Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

O ambiente de trabalho pós-quarentena

O ambiente de trabalho pós-quarentena

A psicóloga Valeska Bassan comenta quais os cuidados e atitudes que os colaboradores e gestores devem ter ao retornar às atividades

Nas últimas semanas houve a reabertura de centros comerciais e de escritórios na maior parte dos estados no Brasil. Mas você já parou para pensar no impacto psicológico que o retorno ao trabalho pode causar? São muitas as dúvidas que pairam sobre o pensamento de grande parte da população sobre os mais diversos aspectos, sendo a maioria voltada ao impacto econômico e sanitário deste momento.

Muitas empresas optaram por manter as atividades home office, mas essas mudanças abruptas trazem muito desconforto e insegurança a curto e médio prazo. “Está sendo uma transformação significativa para todos. Trabalhar de casa não é uma tarefa fácil, exige disciplina, organização, espaço físico adequado. A situação se agrava para quem tem filhos ou que mora com muita gente no mesmo local”, comenta a psicóloga Valeska Bassan.

A especialista alerta ainda que esse estresse causado pela pandemia cause ansiedade além do comum, num ambiente em que as pessoas estão rodeadas de insegurança sobre o amanhã, e podem trabalhar além da conta, sem perceber, tendo o que chamamos de Síndrome de Burnout, um distúrbio emocional com sintomas de exaustão extrema, estresse e esgotamento físico resultante de situações de trabalho desgastante.

Segundo levantamento feito pela International Stress Management Association (Isma-BR) estima-se que 32% dos trabalhadores brasileiros sofram com esse tipo de stress. De oito países analisados, estamos à frente da China e dos Estados Unidos – e perdemos apenas para o Japão, onde 70% da população apresenta os sintomas do burnout, segundo ranking elaborado pela Isma-BR.

Para Valeska, é importante que empresas e colaboradores entendam que é completamente normal apresentarem distúrbios emocionais após esse período. E como a prevenção é sempre o melhor remédio, não espere que colegas e colaboradores estejam apresentando os sintomas para buscar ajuda. Faça isso antes, preventivamente. Assim, além de manter a equipe mais tranquila e motivada, haverá um ponto de apoio profissional. “Esse retorno ao trabalho depois do que passamos se assemelha ao stress pós-traumático, por isso a atenção a todos os sinais é essencial”, explica.

Se você lidera uma equipe, vale a pena buscar um profissional da psicologia para acompanhar esse retorno de uma forma mais leve. E se você é um colaborador, que tal conversar com os superiores e levar esta ideia?

Neste momento, a volta ao trabalho vai muito além de compartilhar um espaço físico e entregar resultados. Será um momento de novos aprendizados e um esforço comum na busca de motivação e positividade.

Não há como afirmar que tudo voltará ao normal, pois talvez surja um “novo normal” por meio da adaptabilidade incrível que o ser humano tem. Para isso, vale a pena refletir sobre o assunto desde já, para que a nova rotina seja mais leve e não gere nenhum trauma ou cause distúrbios emocionais. Será um momento onde todos precisarão ter empatia com o próximo e respeitar os medos e as emoções alheias.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

Mais Itens ::