Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Mídia programática: metodologia ou estratégia?

Mídia programática: metodologia ou estratégia?

Fabio Almeida

Managing Director da Gamned Brasil

Essa talvez seja uma das maiores confusões que existe sobre o tema. E já posso responder: é uma metodologia de compra e venda de mídia baseada em dados. Há muitos anos, quando a busca paga apareceu, cresceu e se expandiu, por mais básica que fosse uma campanha no Google, já era conceitualmente mídia programática, pois customizava-se a campanha baseada em algum tipo de dado. Depois disso, esse formato cresceu, ganhou corpo com outras ferramentas, especialmente em função da massificação da internet, e a partir de então, o termo mídia programática ficou muito ligado às plataformas robustas de compra de mídia, que utiliza mais camadas de tecnologia e oferecem mais possibilidades de dados para segmentação.

Para contextualizar, nos anos 90 a internet estava começando, a variedade de portais eram pouquíssimas e consequentemente, os espaços publicitários também. Conforme a internet ganhou maior alcance, os espaços para anunciantes também cresceram e ficaram praticamente impossíveis de serem gerenciados da maneira como era feita anteriormente. A partir dali, houve a necessidade de ligar as ações de compra com tecnologia, o que viabilizou o desenvolvimento do setor. Para se ter uma ideia, só no ano passado 68% das compras globais de anúncios no digital foram realizadas de forma programática, segundo o relatório 2020 International Report on Programmatic In-Housing, do IAB EUA em parceria com a Accenture Interactive.

Entretanto, o mercado como um todo ainda tem dificuldade para entender que comprar mídia baseando-se em dados é uma premissa básica na internet. Mostra disso é o que a maioria dos profissionais de agências e anunciantes não dominam as nuances de mídia programática e tem muitas dúvidas sobre suas aplicações.

Os algoritmos são a chave

Independentemente da plataforma que será utilizada, seja uma campanha no Facebook, no Linkedin ou em uma DSP, plataforma mais robusta, que oferece alcance em diversos sites, a metodologia da mídia programática é aplicada. Agora, dentro dela é possível desenvolver várias estratégias, de acordo com os

objetivos e dados obtidos, e campanhas cada vez mais segmentadas, garantindo que um público mais qualificado seja atingido.

Dando um exemplo prático, imagine num período pré-pandemia, ligar o Waze para chegar ao trabalho. Ainda que você saiba o caminho, você faz uso do app, que sugere mudanças na trajetória de acordo com engarrafamentos, tempo de deslocamento etc. Institivamente, decidimos o nosso caminho baseado em dados de um algoritmo. Na mídia programática acontece o mesmo. Esse algoritmo é um componente importante de tomada de decisão de compra de um espaço publicitário.

Hoje, cerca de 85% das vendas de espaços publicitários realizadas no último ano foi transacionada por meios automáticos, sendo raro os casos que ela é negociada diretamente. Segundo dados do CENP- Conselho Executivo das Normas-Padrão, o investimento em publicidade no Brasil chegou a R﹩ 5,7 bilhões nos primeiros seis meses do ano passado, e os investimentos em áudio registraram crescimento, alcançando R﹩ 2,78 milhões.

A grande sacada para desenvolver campanhas eficientes é atrelar estratégias, tecnologias, leitura de dados e claro, criatividade. Para aumentar a efetividade de uma campanha é cada vez mais necessário que agência, anunciante e empresas que gerenciam tecnologias programáticas sentem à mesa e desenvolvam as a estratégias em conjunto, visando sempre explorar o máximo que as plataformas têm a oferecer. O importante é entender o que a campanha precisa para obter sucesso e utilizar as plataformas que fizerem mais sentido, seja por verba, por objetivo, por necessidade de uso de dados mais específicos, para alcançar determinado site etc. Olhe para as plataformas como ferramentas para executar as melhores estratégias e não como caixas separadas no seu plano de mídia.

O Brasil, além de ser muito premiado pela criatividade na área de publicidade, é também o terceiro país que mais cresce em investimentos em mídia programática. Se conseguirmos promover a junção entre essas três áreas-dados, tecnologias e criatividade - a trajetória de sucesso no nosso mercado será garantida.

Sobre a Gamned

Pioneira na França e especialista em mídia programática desde 2009, a Gamned! faz parte do TF1 Group. Nasceu para solucionar todas as problemáticas de mídia, desde o trabalho de marca, passando por todas as

etapas do funil, até chegar na conversão e fidelização de clientes. A empresa desenvolveu uma suíte completa de tecnologia para impulsionar o desempenho e aumentar o engajamento. Com soluções baseadas em Inteligência Artificial, um de seus diferenciais é combinar expertise humana com tecnologia de ponta para oferecer campanhas ominichannel em mídia programática, permitindo atingir a audiência certa, no melhor espaço e com a melhor mensagem. Combinando know-how e tecnologias avançadas, a Gamned ajuda os anunciantes a envolver de forma sustentável seu público em todas as mídias e formatos digitais. Para cada problema, os especialistas da Gamned oferecem soluções programáticas sob medida - de branding e aquisição até consultoria e treinamento.

A empresa conta com mais 140 especialistas, em diversos países como Brasil, França, Bélgica, Malásia, Emirados Árabes Unidos e Suíça. No Brasil, a Gamned atende clientes como Sebrae (AL), Detran (AL), Cencosud e Salmon de Chile. No mercado externo, tem ampla carteira de clientes (+200) como: Sephora, Decathlon, Allianz, BMW e Orange. A Gamned conta ainda com umcentro de desenvolvimentoem Marseille (França) e já foi premiadadiversasvezespelodesenvolvimento de sua plataformainovadora, oEngaged - capaz de gerar, em tempo real, diferentes banners de publicidade para cada cliente, permitindo que as marcas interajam com os usuários.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo