Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Congresso Virtual da SOCESP apresentará novo tratamento para Insuficiência Cardíaca que atenua sintomas e reduz mortalidade

A nova combinação terapêutica diminuiu em 26% o risco de morte cardiovascular ou piora da doença, conforme estudo com quase cinco mil pacientes. Três milhões de brasileiros tem Insuficiência Cardíaca e cerca de 50 mil morrem todos os anos.

Com a publicação do estudo DAPA-HF, realizado em 20 centros ao redor do mundo, incluindo o Brasil, abriu-se uma nova possibilidade de tratamento da Insuficiência Cardíaca – IC – com fração ejeção reduzida, quando os ventrículos do coração não contraem adequadamente durante cada batimento cardíaco, de modo que o sangue não é bombeado de forma eficiente para a circulação corpórea. A pesquisa será amplamente discutida durante o Congresso Virtual da SOCESP, que começa na próxima segunda, 29 de junho.

No estudo DAPA-HF foram incluídos 4.774 pacientes com Insuficiência Cardíaca com fração ejeção reduzida, que apresentavam sintomas, apesar do tratamento clínico. Um grupo recebeu 10 mg do medicamento Dapagliflozina uma vez ao dia e outro grupo recebeu placebo.

“Os principais resultados mostraram uma redução significativa de 26% no risco relativo do desfecho primário, ou seja, morte cardiovascular ou evento de piora da IC, que consistiu em hospitalização por IC descompensada ou visita à sala de urgência. Além disso, houve redução de 18% de morte cardiovascular, 30% nos eventos de agravamento da IC e 30% de redução das hospitalizações por IC”, explica o palestrante da SOCESP, Marcus Vinicius Simões, que ainda completa: “de forma ainda mais significativa, o estudo mostrou uma redução de morte por qualquer causa de 17% nos pacientes que usaram a Dapagliflozina, comparados ao grupo que recebeu placebo”.

Outro aspecto interessante do estudo diz respeito à melhora da qualidade de vida com redução significativa dos sintomas da IC e melhora dos escores de qualidade de vida. Adicionalmente, os desfechos de segurança mostraram efeito neutro do novo medicamento sobre os eventos de depleção de volume, piora da função renal, hipoglicemia, ou outros eventos adversos que levaram a suspenção do tratamento. “O que sugere uma que o medicamento tem um perfil de segurança e tolerabilidade muito bom”, esclarece o cardiologista Marcus Simões.

A Insuficiência Cardíaca atinge 23 milhões de pessoas no mundo e, no Brasil, a estimativa são de 3 milhões com cerca de 50 mil mortes pela doença todos os anos. O 1º Registro Brasileiro de IC (Breathe - Brazilian Registry of Acute Heart Failure) constatou que, em um ano, 40% dos cerca de 1.270 pacientes pesquisados, internados em 51 hospitais públicos e privados em 21 cidades brasileiras, morreram. O registro mostra que a média de idade dos pacientes é em torno de 64 anos. Do total de pacientes analisados com a doença, 73,1% estavam acima de 75 anos e 60% eram mulheres. O estudo mostrou ainda que 30% dos pacientes tiveram uma nova internação porque não tomaram as medicações adequadamente. “O novo medicamento indica, conforme os resultados do estudo, melhora de sintomas, redução de internações e aumento de sobrevida, mas a adesão ao tratamento é determinante”, orienta o especialista.

Serviço:
Congresso Virtual de Cardiologia SOCESP
Tema: Inovações do Tratamento da Insuficiência Mitral
Palestrante: Marcus Vinicius Simões
Data: 29 de junho de 2020
Horário: 20h50 às 21h


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

Mais Itens ::

NEWSLETTER SEGS