Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Especialista destaca alternativas para continuar vendendo na crise

pixabay pixabay

A OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico) projeta queda de 7,4% do PIB do Brasil em 2020 devido à crise econômica causada pela pandemia da COVID-19. No entanto, para continuar a vender na crise é preciso ir em busca de inovações e novas soluções para manter o negócio funcionando e vendendo.

Diante das medidas de isolamento social adotadas em diversos estados e municípios, empresas de todos os tamanhos enfrentam dificuldades para continuar vendendo já que ou ainda não foram autorizadas a reabrir ou os consumidores estão receosos em sair de casa. A OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico) projeta queda de 7,4% do PIB do Brasil em 2020 devido à crise econômica causada pela pandemia da COVID-19. No entanto, para continuar a vender na crise é preciso ir em busca de inovações e novas soluções para manter o negócio funcionando e vendendo.

Adapte-se a nova forma de vender

A nova forma de consumir, o novo mundo, novos consumidores, são diversas as teorias de como será o relacionamento entre clientes e marcas após a COVID-19, não é possível afirmar o que está certo, porém nada mais será como antes. Empresas mostrarem aos clientes, através de horários de funcionamento, formas de atendimento, questões de higiene e segurança, como estão lidando com a pandemia é uma forma de aproximá-los. E buscar novas formas de atendimento também é essencial para atravessar a crise e começar a vender!

Manter o relacionamento com os clientes

Deve constar nas prioridades não deixar que a distância afete o relacionamento com os clientes, encontrar novas estratégias de se manter próximo nesse momento, ofertar serviços especiais, agregar novidades, entregar os produtos, enfim, aumentar o seu valor. Telefone, e-mail, redes sociais e chats online são algumas das opções disponíveis para manter as relações com os clientes e vender na crise.

Marketing digital

Vale reforçar a divulgação dos produtos em canais online, usar as redes sociais, criar ofertas especiais com entregas em domicílio e com isso atrair novos clientes. É essencial abusar dessas estratégias mesmo com pouca verba, bastando apenas adotar a estratégia correta e focar em públicos segmentados.

"Existem diversas formas de investir a verba disponível para o marketing na internet, com certeza, algumas delas se encaixa perfeitamente ao negócio de cada um. Antes de escolher, vale buscar todas as opções disponíveis, saiba onde está seu público e como essa ação irá atingi-lo. Em momentos como esse é importante entender o novo comportamento do consumidor", explica Ricardo Domingues, Diretor de Operações da Go Biz , agência especializada em marketing digital.

Inove

Um novo produto, um novo serviço, uma forma diferente de atender os consumidores. O momento é ideal para ousar nos negócios e aproveitar oportunidades inexploradas. Algumas pequenas mudanças, mas que fazem muita diferença para o consumidor, pode gerar um grande impacto positivo no faturamento.

Algumas mudanças de comportamento e consumo provavelmente persistirão além da crise e muitos setores ressurgirão para novas realidades de mercado.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

Mais Itens ::

NEWSLETTER SEGS