Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Exames genéticos podem ajudar a potencializar resultados do acompanhamento nutrológico

Exames genéticos podem ajudar a potencializar resultados do acompanhamento nutrológico

A genética possui influência direta sobre o emagrecimento, ganho de peso, obesidade e desenvolvimento de doenças. Logo, conhecer o perfil genético de cada indivíduo pode auxiliar na otimização do acompanhamento nutrológico e na manutenção da saúde do organismo

Emagrecer e ganhar peso podem ser verdadeiros desafios para algumas pessoas. Por esse motivo, para quem deseja controlar o peso, o acompanhamento nutrológico é fundamental, afinal, o médico nutrólogo é o profissional mais adequado para personalizar a alimentação de acordo com as necessidades orgânicas de cada paciente, ajudando assim a manter a saúde em dia e o peso sob controle, além de reduzir o risco de doenças e deficiências. E um dos principais fatores que devem ser levados em consideração durante o acompanhamento nutrológico é a genética. “Estima-se que de 40 a 70% da variação na suscetibilidade à obesidade e perda de peso seja determinada pelos genes. O tipo genético de cada organismo ajuda a explicar o motivo de diferentes pessoas ganharam ou perderem peso de forma distinta mesmo seguindo uma dieta igual e praticando a mesma quantidade de exercícios físicos. Logo, conhecer as alterações genéticas de cada indivíduo e basear-se nos genes para elaborar uma abordagem nutricional personalizada é extremamente interessante para ajudar a controlar o peso corporal, diminuir o risco de obesidade e otimizar a perda de peso”, explica o geneticista Dr. Marcelo Sady, Pós-Doutor em Genética e diretor geral da Multigene, laboratório especializado em análise genética e exames de genotipagem.

Para se ter uma ideia da influência do DNA e dos genes no ganho de peso, sabe-se, por exemplo, que pacientes portadores do alelo G do gene UCP1, responsável por codificar a proteína que atua no processo de termogênese, possuem maior facilidade em ganhar peso. “Isso porque esses pacientes tendem a apresentar menores taxas metabólicas de repouso, gastando, consequentemente, menor quantidade de energia, o que pode favorecer o ganho de peso”, afirma o especialista. Da mesma forma, os genes também podem fazer com que um indivíduo tenha mais facilidade para perder peso. “Um estudo1 realizado com pacientes obesos submetidos à dieta hipocalórica para emagrecimento mostrou que indivíduos portadores do genótipo GG do polimorfismo rs894160 do gene PLIN1, responsável por codificar uma proteína que possui papel significativo na obesidade, perderam significativamente mais peso quando comparados aos indivíduos que eram portadores do alelo A. Após 12 meses de dieta, observou-se que os portadores do genótipo GG perderam cerca de 8 kg, enquanto os indivíduos que apresentavam o alelo A perderam apenas 0,5 kg, em média”, destaca o geneticista.

E a importância de conhecer nosso DNA e genes não se restringe apenas ao acompanhamento nutrológico para controle do peso, podendo auxiliar também na prevenção de doenças, como o diabetes tipo 2, e no controle do colesterol. “Além de fatores como dieta e atividade física, a sinalização de insulina também é influenciada pelas variantes genéticas, exercendo assim papel chave no desenvolvimento de resistência insulínica, que é um dos principais fatores de risco da diabetes mellitus tipo 2. Nesse sentido, destaca-se principalmente o alelo T do polimorfismo rs3842755 do gene INS, visto que seus portadores apresentam maior risco de desenvolverem hiperglicimia, hiperinsulinemia, resistência à insulina, diabetes mellitus tipo 2 e síndrome metabólica, estando assim associado a menor expectativa de vida”, alerta o Dr. Marcello. “Vários genes também têm sido associados aos níveis de triglicerídeos e HDL, também conhecido como colesterol bom, já que é responsável por remover o excesso de colesterol dos tecidos e guiá-lo para o fígado para ser degradado. Um dos principais genes relacionados aos níveis de triglicerídeos e HDL é o APOA1, um dos principais constituintes do HDL que participa do transporte de colesterol para o fígado, além de proteger o organismo contra os danos induzidos pelo processo inflamatório”, completa o especialista.

Por esses motivos, para quem procura ganhar peso, emagrecer, evitar a obesidade, prevenir doenças ou apenas manter as necessidades nutricionais em dia, é interessante realizar, além de acompanhamento nutrológico, um exame de nutrigenética. “O laudo do exame de nutrigenética traz informações detalhadas sobre o seu DNA e genes que podem ser interpretadas pelo médico nutrólogo para que as recomendações de dieta, nutrição e prática de atividade física sejam específicas para as necessidades e características de seu organismo, auxiliando assim na otimização do controle do peso e na prevenção de doenças. A partir do momento em que entendemos as alterações genéticas que possuímos, podemos realizar mudanças pontuais em nossos hábitos para balancear a ação dos genes e garantirmos a manutenção de nossa saúde”, finaliza o Dr. Marcelo Sady.

MARCELO SADY – Pós-doutor em genética com foco em genética toxicológica e humana pela UNESP- Botucatu, o Dr. Marcelo Sady possui mais de 20 anos de experiência na área. Speaker, diretor Geral e Consultor Científico da Multigene, empresa especializada em análise genética e exames de genotipagem, o especialista é professor, orientador e palestrante. Autor de diversos artigos e trabalhos científicos publicados em periódicos especializados, o Dr. Marcelo Sady fez parte do Grupo de Pesquisa Toxigenômica e Nutrigenômica da FMB – Botucatu, além de coordenar e ministrar 19 cursos da Multigene nas áreas de genética toxicológica, genômica, biologia molecular, farmacogenômica e nutrigenômica.

1 Corella et al. J Clin Endocrinol Metab, v.90, p.5121–5126, 2005.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo