Brasil,

BLU365 recebe investimento da KPTL e avança em seu plano para comprar R$1 bi em carteiras inadimplentes de empresas

Fintech usa algoritmos sofisticados para entender a capacidade de pagamento dos consumidores inadimplentes; Ao apoiar as empresas a melhorarem o seu Caixa, a startup prevê aumentar o faturamento em 250% e ajudar mais de 400 mil famílias a entrarem no azul mensalmente

Fintech especializada na recuperação de crédito, a BLU365 começa 2021 com algumas boas razões para comemorar. A primeira é a rodada de investimento liderada pela KPTL, uma das maiores gestoras de Venture Capital do País, e acompanhada pela Distrito, Plug and Play e alguns investidores-anjo. O outro motivo atende pelo nome de BLU Cash, novo produto de antecipação dos pagamentos futuros dos consumidores inadimplentes das empresas criado em meio à pandemia de Covid-19.

Fundada em 2015, a BLU365 tem hoje 40 colaboradores e a missão ajudar as pessoas e as empresas a ficarem no azul todos os dias do ano. A fintech se destaca por usar algoritmos sofisticados para entender a capacidade de pagamento dos consumidores inadimplentes. Seu principal ativo são modelos estatísticos avançados para fazer previsões em relação ao pagamento de dívidas. Os algoritmos conseguem combinar probabilidades para responder questões sobre os perfis de cada cliente. Mais de 100 modelos de aprendizagem de máquina (machine-learning, em inglês) são empregados diariamente e 75% de toda a operação é totalmente automatizada e regida pelos algoritmos.

O BLU Cash nasceu após a companhia perceber que muitas empresas clientes estavam precisando de liquidez imediata para enfrentarem a crise provocada pelo novo Coronavírus e o aumento de inadimplência. Assim, passou a oferecer a grandes e médias empresas alternativas de funding e melhorias na qualidade de seu caixa. Ou seja, a BLU inova e leva às empresas uma alternativa de obterem liquidez de forma mais barata do que o empréstimo bancário e por um preço mais justo do que os praticados pelas empresas tradicionais de compra de carteira inadimplente. Para isso, a captação total chegará a R﹩ 50 milhões, entre os investidores da rodada de equity e os que investirão na securitizadora do BLU Cash.

Para Renato Ramalho, CEO da KPTL, essa versatilidade e compreensão dinâmica do mercado são alguns dos diferenciais da nova investida, a 52a no portfólio da gestora. "A BLU365 é uma fintech de alma, que transparece em seu DNA toda a inovação movida pela tecnologia para o mercado financeiro. Um histórico tão sólido, com um empreendedor maduro liderando a companhia tornam esse ativo, de fato, muito interessante. Um investimento certeiro", exalta Ramalho.

BLU Cash é um produto ajustado para a realidade vivida por muitas empresas atualmente. O ritmo em que se dará a retomada da economia traz muitas incertezas para os gestores e empresários. Entre o aumento do desemprego e da inflação de um lado. E o início da vacinação de outro, a única certeza é de que 2021 trará muitos desafios para a saúde financeira das empresas. E o BLU Cash já vem apoiando um bom número delas a ganharem maior previsibilidade ao melhorarem seu Caixa de imediato. A BLU já avaliou mais de R﹩ 1.3 bi em carteiras inadimplentes e efetuou compras que já totalizam R﹩ 110 milhões.

A mágica se faz por meio do uso massivo de machine learning, que agilizam e tornam mais precisas as análises de crédito e de valor de carteiras. "Somos uma fintech e utilizamos algoritmos sofisticados que entendem o comportamento dos consumidores e a sua capacidade de pagamento. Assim, podemos precificar rapidamente a carteira e gerar liquidez imediata para as empresas. Os diferenciais são a velocidade e o foco para chegar a um preço justo. A modelagem financeira é transparente, com premissas e cenários em acordo com as empresas", complementa Alexandre Lara, CEO da fintech.

"O mercado de crédito não performados cresceu muito nos últimos anos, mas de forma ineficiente e longe das tecnologias hoje disponíveis. Isso gerou uma grande oportunidade para quem conhece bem este mercado e a BLU365 está extremamente bem posicionada para utilizar sua plataforma de dados e inteligência para gerar valor aos clientes, investidores e acionistas", acredita Gustavo Gierun, co-fundador do Distrito.

Contudo, a BLU365 conquistou clientes pela forma como trata o elo mais frágil da cadeia: o cliente devedor. Atendimento personalizado, com cuidado e escuta ajudam a criar um ambiente de consciência e aprendizado. Por isso também oferece conteúdo de educação financeira e suporte para que o consumidor encontre alternativas de renda extra e soluções para a sua estabilidade financeira. Hoje, a BLU365 tem mais de 55 milhões de clientes com comportamentos conhecidos, mais de 200 mil famílias resolvendo seus problemas financeiros por meio da plataforma mensalmente.

De acordo com Andrea Sanchez, diretora da Plug and Play no Brasil, Alexandre Lara entendeu a ineficiência operacional no relacionamento com os clientes endividados. "Do ponto de vista do Plug and Play, a BLU365 se destaca por oferecer uma solução inovadora para empresas que enfrentam o enorme desafio de cobrar dívidas. E também por entender o comportamento do usuário endividado, utilizando a tecnologia para focar na análise da propensão de cada cliente nos canais digitais. Assim, oferece uma abordagem mais ativa do cliente, aumentando assim as probabilidades de reembolso", detalha Sanchez.

Além de fundos de Venture Capital, esta rodada conta com investidores-anjo, como Eduardo Guimarães, economista com mais de 20 anos de carreira em Investment Banking no Brasil e no exterior, com passagens pelo Itaú BBA, BofA, Goldman Sachs e UBS. "Investi na BLU pois identifiquei nela um ângulo diferenciado para participar do mercado de recuperação de crédito que, como sabemos, é enorme e bastante ineficiente. Acredito que a aplicação de inteligência artificial pode criar um novo paradigma neste setor", opina.

"As empresas que procuram o BLU Cash não eram atendidas pelas empresas tradicionais e buscam alternativas inovadoras no mercado", diz Lara. Segundo ele, o modelo de atuação é inovador e único no mercado. "Nosso objetivo é compartilhar com nossos clientes os benefícios de nossa eficiência operacional baseada em Data Science. Queremos estabelecer uma relação de longo prazo com eles. Da mesma forma que, há anos, temos ajudado os consumidores a pagar seus débitos e a reassumir o controle de sua vida financeira, agora queremos ajudar as empresas a ficarem no azul, nos 365 dias do ano", explica ele.

Sobre a KPTL

A KPTL é uma gestora de Venture Capital com quase 60 empresas investidas e que acredita em iniciativas sólidas de inovação e tecnologia nos mais variados segmentos. Entre seus setores de atuação, estão o Agronegócio, Saúde, Financeiro, Energia, Ciências da Vida, IoT, entre outros. Sediada em São Paulo, a empresa tem time próprio nos principais centro de inovação do Brasil e segue em busca de startups com consistência e grande potencial de crescimento.

Sobre o Fundo Criatec 3

O Fundo Criatec 3 foi criado pelo BNDES em 2016 e tem como gestora a KPTL (fundada a partir da fusão entre Inseed Investimentos e A5 Capital Partners). Com atuação nacional, o veículo já fez mais de 20 investimentos em startups de diversos setores como: Agronegócio, Energia, Mídia, Varejo e Tecnologia da Informação. Além do BNDES, conta com mais 10 cotistas: são bancos de desenvolvimento, agências de fomento estaduais, corporações e investidores privados de todo o país.

Sobre o Distrito

Fundado em 2014, o Distrito é uma empresa que tem como objetivo acelerar a produção de tecnologia e inovação no Brasil por meio do ecossistema de startups do país. Com um modelo de negócios inédito, atua em quatro frentes complementares: inovação corporativa, investimentos, hubs de inovação e inteligência de dados. Através da sinergia entre estas unidades de negócio e do forte apoio a seu ecossistema, o Distrito auxilia as startups a terem sucesso, as empresas a se transformarem e os investidores a gerarem retornos exponenciais. Em 2020, o Distrito foi ainda eleito como o melhor hub de inovação do Brasil pela Startup Awards, premiação da Associação Brasileira de Startups (ABStartups).

Sobre a Plug and Play

Com sede no Vale do Silício, a Plug and Play é uma plataforma de inovação global com programas aceleradores, serviços de inovação corporativa e um VC interno para fazer o progresso do avanço tecnológico mais rápido do que nunca. Desde o início em 2006 está presente em mais de 25 localidades globalmente. Com mais de 10 mil startups e 400 parceiros corporativos oficiais, criou um ecossistema de startups que já levantaram mais de US﹩ 9 bilhões em financiamento. Já fizeram parte do portfólio companhia como Dropbox, PayPal e Rappi.

Alguns dados da BLU: Fundada em 2015, a Fintech conta hoje com 40 colaboradores e é residente do CUBO/Itaú. Primeira empresa a utilizar Inteligência Artificial e Machine Learning para ajudar os consumidores a ficarem no azul. Vencedora dos prêmios recentes Ciab/Febraban, MIT Inclusive Innovation Challenge, [email protected] Entre seus principais investidores estão a Monashees, Plug’n’Play (EUA), Distrito, KPTL e investidores-anjo de renome.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo