Brasil, 13 de Dezembro de 2019

TOKIO MARINE SEGURADORA

Black Friday – A hora e a vez das empresas de Serviços

Black Friday – A hora e a vez das empresas de Serviços

*Por Marcos Santa Cecília

Quem disse que promoções para a Black Friday são exclusivas para o varejo? A grande liquidação de fim de ano, que antecede as vendas de Natal, pode se transformar em uma excelente estratégia para empresas de diversos segmentos, em especial o de Serviços.

Apesar de ser uma data relativamente nova no Brasil, com as primeiras experiências realizadas em 2010, segundo levantamento do site Ebit, em 2018 foram vendidos mais de R$ 2,6 bilhões. No período, foram muitas experimentações e novidades, e entre elas, destacaram-se as empresas de serviços que passaram a fazer ofertas atraentes para os consumidores.

Por exemplo, agências de turismo que ofereciam uma diária adicional pelo mesmo valor. Academia de ginástica que isentava a taxa de matrícula, houve até consultoria de gestão que reduzia o valor para contratos fechados em determinada data.

Com criatividade, planejamento e comunicação assertiva, muitas empresas do segmento conseguiram aumentar as vendas durante a data, embora nem sempre isso possa ser quantificado porque na área de serviços, as negociações são mais longas e consultivas.

Mas, como a Black Friday ainda não é amplamente explorada pelas empresas nacionais de serviços, elenco aqui algumas dicas para ajudar os gestores a aproveitarem as oportunidades que a data oferece. Em primeiro lugar, as empresas do setor precisam avaliar as soluções que disponibilizam ao mercado e de que maneira podem entregá-las em condições mais atrativas.

Entretanto, isso deve ser pensado sem colocar em risco contratos anteriores, fechados em condições normais, os resultados da empresa, assim como a satisfação dos clientes. Durante a Black Friday os consumidores esperam promoções agressivas, com descontos e ganhos que realmente valem a pena esperar para tomar a decisão de compra.

As opções promocionais para o período são inúmeras. Mas antes de divulgar uma oferta de maneira aleatória, é fundamental que os gestores das empresas de serviços façam uma consulta às suas bases de dados e perguntem aos seus números onde é possível oferecer vantagens reais em preço, condições de pagamento e abrangência de serviços.

Um aplicativo de serviços financeiros, por exemplo, pode reduzir suas taxas a qual patamar? Qual o menor valor que pode praticar, sem prejudicar a lucratividade, as metas mensais e os resultados traçados anteriormente? Uma consulta aos principais indicadores de vendas e receita pode contribuir para essa tomada de decisão.

O grande desafio é que, no caso das empresas de serviços, nem sempre os potenciais consumidores estão pesquisando oferta que não sejam produtos, por isso a estratégia comunicacional tem que ser antecipada. Essa comunicação precisa mostrar de forma clara o diferencial.

Outra questão que precisa ser observada é que as vendas de serviços têm uma característica mais consultiva e especializada. Ofertas baseadas apenas em preço podem não ser as mais atraentes. Nesses casos, valoriza-se o conhecimento do consultor e sua capacidade de oferecer um serviço diferenciado.

Uma dica adicional é trabalhar com o sentimento de escassez. Oferecer determinada condição promocional durante a Black Friday para os primeiros dez clientes, ou exclusivamente para os clientes de maior valor. Essas estratégias podem provocar interesse por aumentar o relacionamento ou transformar os clientes em embaixadores da marca.

Por fim, engana-se quem pensa que Black Friday serve apenas para atrair novos clientes. O estudo dos indicadores de vendas, como relacionamento, renovação de contratos e evolução do cliente na base pode gerar insights para a criação de ofertas personalizadas para a Black Friday.

No caso das vendas consultivas, o fato do cliente já ter escolhido sua empresa indica que ele tem propensão a ser convencido a continuar fazendo negócios com você. Por isso, oferecer novas funcionalidades gratuitamente durante períodos experimentais, no caso de uma empresa de software ou de consultoria, por exemplo, é uma forma de movimentar a base para a Black Friday.

Os resultados de uma campanha bem planejada podem ser imediatamente sentidos no aumento de vendas, mas podem também abrir várias portas para negociações futuras.

Já passou da hora da área de serviços investir em ações promocionais e a Black Friday é uma das grandes oportunidades do ano para experimentar. Tem espaço (e consumidores ávidos por descontos) para todo mundo!

*Marcos Santa Cecilia é Especialista em Gestão na Sankhya Gestão Empresarial

Sobre a Sankhya - Fundada em 1989, a Sankhya Gestão de Negócios, além de oferecer sistemas de gestão empresarial para pequenas, médias e grandes empresas, acompanha a evolução de seus clientes utilizando um exclusivo modelo de diagnóstico que identifica em qual estágio gerencial eles se encontram, e com isso define os processos que precisam ser melhor estruturados e suas prioridades. Atualmente, a empresa possui 34 Unidades de Negócios e já conta com uma equipe superior a 1000 funcionários e 10 mil clientes nos 26 estados do Brasil. Em 2013, a Sankhya foi pioneira ao lançar o primeiro ERP 100% web e em 2017 lançou a BIA, a primeira assistente virtual do mercado de ERP, que utiliza uma tecnologia altamente inovadora de Inteligência Artificial (IA), para auxiliar os gestores a antecipar o futuro e otimizar os processos de negócio.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: Comentários com Link são bloqueados automaticamente (Comments with Links are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

Mais Itens ::

NEWSLETTER SEGS