recorrer a outros vetores energéticos, como o hidrogênio verde, para dar resposta aos setores onde a eletricidade não é uma opção tecnicamente viável ou economicamente atrativa."

Reforçar a ambição num caminho já trilhado

Tanto no caso do hidrogênio verde como no armazenamento de energia, o Grupo EDP possui diversas iniciativas em curso que têm servido para ganhar conhecimento e testar o potencial destas soluções de energia limpa.

No caso do hidrogênio, a EDP tem um projeto-piloto na Central do Ribatejo, a parceria no H2Sines e a uma colaboração com a Câmara Municipal de Alenquer, entre outras entidades. Globalmente, a EDP está para desenvolver o projeto Behyond, uma parceria entre Portugal e a Noruega para estudar a viabilidade da produção de hidrogênio offshore, estando ainda envolvida na criação de um mercado europeu de hidrogênio com a European Clean Hydrogen Alliance.

O compromisso da EDPR com a tecnologia de armazenamento de energia foi reforçado com a inauguração, em 2018, de uma instalação pioneira para o estoque de energia eólica em baterias do parque de Cobadin, na Romênia. Já em 2019, a EDPR lançou um sistema de baterias associado a um parque solar, também na Romênia, tendo ainda anunciado o desenvolvimento do projeto solar Sonrisa, no estado da Califórnia, correspondendo a um PPA de 200 MW e armazenamento de energia de 40 MW.

Sobre a EDP Renováveis (EDPR)

A EDP Renováveis (Euronext: EDPR) é líder mundial no sector das energias renováveis e é o terceiro produtor mundial de energia eólica. Com uma sólida carteira de projetos em desenvolvimento, ativos de qualidade máxima e uma capacidade de exploração líder no mercado, a EDPR registou um crescimento pujante nos últimos anos e está hoje presente em 14 mercados internacionais (Bélgica, Brasil, Canadá, Colômbia, França, Grécia, Itália, México, Polónia, Portugal, Roménia, Espanha, Reino Unido e Estados Unidos). A EDPR é uma entidade empenhada nos progressos sociais em matéria de sustentabilidade e integração. Não é por acaso que faz parte do índice Bloomberg de Igualdade de Género e ostenta o certificado Top Employer 2020 na Europa (Espanha, Itália, França, Roménia, Portugal e Reino Unido), ambos galardões de reconhecimento pelas suas políticas destinadas aos seus trabalhadores.

A Energias de Portugal, S.A. («EDP»), o acionista principal da EDPR, é uma companhia elétrica internacional líder em criação de valor, inovação e sustentabilidade. A EDP faz parte do Índice Dow Jones Sustainability durante 13 anos consecutivos.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo