Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Saúde feminina: empresárias se cuidam menos?

De acordo com pesquisa da Harvard, cerca de 80% das executivas que procuram auxílio médico apresentam alto nível de estresse.

Segundo pesquisa divulgada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), até 2030 a tendência é que a participação feminina no mercado de trabalho brasileiro cresça mais que a masculina. Isso se dá pois o sexo feminino é conhecido por realizar diversas funções ao mesmo tempo, seja na vida profissional ou pessoal. Além disso, de acordo com a pesquisa, atualmente mulheres buscam se qualificar mais que os homens, se tornando assim, uma mão de obra mais qualificada.

Contudo, com o aumento das responsabilidades e dedicação ao campo profissional, muitas empresárias estão deixando a saúde de lado, aponta levantamento feito pela Universidade de Harvard. Cerca de 80% das mulheres que buscam auxílio médico, apresentam grandes níveis de estresse. De acordo com a sócia da Quare Desenvolvimento, especialista em desenvolvimento de líderes e times, Carolina Valle Schrubbe, investir na saúde sempre foi essencial. “Líderes que desenvolvem ações internas que incentivam a qualidade de vida da sua equipe, garantem uma produtividade melhor. Mas enquanto cuidam dos outros, também precisam pensar em si mesmos", comenta.

“O estresse e a ansiedade estão sendo consideradas as doenças do século, então dar atenção a esse tema é essencial. Várias empresas fazem campanhas para estimular cuidados com a saúde, o que deveria ser um facilitador para realização de check ups, mas aparentemente a correria do dia a dia tem feito com que uma parte das executivas deixem a saúde em segundo plano”, ressalta.

A especialista comenta que a ideia dessa mulher que consegue fazer tudo ficou romantizada e elevada a níveis inatingíveis de perfeição. “Atualmente é comum vermos nós mulheres nos dedicando a cuidar mais da estética do que de nossa saúde. O tempo é curto, cuidamos dos outros, buscamos um ideal de beleza e, muitas vezes, deixamos o cuidado com nossa saúde para o mês seguinte que nunca chega.

Mulheres à frente dos negócios

Uma pesquisa recente feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostrou que as mulheres trabalham, em média, o dobro de horas semanais que os homens. Apesar disso, várias empresas preferem homens em seu quadro. Exemplo disso, é a pesquisa feita pelo Instituto Ipsos em parceria com os jornais Valor Econômico, O Globo, as revistas Época, Marie Claire e a ONG Women in Leadership in Latin America, onde 52% dos CEOs afirmam que o tema é prioritário, mas apenas 26% das empresas que responderam à pesquisa possuem uma área dedicada a igualdade de gênero.

“Há um grande interesse das empresas em exercer a igualdade dentro de suas organizações, porém, como toda grande ideia, precisa estar na lista de prioridades para sair do papel”, comenta Carolina.

A pesquisa ainda revela que a presença feminina em cargos de liderança nas 150 melhores empresas para se trabalhar no Brasil, evoluiu de 11% para 42%. A especialista em desenvolvimento de lideranças ressalta que ainda há um longo caminho a ser percorrido. “As empresas que estrategicamente investem na liderança feminina, desenvolvem um ambiente corporativo diferenciado, trazendo diferentes hábitos e visões em prol de negócios sustentáveis”.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo