Brasil, 26 de Junho de 2019

TOKIO MARINE SEGURADORA

Mais da metade dos MEIs cadastrados em 2018 já exerciam a atividade antes da formalização

De acordo com levantamento feito pela startup MEI Fácil em todo o País, cerca de 58% dos novos microempreendedores individuais já trabalhavam sem regularização

Mesmo com franca expansão nos últimos anos, a regularização de trabalhos informais ainda é visto como algo complexo e burocrático. Esse cenário é desmistificado com a possibilidade de se tornar microempreendedor individual (MEI), forma simples e rápida de regularizar o seu negócio e ter acesso aos benefícios do programa.

Prova dessa oportunidade é um dado oferecida pela MEI Fácil, em pesquisa realizada em todo o Brasil, que aponta que 58% dos empreendedores que se tornaram MEI recentemente já exerciam suas atividades antes de criarem seu próprio CNPJ.

Para o CEO da MEI Fácil, Marcelo Moraes, informar a eficácia de se tornar um MEI para os trabalhadores informais é uma tarefa que vem alcançando resultados. "O pequeno empreendedor e autônomo começam a entender que a formalização vai muito além de ter um CNPJ. Um microempreendedor formalizado chega a faturar o dobro de um colega da mesma profissão, mas que não possui um CNPJ. Isso sem falar nos descontos para compra de mercadorias. Ver o aumento sistemático de cadastros na plataforma, além de animador, é recompensador", afirma.

Só no primeiro semestre de 2018, mais de 1 milhão de novos CNPJs foram criados no modelo, crescimento de 15% comparado ao mesmo período de 2017. Mas ainda há mais de 23 milhões de trabalhadores por conta própria que atuam na informalidade. Portanto, a chance dessa estatística aumentar, a partir desse nicho, é bem grande.

Essa característica pode ser notada principalmente no Nordeste, onde 63% dos MEIs informaram já exercer sua atividade de trabalho antes se regulamentarem com o novo CNPJ. Pernambuco e Sergipe, com 65% e 63%, respectivamente, destacam-se como os estados em que mais pessoas realizavam o mesmo serviço antes da regularização.

"A partir do momento em que esses empreendedores entendem que emitir uma nota fiscal, contribuir para o INSS, oferecer novas formas de pagamento, entre outros, são benefícios essenciais para o seu negócio, é difícil que não recorrem ao cadastro. Mais de 75% deles apontam que passaram a vender mais após se tornarem MEI. E na MEI Fácil nós queremos justamente isso, ajudar a cada vez mais trabalhadores poderem exercer suas atividades regularizados e crescerem seus negócios", diz Rodrigo Salem, sócio-fundador da MEI Fácil.

Sobre a MEI Fácil

A MEI Fácil foi fundada em janeiro de 2017 com o objetivo de ser a grande parceira do microempreendedor individual. A empresa já atende mais de 200 mil empreendedores, em mais de 4,5 mil cidades, e oferece auxílio em processos como a obtenção de CNPJ, notas fiscais, além de serviços financeiros simplificados e de baixo custo. Ela foi recentemente premiada pela Universidade de Columbia, nos EUA, como referência global em negócios de impacto, primeira vez que uma startup da América Latina ganha o prêmio

A empresa já captou mais de R$1 milhão, sendo a última rodada feita junto ao fundo de investimentos Yellow Ventures em 2017. O grupo já se prepara para uma nova rodada para 2018: "O crescimento que superou todas nossas expectativas. Hoje, 40% dos nossos clientes vêm por indicação, o que cria um efeito multiplicador em nossa base de relacionamento. Queremos, no futuro, expandir a oferta de serviços e produtos, sem perder em mente a questão da simplicidade" finaliza Marcelo.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

RECEBA O RESUMO DE NOTÍCIAS DE SEGUROS DO SEGS, É GRÁTIS..::

NewsLetter Segs: Mais de 140 mil já recebem...Profissional atualizado anda na frente da concorrência !