Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Índice de Expansão do Comércio cresce 3,5% em abril

Melhora do estoque e início do segundo trimestre elevam a expectativa empresarial

Em abril, o Índice de Expansão do Comércio (IEC) – indicador da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) – apresentou altas de 3,5%, em relação a março, e de 32,5%, na comparação com o mesmo período do ano passado. A maior propensão do empresariado em realizar novos investimentos, apesar do cenário de incertezas na economia, está relacionado à melhora nos estoques. Além disso, o início do segundo trimestre do ano – período que, historicamente, registra mais vendas em comparação aos primeiros meses do ano – também contribuiu para o avanço mensal. O IEC saiu de 108,3 pontos, em março, para 112,1, em abril.

Os subíndices que compõem o indicador e medem as Expectativas para Contratação de Funcionários e o Nível de Investimento das Empresas registraram altas de 2% (126,1 pontos) e 5,4% (98,1 pontos), respectivamente. No comparativo anual, os dois quesitos também obtiveram crescimento: 18,7% e 55,7%.

A confiança dos empresários, por outro lado, se manteve praticamente igual ao observado no mês anterior, com uma melhora tímida na percepção dos gestores. O Índice de Confiança dos Empresários do Comércio (ICEC) subiu 0,4%, passando para 114,9 pontos. Os resultados são consequências de juros e inflação elevados e recuperação lenta do mercado de trabalho, somados aos efeitos da guerra na Ucrânia e o recente lockdown na China, que potencializa o desarranjo na cadeia de suprimentos e eleva o risco de aumento dos preços.

A economia fragilizada e o aumento das incertezas mantêm os gestores preocupados quanto aos negócios. No quarto mês do ano, o ICAEC, subíndice que avalia as condições atuais do comércio, registrou queda de 0,1% e regrediu para os 96,2 pontos. O IEEC, que mede a expectativa dos gestores, caiu 0,2%, chegando aos 145,8 pontos. Já o IIEC, que avalia as expectativas de investimento, subiu 1,8%, avançando para 102,6 pontos. Na base de comparação anual, os três quesitos registraram altas: o primeiro, de 57,9%; o segundo, de 16,2%; e o terceiro, de 24,3%.

Por fim, o Índice de Estoques (IE) subiu 1,5%. O indicador está nos 120,1 pontos. Em relação a abril do ano passado, houve avanço de 19,3%. A proporção dos empresários que consideram adequada a situação dos estoques subiu 0,8%, passando para 59,4% na comparação mensal. O número de daqueles que relatam situação inadequada acima do desejado (ou seja, acreditam que há excesso de mercadoria) subiu 0,5%, chegando a 27,9%.

Já a porcentagem dos empresários que consideram os estoques abaixo do desejado (avaliam que faltam itens disponíveis para suprir a demanda em curto prazo) registrou queda de 1,5%, terminando o mês em 11,6%. A proporção dos empresários que relatam que seus estoques estão adequados segue maior: 59,4%, contra 39,5% dos que constatam o contrário.

De maneira geral, a adequação dos estoques melhorou na passagem de março para abril. As liquidações, que reduzem os estoques de produtos que não estão com boa performance nas vendas, comuns nos primeiros trimestres, desempenharam papel importante no resultado.

Notas metodológicas

ICEC

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) contempla a percepção do setor em relação ao seu segmento, à sua empresa e à economia do País. São entrevistas feitas em painel fixo de empresas, com amostragem segmentada por setor (não duráveis, semiduráveis e duráveis) e por porte de empresa (até 50 empregados e mais de 50 empregados). As questões agrupadas formam o ICEC, que, por sua vez, pode ser decomposto em outros subíndices que avaliam as perspectivas futuras, a avaliação presente e as estratégias dos empresários mediante o cenário econômico. A pesquisa é referente ao município de São Paulo, contudo sua base amostral reflete o cenário da região metropolitana.

IEC

O Índice de Expansão do Comércio (IEC) é apurado todo o mês pela FecomercioSP desde junho de 2011, com dados de cerca de 600 empresários. O indicador vai de 0 a 200 pontos, representando, respectivamente, desinteresse e interesse absolutos em expansão de seus negócios. A análise dos dados identifica a perspectiva dos empresários do comércio em relação a contratações, compra de máquinas ou equipamentos e abertura de novas lojas. Apesar desta pesquisa também se referir ao município de São Paulo, sua base amostral abarca a região metropolitana.

IE

O Índice de Estoque (IE) é apurado todo o mês pela FecomercioSP desde junho de 2011 com dados de cerca de 600 empresários do comércio no município de São Paulo. O indicador vai de 0 a 200 pontos, representando, respectivamente, inadequação total e adequação total. Em análise interna dos números do índice, é possível identificar a percepção dos pesquisados relacionada à inadequação de estoques: “acima” (quando há a sensação de excesso de mercadorias) e “abaixo” (em casos de os empresários avaliarem falta de itens disponíveis para suprir a demanda em curto prazo). Como nos dois índices anteriores, a pesquisa se concentra no município de São Paulo, entretanto sendo a sua base amostral considera a região metropolitana.

Sobre a FecomercioSP

Reúne líderes empresariais, especialistas e consultores para fomentar o desenvolvimento do empreendedorismo. Em conjunto com o governo, mobiliza-se pela desburocratização e pela modernização, desenvolve soluções, elabora pesquisas e disponibiliza conteúdo prático sobre as questões que impactam a vida do empreendedor. Representa 1,8 milhão de empresários, que respondem por quase 10% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro e geram em torno de 10 milhões de empregos.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo