Brasil, 14 de Outubro de 2019

TOKIO MARINE SEGURADORA

O homem mídia

Imagem: pixabay.com_CC0 Creative Commons Imagem: pixabay.com_CC0 Creative Commons

A reflexão sobre as masculinidades tem ocupado cada dia mais espaço no cenário social e científico. Parece fácil, mas não é.

*Jorge Miklos

Para a investigação de como é construída a ideia subjetiva e objetiva do que é considerado masculinidade, é preciso articular um conjunto de variáveis, como recortes de gênero, etnia, orientação sexual, territorialidade, história, cultura.

Numa primeira aproximação podemos constatar que, parafraseando a célebre frase de Simone de Beauvoir “não se nasce homem, torna-se homem”, ou seja, que o padrão de comportamento masculino se forma a partir de influências culturais.

Claro que há marcadores genéticos e biológicos que distinguem o sexo masculino do sexo feminino e que são herdados. Porém, gostar de jogar futebol ou brincar de boneca não são heranças genéticas, são traços culturais que aprendemos ao longo do processo de socialização. Apesar de muitos dos traços culturais do masculino estar disfarçados como naturais, os homens aprendem a serem homens quando entram na sociedade. E esses padrões são diferentes no tempo e no espaço.

No passado, os homens usavam túnicas. Atualmente, em muitas sociedades homens devem usar calças, em outros lugares continuam usando túnicas. Ou seja, o comportamento do homem na sociedade não é natural é aprendido.

E quem ensina os homens a serem homens? Muitos agentes sociais contribuem para esse aprendizado: a família, a escola, para algumas pessoas, a igreja. Mas não se pode deixar de lado a influência dos meios de comunicação nesse aprendizado.

Atualmente a mídia configura os valores das pessoas compartilhados socialmente. Pesquisadores gastam horas de seu tempo para identificar a contribuição da mídia na configuração dos padrões de comportamento social. E em tempos de redes sociais digitais isso ainda ficou mais intenso.

Os profissionais que atuam na mídia fazem pesquisas, detectam padrões de comportamento e reproduzem por meio dos seus produtos (novelas, campanhas publicitárias) esses padrões, que acabam convencendo as pessoas que para ser bom deve-se agir dessa ou daquela maneira ou para ser bonito, deve-se usar essa ou aquela roupa, entre outras coisas.

O padrão de masculinidade também é reforçado e construído midiaticamente. Por exemplo: “homem deve forte”; “homem deve usar azul e não rosa”; “homem não chora”; homem que é homem aguenta a dor sem reclamar. Para não falar das aspirações de riqueza e sucesso.

Você já parou para pensar quantos comportamentos e valores que você acredita e adota não são escolhas suas, mas apreendidos socialmente e midiaticamente?

*Jorge Miklos é Sociólogo, Psicanalista e Professor e pesquisador do Curso de Pós-Graduação em Comunicação.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: Comentários com Link são bloqueados automaticamente (Comments with Links are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

NEWSLETTER SEGS