Brasil,

Cia do Sono abre novas unidades no Rio Grande do Sul em outubro

A rede de franquias de colchões completa 33 anos no mercado e anuncia a abertura de novas unidades franqueadas e uma loja própria

Prestes a completar 33 anos de operação no mercado, a Cia Do Sono, franquia de colchões especiais e feitos sob medida para cada cliente, anunciou a abertura de três unidades franqueadas e uma loja própria no Estado do Rio Grande do Sul. As lojas serão inauguradas nas cidades de Pelotas, Esteio e Xangri-lá e a loja própria na capital, Porto Alegre. Com a abertura das novas unidades, a rede chega ao número de 20 lojas pelo Brasil. No Sul são 15 unidades. A expectativa é que até o final de 2020, a Cia do Sono inaugure mais uma loja por mês e tenha 200 microfranqueados pelo Brasil. Com 33 anos a rede tem crescimento médio de aproximadamente 15% ao ano.

O setor de franquias é um dos que mais rápido tem se recuperado dos impactos da pandemia na economia brasileira. Segundo estudo da Associação Brasileira de Franchising – ABF em parceria com a empresa de pesquisas AGP, em julho, o setor acelerou sua trajetória de recuperação, registrando uma redução média de faturamento de 7,2% em relação ao mesmo período de 2019. É o terceiro mês consecutivo de recuperação, sendo que a taxa de julho é significativamente menor do que os 48,2% em abril, os 41% em maio e os 30,1% em junho.

A Região Sul é estratégica para a Cia do Sono, pelo seu desenvolvimento econômico e representatividade no cenário nacional. Segundo a Pesquisa da IPC Maps, a concentração de empresas na região sul é de 17,8%, o que representa mais de quatro milhões de estabelecimentos. A localidade perde apenas para o Sudeste, que possui 50,86% das companhias. Os dados mostram que a região Sul está em terceiro lugar no ranking de liderança de consumo, com cerca de 17,82%, perdendo para o Sudeste – 48,89% – e Nordeste, 18,82%.

Dentro desse cenário, a Cia do Sono, segue seu plano de expansão e mesmo durante a pandemia, com o isolamento social, se reinventou e registrou crescimento. Diante das dificuldades de fechar as portas, uma situação inusitada no mercado brasileiro, a empresa apostou no desenvolvimento e produção de máscaras de proteção hi-tech para continuar faturando, mesmo com o mercado parado.

"Foi necessário nos reinventar. Durante a pandemia a máscara se tornou um item de saúde e segurança para todos -vimos uma oportunidade de mercado e usamos nossa expertise, já utilizada em nossos outros produtos, para desenvolver um modelo de proteção com tecelagem tecnológica que permitisse que o usuário respire melhor, com alça regulável para não incomodar atrás das orelhas e que se adapte a cada formato de rosto", comenta Felipe Pedroso, CEO da Cia do Sono.

Lançada no começo do isolamento social, foram vendidas mais de 15 mil unidades do produto, o que permitiu um aumento de faturamento de 35% em comparação com os meses anteriores e 112% se comparado ao mesmo período de 2019. "A lição que ficou para a Cia do Sono durante este cenário pandêmico é mostrar que a franquia é mais do que uma rede que vende colchões personalizados, é também uma empresa de bem-estar", diz Pedroso.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo