Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

O mundo corporativo deve investir em diversidade, destaca executiva da Prudential

  • Crédito de Imagens:Divulgação - Escrito ou enviado por  /Cqcs/
  • Adicionar comentario
  • SEGS.com.br - Categoria: Seguros
  • Imprimir

pixabay pixabay

As mulheres são o foco do Cqcs Mulher, programa do canal do Cqcs no Youtube que busca exaltar o papel do feminino no mercado de seguros. Na primeira edição de 2021 aconteceu nesta última terça-feira, 12, e a convidada foi Thereza Moreno, vice-presidente financeira da Prudential Brasil. Ana Paula Almeida Santos, do Idis, conduziu o programa e disse que Thereza é um exemplo é um espelho para os jovens que começam a carreira.

A executiva da Prudential destacou a importância do programa. “É importante falarmos umas das outras”. Ela contou que é formada em Ciências Atuariais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), e compartilhou que tinha o sonho de estudar na universidade federal e, ciências atuariais, foi a sua segunda opção no vestibular. “Fui feliz na minha segunda opção, abracei a escolha e acabei gostando”, disse.

Ela contou que teve muitos mentores durante a carreira. “Esse é um passo importante: investir no conhecimento, mas também cuidar do círculo de pessoas que podem atuar como mentor”. Thereza destacou que teve chefes que se tornaram amigos e parceiros que ajudaram – e continuam ajudando – no desenvolvimento da carreira. “São pessoas que contribuem na nossa carreira. Algumas tenho contato até hoje. Incentivo os jovens a buscarem mentores com os quais se identificam. É uma troca muito importante”, ressaltou.

Thereza, que também atuou como professora de inglês, diz que chegou a fazer estágio na Susep. “Atuei no departamento de análise de produtos novos e foi uma aula ao vivo de como precificar e fazer reservas. Foi um estágio muito enriquecedor”, recordou.

Depois de atuar dez anos na consultoria, ela decidiu que queria atuar em uma seguradora. “Aceitei uma proposta para ir para a Prudential e estou lá há 19 anos. Minha carreira evoluiu lá e pude trabalhar em diversos setores da companhia”, relatou. Para ela, ter diversos desafios na companhia foi um estimulante para permanecer por tanto tempo.

A executiva considera que o grande desafio da carreira foi o de querer ir além da parte técnica e equilibrar vida pessoal e profissional. Ela conta que sempre teve respaldo da família e isso foi fundamental. “Voltei a estudar e isso ajudou para galgar outras áreas e tomou meu tempo e o desafio era encontrar esse equilíbrio de mãe, executiva, mulher e isso foi o desafio. O segredo foi o autoconhecimento, saber o que é valoroso e ir atrás daquilo que traz inspiração.”

Sobre diversidade, Thereza enfatizou que é uma bandeira importante porque a desigualdade traz violência, prejuízo para corporação e para a sociedade. “Não temos todos os grupos bem representados e isso traz desafios”, pontuou.

Ela lembrou que no mercado de seguros são poucas as mulheres que ocupam cargos de destaque, “mulheres negras, menos ainda e temos que fazer a diversidade acontecer, não ter representatividade é ruim”.

A executiva acredita que o mundo corporativo tem papel importante e vai fazer isso por ética, porque vai ser bom para todos e é necessário. “O jeito de liderar da mulher tem seu valor”.

Diferentes formas de liderar e trabalhar é a chave para o sucesso. Enfrentei preconceitos e tentei levar para minha vida o lado positivo. Diferentes formas de trabalhar e liderar são a chave para ter um resultado de sucesso. A busca pelo conhecimento é uma das minhas armas”, disse.

Ela ressaltou que o mundo corporativo deve investir em diversidade e não apenas em treinamento ou debate. “São ações importantes, mas também é preciso ter ações afirmativas como no processo seletivo, estamos colocando barreiras que impedem uma camada da população de concorrer? Licença paternidade/licença maternidade. Mundo corporativo mais proporcional com oportunidade para todos. Que não demore 150 anos para conseguirmos a equidade de gênero”.

Sem esquecer tudo o que foi feito. As mulheres que lutaram pelo voto, pelo direito de trabalhar fora”, destacou.

Ana lembrou que graças à atuação de feministas é que a geração atual conquistou o direito ao trabalho, remuneração e voto. “A mulher não tinha garantido esse tipo de acesso que são questões de inclusão”, ressaltou.

Thereza contou também o que a Prudential tem feito nesse terreno. ”Fizemos um grupo de diversidade e começamos a discutir o assunto internamente com palestras, treinamento e tentamos, aos poucos, introduzir os pilares da diversidade no debate. Fizemos levantamento de quantos negros estão na empresa, temos muito a avançar, aumentamos a licença paternidade e essas pequenas atitudes são importantes para criar um ambiente igualitário. No aspecto racial temos nossos objetivos de ter balanceamento para abrir espaço para todos, sem barreira”, revelou.

E como mensagem aos jovens, Thereza disse: “Não permitam que ninguém diga que você não pode, invistam em conhecimento e autoconhecimento. Sigam seus sonhos. O trabalho é importante, mas fazer ao que você gosta, vai ajudar você a ser próspero para você, para sua rua, para o seu bairro e para o seu país”, finalizou.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo