Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Suplementos Alimentares: Quando é necessário suplementar?

Suplementos Alimentares: Quando é necessário suplementar?

Mas afinal, o que são suplementos alimentares e a quem se destina?

Para discutir este tema, o ILSI Brasil ( International Life Sciences Institute), por meio da sua Força Tarefa Nutrientes e Suplementos Alimentares, realizou uma série de webinars, reunindo especialistas da indústria e da academia que trouxeram respostas às questões importantes que norteiam este segmento.

Durante o mês de junho, foram realizados três encontros para abordar as temáticas: "Introdução sobre suplementos alimentares e dados de consumo", "Tendências em suplementos alimentares" e "Recomendação de uso em diferentes contextos de saúde e faixas etárias"

O que são suplementos alimentares?

Segundo o novo marco regulatório de 2018 da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), suplementos alimentares são produtos para ingestão oral, apresentados em formas farmacêuticas e destinados a suplementar a alimentação de indivíduos saudáveis com nutrientes, substâncias bioativas, enzimas ou probióticos, isolados ou combinados, destacou Thaise Mendes (Herbalife Nutrition).

E quando é necessário a suplementação?

A OMS - Organização Mundial da Saúde - recomenda um consumo diário mínimo para as pessoas de 400 gramas de verduras, legumes e frutas. A maioria da população brasileira não atinge este consumo. Desta forma, os suplementos alimentares são uma opção segura de complementar alimentação com o fornecimento de nutrientes para pessoas saudáveis e contribuir para a qualidade de vida. Porém, é importante ressaltar que se tenha sempre a indicação de um médico ou nutricionista, aliando o consumo a hábitos saudáveis.

A diretora executiva da Associação Brasileira da indústria de Alimentos para Fins Especiais e Congêneres (Abiad), Gislene Cardozo trouxe números da Pesquisa de Mercado realizada pela associação em 2020 e, entre as principais conclusões sobre o comportamento do consumidor de suplementos alimentares, destaca-se que 90% dos entrevistados usam o suplemento alimentar como um complemento à alimentação e 85% buscam saúde e bem-estar.

Nesse contexto, vitaminas, proteínas e minerais lideram os grupos de produtos mais consumidos. Outro importante dado da pesquisa reflete um consumo consciente em relação aos suplementos alimentares, visto que os cuidados com a alimentação crescem e já correspondem a 72% dos entrevistados, 69% dos consumidores de suplementos alimentares praticam atividades esportivas e 51% das recomendações para o consumo de suplementos são feitas por profissionais de saúde.

No campo dos micronutrientes, a Dra. Adriana abordou as funções, as doses recomendadas, a forma química usada para a suplementação e as principais interações com o organismo, além de informações sobre a toxicidade. Destacou a alta procura hoje em dia pelos polivitamínicos, como a vitamina D e o Zinco, em função da sua importância para o sistema imunológico.

Tendências e regulamentações

Com o conteúdo intitulado "Clean label ANVISA e Novos ingredientes", a Gerente-Geral de Alimentos da Anvisa, Thalita Antony de Souza Lima, explicou que as tendências para alimentação, nutrição, suplementos alimentares convergem com o desenvolvimento sustentável e que o mundo todo está focado nisso. "A relação entre saúde humana, saúde animal e meio ambiente deve ser o norte de toda atuação dos sistemas alimentares, que precisam ser inclusivos, com objetivos relacionados à erradicação da pobreza, à fome zero". Em relação ao clean label destacou um movimento que já se observa no mercado, impulsionado pelos consumidores, pela substituição dos ingredientes chamados químicos, principalmente, os aditivos alimentares".

O que querem os consumidores?

A nutricionista Cynthia Antonaccio, fundadora da Equilibrium Latam, apresentou o estudo "Tendência em Suplementos". Destacou que estamos entrando na era da "Aducation" (Advertising + Educação) e descreveu o perfil do atual consumidor, mais precisamente das gerações Y e Z, como um público desconfiado e questionador, que possui uma interpretação filosófica do conceito de saúde. Esse público busca por produtos naturais ao mesmo tempo que por uma nutrição de precisão com alimentos saborosos. Da mesma forma, quer segurança e transparência acerca daquilo que consome. No entanto, entrega toda a informação do seu corpo quando utiliza um relógio que armazena seus dados, por exemplo. "A segurança tem diferentes significados, não há nenhum tipo de controle sobre os nossos dados, nosso corpo é um centro de informação, e, ainda assim, eu quero usar a tecnologia para rastrear o que eu consumo e coloco pulseiras nas aves na China", compara a nutricionista.

Mas, afinal, o que querem os consumidores?

Entre os 16 tópicos abordados no relatório, destacam-se naturalidade, marcas locais, sustentabilidade, lista de ingredientes, produtos saborosos, praticidade e recomendação por nutricionista. Isso tudo agregando benefícios a imunidade e a saúde mental.

Dietas cetogênicas: benefícios e impactos na saúde

Durante a aula ministrada pela professora Nágila Damasceno, foram apresentados os aspectos relacionados à importância da suplementação com nutrientes para o caso do binômio epilepsia e dieta cetogênica. Sob a perspectiva da nutrição foi relatado que cerca de 20 a 30% dos pacientes com epilepsia não respondem ao tratamento farmacológico. Para estes pacientes, são comprovados os benefícios deste tipo de dieta desde a década de 20. "Os estudos confirmam a eficácia no controle das crises convulsivas: 10% dos pacientes ficam livres de qualquer tipo de crise, e mais de 50% dos indivíduos têm reduções superiores a 50% das crises quando comparadas ao momento inicial", anuncia a professora.

Ao explicar o mecanismo da dieta cetogênica e seus efeitos diversos, a docente fez um alerta no que diz respeito a necessidade de orientação de um profissional nutricionista: "A dieta cetogênica não é balanceada ou nutricionalmente adequada. Apesar de sua justificativa clínica para ser usada, ela também tem um impacto negativo".

Deficiências nutritivas em pacientes bariátricos

A "Prevenção e tratamento de deficiências após Cirurgia Bariátrica" foi tema da palestra da Dra. Lilian Cardia Guimarães (HCFM/USP). Segundo a dra. a obesidade está sempre associada ao desequilíbrio energético como causa fundamental da doença, no entanto, centenas de interrelações com as possíveis causas do ganho de peso já foram identificadas. Sabe-se, ainda, que, conforme a doença avança, o paciente fica menos responsivo aos tratamentos, e, então, a cirurgia bariátrica é considerada uma opção, não apenas pela perda de peso, mas, sobretudo, pela remissão e melhora dos quadros metabólicos e da qualidade de vida do paciente. "A recomendação mais atualizada dos nutrientes, em regra geral, é a suplementação. Já a composição qualitativa na forma de apresentação para cada fase da dieta, bem como a via de administração, depende da gravidade e do grau da deficiência nutricional", informa Dra. Lilian.

Sim, é necessário suplementar durante a gestação

A Nutricionista Helen Pereira encerrou o ciclo de aulas falando da "Importância da suplementação na gestação". Durante a gestação, existe uma demanda maior por todos os nutrientes devido às adaptações fisiológicas relacionadas às alterações corporais da gestante, às necessidades do feto e ao preparo do corpo para amamentação. Segundo os dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares (2008-2009) realizada pelo IBGE, apenas 10% dos adultos atingem a recomendação e ingestão de micronutrientes. As maiores prevalências de inadequação, de acordo com POF, são para vitamina D, vitamina E, vitamina A e vitamina C, cálcio, magnésio.

Neste caso, devido a maior demanda por nutrientes, as gestantes constituem grupo de risco nutricional. Para os indivíduos que apresentam consumo nutricional abaixo das recomendações, deve-se adotar a suplementação de micronutrientes e a fortificação de alimentos, que segundo o Ministério da Saúde, ajudam a corrigir deficiências nutricionais, mas não devem ser usados como substitutos de uma alimentação equilibrada.

Para assistir a série de Webinars acesse aqui

1º Encontro
Introdução sobre suplementos alimentares e dados de consumo
Coordenação: Dr Hélio Vannucchi
O que é um suplemento alimentar? - Thaise Mendes (Herbalife Nutrition)
Hábitos do consumo de suplementos alimentares no Brasil - Gislene Cardozo (ABIAD)
Micronutrientes, recomendações nutricionais e estabelecimento de níveis máximos - Dra Adriana Gisele H. Leme

2º Encontro
Tendências em suplementos alimentares
Coordenação: Helena Tavares (Ajinomoto)
Clean label ANVISA e Novos ingredientes - Talita de Souza Lima (ANVISA)
Estudo - Tendência em Suplementos - Cynthia Antonaccio, fundadora da Equilibrium Latam

3º Encontro
Recomendação de uso em diferentes contextos de saúde e faixas etárias.
Coordenação: Dra. Mônica Beyruti
Micronutrientes em contextos especiais: Epilepsia e Dieta Cetogênica - Nágila Damasceno (FSP USP)
Prevenção e tratamento de deficiências após Cirurgia Bariátrica - Lilian Cardia (HCFMUSP)
Importância da suplementação na gestação - Helen Pereira - Nutricionista

Sobre o ILSI Brasil

O ILSI - International Life Sciences Institute - é uma organização mundial sem fins lucrativos e de integração entre academia, indústria e governo. Sua missão é estimular a discussão e aplicação da ciência em temas que visam a melhora da saúde e do bem-estar público e preservação do meio ambiente.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo