Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Setor da Saúde encolhe 3,5%, no primeiro semestre, e fecha mais de 5 mil postos de trabalho

Produção doméstica de dispositivos médicos despencou 27,1%. Importações cresceram 21,2%, impulsionadas pela Covid-19, sendo os EPIs, isoladamente, com elevação de quase 2.000%

Engana-se em acredita que o setor da saúde não sofreu as consequências econômicas da pandemia. Dados do Boletim Econômico da Aliança Brasileira da Indústria Inovadora em Saúde (ABIIS), que acabam de ser divulgados, revelam que o consumo aparente de Dispositivos Médicos caiu 3,5%, nos seis primeiros meses de 2020, na comparação com o mesmo período do ano passado. Os segmentos que mais sofreram queda de consumo foram próteses e implantes (-23,7%) e materiais e equipamentos para a saúde (-12,9%). O setor fechou 5.235 postos de trabalho, o equivalente a 3,7% do total de 136.671 trabalhadores nas atividades industriais e comerciais.

“A preparação para o atendimento da população na pandemia aumentou a demanda por produtos de nichos específicos, como materiais e equipamentos usados em leitos de média e alta complexidade e testes para a detecção da Covid-19. Mas o cancelamento de procedimentos médicos não relacionados à pandemia reduziu as compras externas e a fabri­cação doméstica de produtos dos demais segmentos do setor”, explica o diretor executivo da ABIIS, José Márcio Cerqueira Gomes.

Entre janeiro e junho, houve crescimento nas importações de produtos do setor, concentrado nos segmentos voltados para o atendimento da Covid-19 de equipamentos hospitalares (+37%), mobiliário de uso médico hospitalar (+19%), equipamentos de proteção individual - EPIs (+1.929%) e reagentes para diagnóstico in vitro (+32%). Com isso, o índice de importação cresceu 21,2%, na comparação com o primeiro semestre de 2019, totalizando US$ 3,1 bilhões. Por outro lado, a produção doméstica recuou 27,1%.

As atividades de prestação de serviços hospitalar e ambulatorial (públicas e privadas) representam 4,3% da atividade econômica do país, de acordo com o IBGE. O Boletim Econômico ABIIS destaca cálculo efetuado pela FGV que assinala que a retração do setor saúde no primeiro semestre foi responsável por 0,8% do recuo total de 5,9% no PIB no período, em relação a igual período do ano anterior. O desaquecimento na saúde exerceu um impacto de 13,5% na desaceleração da economia brasileira.

José Márcio Cerqueira Gomes ressalta que, “analisando a evolução do consumo aparente do mercado de dispositivos médicos desde 2012, quando o Boletim da ABIIS começou a ser produzido, estamos mais de 10% abaixo do patamar daquele período”.

Para o segundo semestre, a tendência é de melhora no setor. “Com a queda no número de infectados pela Covid-19, acreditamos que os procedimentos eletivos, pouco a pouco, voltem a ocorrer. Estamos com uma perspectiva de leve recuperação no segundo semestre e de encerramento de 2020 com queda na atividade de entre 1% e 2%”, conclui o direto executivo da ABIIS.

O Boletim Econômico ABIIS é desenvolvido pela Websetorial Consultoria Econômica.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo