Brasil, 18 de Setembro de 2019

Prato sopra velinhas junto à Festival gastronômico

  • Escrito ou enviado por  Mariza Sabino
  • Adicionar comentario
  • SEGS.com.br - Categoria: Receitas
  • Imprimir

Divulgação Divulgação

O molho "Goiás é Bom Demais", um dos mais pedidos no Festival Italiano de Nova Veneza e nesta edição está debutando. Famoso pelo seu sabor peculiar, o prato é sucesso de pedidos e traz a mistura de Goiás com Itália de uma forma requintada

O pequi já é um ingrediente conhecido pelos goianos e que compõe diversas receitas da Região Centro-Oeste, Norte, quiçá nordeste. Com requinte e toque de chef, o fruto surge com uma pegada gourmet e inusitada como molho de macarrão. No 15º Festival de Nova Veneza, o famoso molho “Goiás é Bom Demais, que desde a primeira edição da festa faz sucesso, sopra 15 velinhas junto a festa. Em seu ano de debut, o evento será realizado neste ano de 6 a 9 de junho com intensa programação temática.

Famoso desde o primeiro ano de lançamento, em 2004, o molho é feito com pequi, frango desfiado e açafrão e é exemplo da adaptação da culinária goiana com a italiana. A chef responsável pela cozinha oficial do Festival, Vânia Maria Alves, criou a receita para homenagear a cultura italiana com um toque regional. “Na época, queríamos uma receita da cidade. A ideia era misturar Goiás com a Itália, fazer uma troca. Então fizemos alguns testes com pequi in natura e incrementamos com frango desfiado e requeijão”, revela Vânia que disse que a receita é exemplo da adaptação da culinária goiana com a italiana. Digno de Masterchef, o delicioso prato mistura o sabor do nosso cerrado goiano com as massas típicas da Itália.

Uma obra de arte criada pela chef, o prato reúne numa só composição a integração de costumes e cultura entre os povos do país europeu com o da América latina. Muito mais do que uma mistura harmoniosa de ingredientes, o molho “Goiás é Bom Demais” é um exemplo saboroso dessa integração de culturas, uma troca de experiências e costumes tradicionais entre os países.

Segundo Vânia, para criar o prato houve diversos testes para que não ficasse ‘mais do mesmo’. A ideia era deixar a criação refinada e atrativa até para os que não gostam de pequi. “A mistura de frango e pequi agrada até os paladares mais exigentes. Até quem não gosta do pequi aprova o molho que ficou requintado com o toque especial do requeijão e do creme de pequi”, diz a chef. Desde que saiu no cardápio do Festival, o molho é um dos mais pedidos na Cantina da Nona.

Com 60% dos moradores descendentes de italianos muito dos costumes e tradições da Itália ainda são preservados na cidade de Nova Veneza, a 29 quilômetros de Goiânia. Ao longo dos 100 anos da imigração italiana, grande parte desses hábitos vindos de foram se adaptando à cultura regional, principalmente nas receitas que ganhando temperos goianos.

A receita é executada por cozinheiras da Cantina da Nonna e o prato é feito na hora. Confira a receita:

Ingredientes
500g de macarrão penne
300g de peito de frango desfiado
200g de requeijão cremoso
150g de pequi cozido (retire a polpa)
2 colheres de azeite
1 dente de alho amassado
1 cebola média ralada
2 tabletes de caldo de galinha
1 colher de chá de açafrão
2 copos americanos (desmanchar o caldo)
cebolinha, salsa, e pimenta do reino à gosto

Preparo

- Cozinhe o macarrão “ao dente”, escorra e reserve
- Em uma panela coloque o azeite, refogue a cebola e em seguida acrescente o alho e o açafrão e deixe refogar bem
- Acrescente a polpa do pequi e o peito de frango
- Junte o caldo dissolvido na água e o amido e deixe cozinhar por 2 minutos
- Acrescente o requeijão, mexa e desligue o fogo
- Coloque salsa, cebolinha e pimenta do reino
- Em um pirex coloque o macarrão e cubra com o molho
- Sirva Quente!

O Fruto

Com sabor marcante e peculiar, o pequi é consumido tradicionalmente cozido, puro ou misturado com arroz ou frango. Rico em nutrientes, como as vitaminas A, C e E, betacaroteno, fibras e gorduras saudáveis, o fruto é conhecido na língua indígena como “casca espinhenta”.

Conhecido pelos seus inúmeros e minúsculos espinhos encontrados debaixo da polpa, há séculos o pequi faz parte da culinária goiana, desde o início do século XVIII, nas antigas vilas de Meia Ponte (hoje Pirenópolis), e Vila Boa (cidade de Goiás).

Sobre o Festival Gastronômico de Nova Veneza

Com o tema central “Pelos Sabores e Encantos da Itália”, o Festival está sendo preparado para marcar o tradicional rito de passagem para o amadurecimento e promete trazer aos seus visitantes a sensação de estar dentro da Itália, mais precisamente em Veneza, cidade famosa por seus canais e gôndolas que levam turistas apaixonados. Com infraestrutura ampliada, a festa espera mais de 120 mil turistas neste ano. Durante o evento os visitantes podem apreciar comida, música, dança, artesanato e a história dos italianos e dos imigrantes italianos no Brasil.

O maior festival gastronômico do Centro-Oeste mexe com a rotina dos moradores do município goiano com um pouco mais de 9 mil habitantes e que participam ativamente da organização e realização da festa. De acordo com Hermione Stival, presidente da Comissão Organizadora, toda a mão de obra contratada é preferencialmente de Nova Veneza. “Buscamos valorizar nossos conterrâneos e oportunizar criação de emprego e renda aqui”, afirma Hermione. Pelo segundo ano consecutivo, a Embaixada Italiana no Brasil apoia o evento.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::