Brasil,

Como a MEDITAÇÃO ajuda a melhorar nossos relacionamentos

Como a MEDITAÇÃO ajuda a melhorar nossos relacionamentos

Escritor e Mestre em Reiki mostra o quanto somos apegados às imagens que criamos uns dos outros

Praticar constantemente Meditação acaba por trazer muitos insights, alguns deles são associados ao que temos chamado de saúde emocional, uma busca de muita gente que procura pela Meditação a fim de solucionar ou ao menos reduzir algum estresse em relação às emoções. Mas, meditar nunca é uma prática específica, é como se tudo fosse vindo num grande “pacote”. A concentração melhora, a ansiedade é reduzida, a qualidade do sono também aumenta... Porém, o que destaco aqui hoje é a capacidade que os meditadores desenvolvem de olhar além das aparências, de adentrarem o mundo real; algo que, a princípio, pode não parecer muito convidativo, mas que é na verdade um dos benefícios mais libertadores que existem.

Até você descobrir que não é livre...

“Eu sou uma pessoa livre!” é o que muita gente afirma, uma vez que acha que constrói as próprias ideias, que toma as próprias decisões e faz o que bem entender da vida. Simplesmente o fato de poder estar andando por aí e até ter uma independência financeira – o que é incrível, não me entendam mal – não faz de você alguém totalmente livre. Estamos inconscientes de muitas ideias e comportamentos que temos. Nem sempre nossas opiniões são realmente “nossas”, não é raro seguirmos modelos de comportamento que nos são empurrados “garganta abaixo” sem jamais termos questionado se de fato os aprovamos, se nos sentimos bem de coração em relação a eles. Antes de começar a se tornar livre, você precisa admitir que não é, ao menos não totalmente. É como dizer que você precisa esvaziar o copo antes de enchê-lo com algo novo. Isso pode ser doloroso para muita gente, uma desilusão saber que está vivendo de acordo com o que outros disseram e jamais sequer investigou o que sente de verdade.

O caminho do desapego

Esse quadro mostra o quanto somos apegados aos conteúdos psicológicos. Tão apegados que eles já se tornaram parte das nossas identidades. O que torna tão difícil questioná-los, como se residisse ali um medo de deixarmos de ser quem somos. Porém, quem somos verdadeiramente ainda está por ser descoberto. Às vezes o que achamos que somos não passa de uma imagem. E seja essa imagem inventada por nós ou imposta por terceiros vai acabar por cobrir a nossa essência, a nossa alma, a nossa consciência, e enquanto existir vai dificultar nossa jornada interior, impedindo nossa autodescoberta. À medida que você se observa durante a Meditação, poderá perceber que o problema nem está tanto nessas imagens, mas no quanto estamos grudados nelas, então a chave de uma transformação interior e, consequentemente, exterior passa pelas relações que temos com o que está dentro de nós.

Relacionando-se com as imagens e não com as pessoas

No meu livreto “Não há espelhos no jardim, floresça para si mesma” cuidei de mostrar como todos esses enganos prejudicam a nossa saúde emocional, e ao mesmo tempo falo de caminhos para mudarmos essa direção em busca de uma felicidade autêntica. É preciso libertar-se dessas imagens. Há pessoas que constroem imagens do que seria um ser humano ideal e seguem pela vida com elas debaixo do braço. Entram em relacionamentos onde essa imagem se adaptou bem em outra pessoa e sofrem muito quando vem uma desilusão, que será proporcional à expectativa quanto ao que foi idealizado. E saem desses relacionamentos levando a mesma imagem que tentarão encaixar em outros. Ou desistem ao longo da vida, ou se acomodam onde algum “encaixe” aconteça. Como se dissessem: “É melhor do que nada”. Meditar nos leva a abandonar a ideia de um mundo “como deveria ser” e a aceitar o que é real. Na aceitação, a transformação acontece. Nessa prática, começamos a nos relacionarmos com as pessoas sem esperar que elas sejam apenas marionetes nas nossas mãos, o que também nos liberta de passar pela mesma situação. Negar a verdade de cada um é um erro que traz muita dor, muito sofrimento. Viver exige coragem, exige ver além. Afinal, espiritualidade também é um jeito de ver. E meditar tira cada vez mais a “sujeira” acumulada no nosso olhar, para que o mundo se revele-se a nós, para que encontremos nosso reflexo real. Acredite em mim, há beleza no mundo e em você também, em grandes porções, porém é preciso que você aprenda a ver novamente, como uma criança. Pois, interiormente, até os seus desequilíbrios podem guardar imensos tesouros, infinitas possibilidades...

Sobre o autor:

Luís A. Delgado foi ganhador do prêmio "Personalidade 2015" na categoria Arte Literária pela Academia de Artes de Cabo Frio-RJ – ARTPOP, e agraciado com o prêmio Clarice Lispector de Literatura na categoria "Melhores Romancistas" pela Editora Comunicação em 2015. Atualmente é sócio correspondente na Associação dos Diplomados da Academia Brasileira de Letras e Mestre em Reiki e Karuna Reiki, possuindo o mais alto título que um profissional do Reiki possa ter.

Luís é autor da série de livretos "Janelas da Alma", disponíveis na Amazon, onde aborda temas relacionados a autoconhecimento, meditação e espiritualidade.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo