Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Novo perfil da covid-19: hospital registra queda de 90% no número de internações e pacientes menos graves

O número de doentes que precisaram de ventilação mecânica no Hospital Marcelino Champagnat caiu de 61% para 39% Créditos: Divulgação O número de doentes que precisaram de ventilação mecânica no Hospital Marcelino Champagnat caiu de 61% para 39% Créditos: Divulgação

Com avanço da vacinação, nenhum paciente morreu pela doença no Hospital Marcelino Champagnat nos meses de maio e junho deste ano; em 2021, foram 55 mortes no mesmo período

O perfil dos pacientes internados devido à covid-19 no Brasil mudou em 2022, se comparado aos anos anteriores da pandemia. No Hospital Marcelino Champagnat, em Curitiba (PR), nos meses de maio e junho deste ano, o número de internados foi menos de 10% do registrado no mesmo período de 2021, passando de 274 para 23. O número de doentes que precisaram de ventilação mecânica também caiu, de 61% para 39%.

“Nós registramos uma grande procura por conta de síndromes respiratórias com a chegada do frio, mas a maioria foi ocasionada por outros vírus, diferentes do coronavírus. Pela covid, a maior parte dos pacientes que procuraram o hospital foram casos mais leves e que não precisaram de internação nem em leito clínico, nem de UTI”, conta o intensivista e gerente médico do hospital, Jarbas da Silva Motta Junior.

Impacto da vacinação

No primeiro ano da pandemia, além de hospitais cheios, a necessidade de cuidados de alta complexidade era muito maior, com uso de procedimentos como a ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorpórea), que funciona como pulmão ou coração artificial. O procedimento só é utilizado após esgotadas todas as alternativas de tratamento, principalmente fisioterapia e ventilação mecânica. No primeiro ano da pandemia, 11 pacientes utilizaram o suporte no Hospital Marcelino Champagnat, uma explosão perto da média que era de dois pacientes anuais até então. Em 2022, nenhum paciente foi submetido ao tratamento com ECMO devido a problemas decorrentes da covid-19.

“A vacinação é o que fez mudar esse quadro do perfil dos pacientes. Mesmo com novas cepas mais contagiosas, como a ômicron, deltacron e outras, as pessoas contaminadas estão conseguindo fazer o tratamento em casa. Mas é importante que cuidados como uso do álcool em gel e isolamento em caso positivo da doença, sejam mantidos”, complementa o médico.

Idosos com comorbidades

A média de idade dos pacientes subiu, passando para mais de 70 anos e 71% deles com comorbidades. Esse foi o caso do casal Albanita e Izan Bauer, de 83 e 87 anos. Os idosos foram internados juntos por covid-19 e, apesar da idade avançada e comorbidades, se recuperaram sem a necessidade de terapia intensiva.

“O que fez a diferença para a recuperação do seu Izan e dona Albanita foi o ciclo de vacinas completo para covid-19. Se fosse no cenário que tínhamos antes da pandemia, dificilmente eles teriam alta hospitalar tão rápida sem passar pela UTI”, comenta a médica clínica Larissa Hermann Nunes, que cuidou do casal durante a internação. “As pessoas ficaram muito tempo mais isoladas, com máscara, e agora começaram a circular em mais ambientes e sem a proteção da máscara, e isso, associado ao frio, faz com que as pessoas fiquem em ambientes mais fechados causando um aumento das síndromes respiratórias. A exposição a outros vírus, como o da gripe, voltou, por isso ressaltamos tanto a importância das vacinas não só da covid como a da gripe”, finaliza.

O número de doentes que precisaram de ventilação mecânica no Hospital Marcelino Champagnat caiu de 61% para 39% - Créditos: Divulgação


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo