Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Psoríase no couro cabeludo: saiba como diferenciar da caspa e conheça tratamentos

Psoríase no couro cabeludo: saiba como diferenciar da caspa e conheça tratamentos

Doença autoimune pode aparecer em diversas áreas do corpo. Quando atinge o couro cabeludo pode se assemelhar à caspa, mas causa danos mais graves.

Se você sentir sua cabeça coçar, fique alerta. Muitas vezes confundida com a caspa, o problema pode ser a psoríase. “A psoríase é uma doença muito comum, que geralmente se apresenta com placas vermelhas que provocam descamação, mais comumente nos joelhos e cotovelos, mas pode aparecer também em outras regiões, inclusive no couro cabeludo”, afirma a Dra. Kédima Nassif, dermatologista e tricologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Por se tratar de uma doença crônica, o principal fator que a causa é a predisposição genética. Ela pode ser agravada por stress, baixa imunidade e pelo clima frio, já que o sol causa um efeito anti-inflamatório nas lesões. A Dra. Kédima explica como identificar os sintomas: “Na psoríase, as placas costumam ser maiores e mais grossas do que na caspa, com escamas muito mais aparentes e esbranquiçadas, mas no início elas podem se apresentar de forma semelhante. Essas placas tendem a ser espessas e podem sangrar, gerando dor, queimação, ardência e coceira”, explica.

O tratamento para psoríase no couro cabeludo pode variar de uma pessoa para a outra, dependendo da gravidade do quadro e da intensidade dos sintomas. “Os shampoos para psoríase no couro cabeludo devem ser recomendados por um profissional especializado, assim como a quantidade a utilizar e o tempo de tratamento. Os mais indicados podem conter propionato de clobetasol. vitamina D, alcatrão, ácido salicílico e imunossupressores, como o tacrolimo”, diz a dermatologista. Além disso, alguns medicamentos podem ser indicados pelo médico, geralmente corticoides para diminuir a coceira e a inflamação, ajudando a diminuir as lesões no couro cabeludo. Outros medicamentos usados em estágios mais avançados, segundo a médica, são metotrexato e retinoides orais.

Apesar de não ter cura, alguns cuidados podem ser tomados para diminuir a chance de incidência. “Ao tomar banho, certifique-se de lavar a cabeça com um shampoo indicado pelo seu dermatologista; além disso, prefira banhos frios ou mornos. Evite acessórios que abafem a região do couro cabeludo, como chapéus, bonés e gorros e mantenha hábitos de vida saudáveis para evitar baixa imunidade e alto índice de estresse”, finaliza a Dra. Kédima Nassif.

FONTE: DRA. KÉDIMA NASSIF, dermatologista e Tricologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica e da Associação Brasileira de Restauração Capilar. Graduada em Medicina pela Universidade Federal de Minas Gerais, possui Residência Médica em Dermatologia também pela UFMG; realizou complementação em Tricologia no Hospital do Servidor Público Municipal, transplante capilar pela FMABC e em Cosmiatria e Laser pela FMABC. Além disso, atuou como voluntária no ensino de Tricologia no Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo.



Publicidade



Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

Mais Itens ::

NEWSLETTER SEGS