Brasil, 20 de Outubro de 2018

TOKIO MARINE SEGURADORA

+ F O N T E -

Tipo mídia, só que internacional

Tipo mídia, só que internacional

AUTORIA: Karoline Gebrael

Muito além de propor um bom mix de mídia, esse profissional precisa entender do contexto e da cultural locais, ajustando o ritmo de trabalho e modo como entrega resultados

Se você é um profissional de marketing ou publicidade, já teve contato com a área de mídia. E se já trabalhou em uma agência, tem na cabeça um desenho básico de como a área funciona - tem a galera da mídia tradicional, que define estratégias para o off-line (TV, rádio, cinema, press...); e tem a galera de digital, que lida com novas mídias e ações que possibilitam medir cada etapa da jornada do usuário, da visualização da peça à contratação no e-commerce (Google Adwords, search, Facebook Ads e por aí vai...).

Mas tem um pessoal menos comentado e que, posso garantir, faz um trabalho fascinante. Já ouviu falar do mídia internacional?

É tipo mídia, mas atendendo clientes de todo o mundo, lidando com diversas culturas, fuso-horários e estilos de trabalho.

Dependendo do produto ou marca para a qual você trabalha, esse cara pode surgir. Normalmente, em empresas globais, que precisam desse ponto focal de mídia para centralizar as informações e distribuí-las.

Muitas vezes, esse profissional fica alocado nos EUA, fazendo a comunicação com todos os países em que a marca atua. Há também casos em que a marca atua em regiões específicas, como América Latina, e o escritório do Brasil orienta o dos demais países. Portanto, é um trabalho mais de consultoria de mídia do que de mídia em si.

Se você se interessou, então esse artigo é pra você. Vou contar um pouco de como é o perfil desse profissional e dos skills necessários.

Pra começar, o ideal é que ele já tenha uma carreira em mídia, pois mesmo que não execute diretamente o planejamento, terá que interagir com mídias de outros países, gerar insights e recomendar os melhores parceiros. Para isso, precisará dominar os termos da área, bem como conhecer os principais players.

No caso de campanhas online, a atuação é mais intensa, já que é possível interferir durante a veiculação. Você pode, por exemplo, trocar materiais criativos ou até eliminar um formato que não esteja performando bem. Assim pode concentrar seus esforços no que está dando mais resultado.

O mídia internacional precisa ser um excelente comunicador. A informação precisa fluir, ser dinâmica e muito clara. Falar dois ou mais idiomas é mais do que essencial nesse ramo. Quanto mais dominar o idioma, a cultura, entender as características daquele país, melhor. E se já visitou ou, ainda melhor, morou em outros países, conseguirá ter muito mais jogo de cintura e tornar o trabalho mais produtivo.

Um mídia internacional precisa ter flexibilidade, paciência e empatia – aquela capacidade tão humana de vestir os sapatos do outro. Mesmo situações simples, cotidianas, podem te deixar confuso. Você pode ter que lidar, por exemplo, com um país que não tem a cultura de ser pontual (Brasil, é você?), o que pode gerar atrasos nas chamadas e entregas de materiais. Há países que fazem estritamente o que foi pedido e não adaptam o job, nem informam algum problema que possa ter ocorrido. Há ainda culturas levam o politicamente correto ao limite, e fica bem difícil conseguir alguma flexibilidade. O melhor, sempre, é chegar ao meio termo. Mas faz parte desse trabalho entender por que existem determinadas atitudes e se adiantar para tentar sanar qualquer problema.

A palavra-chave para o mídia internacional é organização. A habilidade de gerenciar um projeto será exigida, pois, por mais que trabalhe exclusivamente para uma marca, haverá diferentes campanhas, com diferentes públicos-alvos, objetivos, verbas, prazos – e fuso-horários. A sensação é de que você está administrando uma grande empresa com diferentes departamentos. Eles têm a mesma missão, mas possuem características, públicos e concorrentes distintos.

Um mídia internacional precisa saber o que acontece no mundo — na economia, na política, nas questões sociais, no meio ambiente. Fará toda a diferença se informar sobre o que está acontecendo no país que atende. Infelizmente, este momento de terrorismo também não se pode ser ignorado. Você terá que ter atenção redobrada nas peças que veicula, adaptar prazos ou até adiar uma campanha. Crises, protestos e desastres naturais podem afetar os prazos, assim como o emocional de quem trabalha do outro para do tela ou do telefone.

E para concluir, um mídia internacional precisa ter inovação e e criação no seu DNA. É algo que sempre faz brilhar os olhos do cliente, e você tem como vantagem o fato de poder levar cases e aprendizados de um país para o outro. Muito além de recomendar um mix de veículos, você pode levar inspiração de outras culturas, influenciar a criação de novas campanhas e até encontrar caminhos para a marca fazer mais com menos.

Ser um profissional de mídia internacional, em resumo, é dominar a arte de capturar e compartilhar informação relevante, agregando valor para a marca e para a agência.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

ADICIONE SEU COMENTÁRIO..::
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo