Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Você sabe o que é sepse?

ILAS promove Live para população sobre Sepse

Semana da Conscientização sobre a Sepse

Como parte da Campanha de Conscientização Sobre a Sepse, o ILAS – Instituto Latino Americano de Sepse promoverá na próxima sexta-feira (18 de setembro), das 18h30 às 19h30, a Live “O que é Sepse”, destinada ao público. A Live acontecerá simultaneamente da Fanpage ILAS-Dia Mundial da Sepse e no Instagram ILASepse.

A sepse é um conjunto de manifestações graves em todo o organismo produzidas por uma infecção. É importante esclarecer que não se trata de uma infecção que está em todos os locais do organismo. Por vezes, a infecção pode estar localizada em apenas um órgão, como por exemplo, o pulmão, mas provoca em todo o organismo uma resposta com inflamação numa tentativa de combater o agente da infecção. Essa inflamação pode vir a comprometer o funcionamento de vários dos órgãos do paciente.

Esse ano, devido à pandemia, toda Campanha está sendo digital e com o foco em quatro pilares:

Prevenção - o principal dos 4 pilares nesta Campanha. O objetivo é tentar focar na prevenção, principalmente por estarmos no meio de uma pandemia viral em que os infectados morrem por sepse. “Prevenir infecção é prevenir, inclusive, a COVID-19 e, consequentemente, previne-se sepse. Se há prevenção, nenhum dos outros pilares será necessário. Por isso a importância deste pilar”, explica a Dra. Flávia Machado

Reconhecimento Precoce - Se há infecção, o reconhecimento precoce é indispensável para que haja sobrevida deste paciente e menos sequelas. Reconhecendo precocemente, o tratamento adequado pode ser imediatamente providenciado, com mais chances de desfecho favorável e promoção do bem estar do paciente.

Tratamento - Tratamento imediato e adequado baseado nas diretrizes sugeridas pelo ILAS dentro da primeira hora do diagnóstico de sepse. Como falado anteriormente, reconhecimento precoce + tratamento adequado na primeira hora = melhor prognóstico, sobrevida e menos sequelas do paciente

Reabilitação – Muito sobreviventes da sepse ficam com sequelas, algumas bastante graves e por longos períodos. Esse é mais um dos desafios para a sepse. Todo paciente séptico deve ter acesso a um plano multidisciplinar de reabilitação ainda durante o período de internação e um plano de alta adequado, que englobe diversos aspectos na recuperação desse doente. Além de evitar nova infecção que é tão comum nos pacientes sépticos.

Últimos dados (2019) – Estima-se em cerca de 15 a 17 milhões o número de pacientes com sepse por ano no mundo, os quais contribuem com mais de 5 milhões de mortes anualmente. No Brasil, recente publicação evidenciou aumento no número de casos dessa síndrome nos últimos anos. A incidência de sepse grave e choque séptico situam-se em 27 e 23% respectivamente e a taxa de mortalidade global foi de 22%, sugerindo que a sepse é o maior problema de saúde pública nas unidades de terapia intensiva do país.

Desde 2005, o ILAS computa dados de instituições que participam do Programa de Melhoria de Qualidade – Protocolos Gerenciados de Sepse, possuindo, assim, um banco de dados robusto, com mais de 90 mil pacientes com diagnóstico de sepse e choque séptico em nosso país, registrados no “Relatório do Programa de Melhoria – Protocolos Gerenciados de Sepse”.

Os dados registrados de 2019, que contou com a participação de 84 instituições de saúde do Brasil, registrou 15.571 com sepse e choque séptico, sendo 5.979, em instituições públicas, com letalidade de 38,8%, e 9.592, em instituições privadas, com letalidade de 21,2%. Acesse aqui o Relatório Completo.

Participantes da Live:

Dra. Flávia Machado

Professora Adjunta e Chefe do Setor de Terapia Intensiva da Disciplina de Anestesiologia, dor e terapia intensiva da Universidade Federal de São Paulo; Coordenadora Geral do Instituto Latino-Americano de Sepse (ILAS); Diretora Científica da Associação de Medicina Intensiva Brasileira (2108-2019) e Membro do International Sepsis Forum

Dr. Luciano Azevedo

Professor Disciplina de Emergências Clínicas HC-FMUSP; Superintendente de Ensino Sírio-libanês Ensino e Pesquisa e Ex- Presidente do Instituto Latino-Americano de Sepse (2016-2019)

Dra. Daniela Souza

Vice-presidente eleita do Instituto Latino Americano de Sepse (2020 – 2021); Médica da UTIP do Hospital Universitário da USP e do Hospital Sírio Libanês em São Paulo, em ambos exerce as atividades de assistência, ensino e pesquisa; Membro do Comitê de Sepse da SLACIP (Sociedad Latino Americana de Cuidados Intensivos Pediátricos); e Membro do Painel de Especialistas da Pediatric Sepsis Definitions (SCCM/ WFPICCS)


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

Mais Itens ::

NEWSLETTER SEGS