Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Tempo frio eleva alerta pra cuidados com doenças auditivas

OMS estima que 2,5 bilhões de pessoas podem desenvolver problemas auditivos, estimativa que poderia ser reduzida com cuidados preventivos

O cuidado com a saúde dos ouvidos é essencial a todo momento, mas com a chegada do inverno e suas condições climatológicas, a atenção precisa ser dobrada. Isso porque o tempo frio torna as pessoas mais propensas às inflamações e infecções, como as otites médias agudas, por exemplo.

Um retrato da necessidade desses cuidados é foco de uma pesquisa realizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) que estima 2,5 bilhões de pessoas com problemas relacionados aos ouvidos até o ano de 2050. Isso significa que ao menos um quarto da população mundial deve enfrentar algum problema relacionado a essa estrutura.

A pesquisa integra o primeiro Relatório Mundial sobre Audição, lançado em março deste ano. Nesse sentido, é fundamental manter alguns cuidados com a audição, já que esses problemas podem se agravar e provocar doenças auditivas irreversíveis tanto em idosos quanto em adultos e até mesmo em crianças. Ao menos é o que alerta o médico otorrinolaringologista do hospital Felício Rocho, Dr. Emerson Rodrigo Santos.

“É extremamente importante ficar atento aos cuidados com os ouvidos, em especial quando em épocas de baixas temperaturas. Em ambientes de frio extremo, quando a orelha fica exposta por períodos superiores a 15 minutos, sem nenhum tipo de proteção, já pode ser observado lesões na área externa da orelha. Em situações de exposição mais prolongada, o dano pode atingir as partes internas do ouvido. Essa recomendação vale para qualquer pessoa, independente da idade”, alerta.

Outro ponto de importância nessa pauta é quanto ao modo correto de higienizar a orelha. “Apesar de básica, essa é uma orientação que precisa ser levada a sério. O ideal é que a higiene seja feita apenas na parte externa da orelha, de forma delicada, evitando manipular o conduto auditivo e, dessa forma empurrar a cera para dentro do ouvido. É importante também proteger o ouvido quanto à entrada de água e outros produtos líquidos que possam lesionar a estrutura da orelha”, ensina.

Segundo Dr. Emerson, a cera é um tipo de proteção natural para os ouvidos e não deve ser retirada. “O excesso de cera geralmente será expelido pelo próprio organismo, de forma natural, na medida em que ocorre a regeneração do epitélio do ouvido. É um erro comum, porém grave, cutucar o ouvido com uma cotonete, tampa de caneta, palitos, etc com o intuito de se limpar os ouvidos. O risco é de que essa medida desnecessária acabe traumatizando o epitélio do conduto auditivo ou perfure a membrana do tímpano, o que poderia acarretar problemas mais graves à audição”.

O médico do hospital Felício Rocho ainda esclarece que quando há necessidade de retirar o excesso de cera, esse procedimento deve ser feito preferencialmente por um otorrinolaringologista, que é o profissional mais habituado à manipulação dessa estrutura. Aliás, independente da estação do ano – se inverno ou verão – consultas preventivas a este especialista devem ser realizadas ao menos a cada 4 meses, de maneira rotineira.

Para evitar complicações auditivas, a principal recomendação é se agasalhar corretamente, proteger as orelhas e reforçar os cuidados relacionados aos resfriados, rinites, sinusites e outras infecções agudas. Dentro dos cuidados periódicos para os ouvidos, recomenda-se, além das avaliações clínicas regulares, a realização de exames complementares como audiometria, impedanciometria, exames de imagem, conforme necessidade e avaliação do especialista. Utilizado de maneira mais rotineira, exames audiométricos, além de identificar e avaliar os diferentes graus de perda auditiva, assim como auxiliar no diagnóstico de outras doenças dos ouvidos, pode ser realizado em pessoas de qualquer idade, de recém-nascidos a idosos. Tudo isso de maneira rápida, simples e indolor.

Dr. Emerson explica como o exame audiométrico é realizado. “Utilizando um ambiente com ruído controlado, oferecemos ao paciente sons em diferentes frequências e avaliamos a intensidade mínima necessária para que o paciente perceba o estímulo dado a ele. Esse procedimento é realizado em diversas frequências sonoras, desta forma, construímos um gráfico que representa os limiares auditivos de cada orelha. A impedanciometria é realizada introduzindo-se uma pequena sonda no canal auditivo externo apenas. O Equipamento obtém as informações sobre a mobilidade da membrana timpânica e as condições funcionais da orelha média. É um exame bastante simples e indolor, mas que auxilia no diagnóstico de processos auditivos iniciais até acometimentos mais importantes. Em Belo Horizonte, contamos com a funcionalidade desse exame e de vários outros relacionados à esse tópico relativo aos cuidados com os ouvidos dentro da estrutura oferecida pelo hospital Felício Rocho”.

Ainda de acordo com o Relatório Mundial sobre Audição, apresentado pela OMS, além de evitar grandes complicações, exames preventivos podem ser também mais econômicos. O estudo destaca que cerca de 60% das perdas podem ser evitados com investimentos em prevenção e tratamento de doenças ligadas à surdez. Assim, a Organização defende uma tese na qual identificou que o retorno é de US$ 16 para cada US$ 1 investido.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo