Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Zurich aponta grande oportunidade para o corretor em produto de Risco Cibernético

pixabay pixabay

O Seguros para Riscos Cibernéticos é um produto com muita oportunidade no mercado nacional e cujo interesse tem crescido bastante ao longo dos últimos anos, pois tornou-se uma preocupação recorrente das empresas e dos executivos que dirigem seus negócios. A análise é de Fernando Saccon, Superintendente de Linhas Financeiras e Seguro Garantia da Zurich no Brasil.

Na opinião do executivo, o momento atual é propício para o corretor de seguros buscar conhecimento sobre o segmento e estreitar ainda mais o relacionamento com seus clientes. “Temos muito material disponível e uma equipe comercial muito bem preparada para ajudar no que for necessário”, garante, completando em seguida: “Tendo em vista esse aumento dos ataques cibernéticos, reforçado ainda por conta da pandemia e do novo normal que é o trabalho remoto, vemos uma oportunidade para o corretor para estreitar ainda mais o relacionamento com seus clientes, orientando-os e apresentando novas soluções para proteção de seu patrimônio e saúde financeira, especialmente num momento tão desafiador como o que estamos passando”.

Ele lembra que o trabalho remoto traz um risco adicional para a segurança da informação por parte das empresas. “Isso foi perceptível, o que gerou um aumento nas demandas de Cyber devido ao cenário atual, que torna as decisões tomadas por administradores cada vez mais críticas e fundamentais para o futuro e continuidade das empresas, portanto, sujeitas a questionamentos”, afirma.

Um exemplo desse crescimento foi a posição da Zurich no segmento de seguros para riscos cibernéticos, saindo da quarta posição, em 2019, para o segundo lugar em abril deste ano. A participação da seguradora saltou de 7% no ano passado para 16% neste ano. O valor total de prêmios emitidos até abril foi de R$ 1,6 milhão, 6,67% superior a R$ 1,5 milhão registrado nos doze meses de 2019, de acordo com a Susep (Superintendência de Seguros Privados). O resultado vem do expressivo crescimento de 50% de emissões de novas apólices para grandes, médias e pequenas empresas de diversos segmentos econômicos.

Saccon ressalta que o Risco Cibernético é uma realidade que atinge todos os setores da economia, de empresas de grandes a pequenos negócios, assim como as mais diversas atividades empresariais. Ele enfatiza que nenhuma atividade está imune ao risco.

“Aos corretores, recomendamos que, primeiramente, se familiarizem com as soluções que o mercado segurador já disponibiliza e iniciem uma conversa sobre riscos com seus clientes. Além disso, abordem sobre as ações que eles têm tomado em relação à implementação da Nova Lei de Proteção de Dados (LGPD) e como eles têm endereçado o risco de dependência de dados, ou ainda, se já ouviram falar sobre os diversos riscos inerentes à proteção de dados, ataques cibernéticos, ransomware, phishing, entre outros”, diz, indicando uma projeção de crescimento em termos de vendas e procura desse produto pelos clientes, “visto que os riscos cibernéticos são uma preocupação recorrente e atual das empresas e dos executivos que dirigem seus negócios”.

O Superintendente de Linhas Financeiras e Seguro Garantia da Zurich no Brasil enxerga oportunidades em diversos setores da economia. “Pela dependência da tecnologia, todas as empresas e setores têm exposição aos riscos cibernéticos e, com isso, podem contratar esse tipo de cobertura. Os setores de serviços médico, financeiro, a indústria de manufatura e o comércio são os mais afetados, mas a tecnologia, as entidades sem fins lucrativos e demais empresas não estão isentas do risco, pois também têm muitos dados pessoais de clientes e funcionários, além da dependência de tecnologia e automação. Depois de muitos estudos de mercado, entendemos que são setores que têm uma grande exposição a ameaças cibernéticas, principalmente por envolverem informações e dados de clientes, e estes riscos não podem ser ignorados por nenhum tipo de empresa”, conclui.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

Mais Itens ::

NEWSLETTER SEGS