Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Dê às pessoas o que elas querem: Como os gestores de fortunas podem oferecer exposição aos criptoativos

*Simon Zais e Daniel Kerney

O ano de 1602 foi um divisor de águas. Foi quando se lançou a Companhia Holandesa das Índias Orientais com a emissão de ações facilmente transferíveis para financiar suas várias aventuras pelo planeta.

Agora, o mundo está vivendo uma novidade similar: os ativos digitais. Independentemente das discussões sobre se o valor de um token é justo, essa nova classe de ativos é uma classe de ativos. É totalmente diferente dos que existem e guardadas as devidas proporções, sua adoção pelo setor financeiro convencional é tão inevitável quanto as ações corporativas do século 17.

Gestores financeiros com visão de futuro estão se perguntando: “quais opções tenho para oferecer se meu cliente quiser exposição a criptoativos?”. Atualmente, o mercado tem várias opções por meio de diferentes caminhos.

O primeiro e mais óbvio é a compra direta de criptomoedas. A maioria dos grandes gestores de fortunas ainda não começou a oferecer esse serviço para seus clientes por meio de carteiras de ativos digitais das próprias instituições. Mas, muitos estão explorando essa possibilidade. Tirando algumas empresas menores de nicho, a maioria dos gestores ainda estão construindo, em seus planos financeiros, posições de criptos mantidas externamente1. Dessa forma, mesmo perdendo participação no mercado de carteiras para outras empresas de cripto, os gestores de fortunas podem gerar um valor expressivo fornecendo informações cuidadosas e completas sobre fornecedores, além de consultoria sobre os ativos.

O próximo passo é o investimento em fundos de ativos digitais. Enquanto as muitas instituições evitam a propriedade direta de criptomoedas, oferecem fundos de criptomoedas a certos tipos de investidores. O Morgan Stanley2, o Goldman Sachs3 e o JP Morgan4 anunciaram a oferta desses fundos. Todos têm gerenciamento ativo e podem não ser um substituto para os clientes que buscam exposição beta em cripto, mas para clientes que estão menos confortáveis com a perspectiva de gerenciar uma carteira. Esses fundos têm o conforto já conhecido de subscrição institucional.

Para os clientes e gestores de fortuna interessados em seguir certas estratégias de negociação, a Bolsa de Mercadorias de Chicago (o grupo CME) listou contratos futuros nas duas maiores criptomoedas: para bitcoin e ether – essa última a criptomoeda nativa da rede blockchain Ethereum. Estratégias de contratos futuros podem ser complexas e arriscadas, mas para clientes de altíssimo patrimônio com discernimento e gestores bem-informados, esses produtos podem abrir um mundo de alavancagem e flexibilidade.

Alguns clientes podem hesitar por conta da complexidade de cada uma dessas estratégias. Outros podem ter os requisitos para investir em certos fundos ou contratos futuros. Por sorte, à medida que cresce a aceitação de ativos digitais em geral e as criptomoedas, em particular, ganham mercado, há atualmente três produtos familiares disponíveis no mercado – independentemente da qualificação ou sofisticação.

O mais perene desses produtos para o investidor é ação de empresas do ecossistema de ativos digitais. Empresas desse grupo vão daquelas totalmente com foco em cripto, como a Coinbase, maior bolsa de moedas digitais dos Estados Unidos (EUA), a empresas com exposição ao ecossistema, como a Nvidia.

Outro produto familiar que os gestores podem oferecer a seus clientes são os fundos de índice (ETF) de ativos digitais. Esses existem e têm uma sobreposição significativa. Alguns gestores de ETFs disfarçam exposições tradicionais em tecnologia sob o marketing de criptomoedas. Os gestores podem se certificar do valor deles com uma avaliação das empresas que compõem o fundo para avaliar se há uma oportunidade.

E por fim, o produto que os investidores e gestores de fortunas estão explorando no horizonte: o ETF de bitcoin5. Há dois desses ETFs na bolsa brasileira, a B3. Da forma como estão surgindo, há dois tipos. Um deles é um fundo que detém o ativo, como o ETF GLD da Bolsa de Nova York (NYSE), que tem lastro em ouro físico guardado num cofre, ou como o ETF USO, que tem como referência contratos futuros de petróleo com datas de vencimento próximas. A Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) já aprovou um ETF de contratos futuros de bitcoin e há vários outros pedidos pendentes. Os gestores podem mostrar valor, mais uma vez, explicando as peculiaridades estruturais de cada um, como seus perfis únicos de risco se encaixam em portfólios únicos e como a exposição por meio de um ETF é diferente de ter uma criptomoeda.

Enquanto várias empresas pediram à SEC a aprovação de ETFs que mantém bitcoin, por enquanto os reguladores não autorizaram ou ainda não deram respostas a esses pedidos. Os receios da SEC sobre os mecanismos desses produtos incluindo (mas certamente não se limitado a) valuation, liquidez/resgate, volatilidade, custódia e potencial manipulação, não devem ser interpretados como dúvidas de demandas comerciais e de varejo. O interesse dos investidores e assessores por exposição a criptomoeda, combinado à popularidade dos ETFs e à demanda perene por investimentos beta baratos, proverão um vento favorável para os fluxos dos fundos, se vierem a mercado.

Os gestores de riqueza que são confrontados com demandas por cripto de clientes se encontram no início de uma trilha. Em campo estão as opções “gêmeas” de engajamento e recomendação. Exatamente como acontece com qualquer ativo emergente, da primeira e simples ação holandesa a produtos estruturados elaborados, os ativos digitais são uma oportunidade única para os gestores de fortunas capazes de prover conselho previdente. E conhecer os produtos é o primeiro e certeiro passo.

* Simon Zais e Daniel Kerney são consultores da Capco.

Sobre a Capco

A Capco, empresa o Grupo Wipro, é uma consultoria global de gestão e tecnologia dedicada ao setor de serviços financeiros. Nossos profissionais aliam pensamento inovador e conhecimento incomparável no setor para oferecer aos nossos clientes expertise em consultoria, integração de pacotes e tecnologias complexas, entrega de transformação e gestão de serviços, para o avanço de suas organizações. Com nossa abordagem eficiente e colaborativa, ajudamos nossos clientes a inovar, aumentar receitas, gerir riscos e mudanças regulatórias, reduzir custos e aprimorar métodos de controle. Somos especializados particularmente em serviços bancários, mercados de capitais, gestão de patrimônio e investimentos, finanças, seguros, risco e compliance. Nos EUA, também temos prática em consultoria no setor de energia. Atendemos nossos clientes de escritórios nos principais centros financeiros das Américas, Europa e Ásia-Pacífico. Para saber mais, visite nosso site website www.capco.com ou siga-nos no Twitter, Facebook, YouTube, LinkedIn, Instagram e Xing.

1 https://www.wealthmanagement.com/client-relations/how-crypto-fits-goals-based-financial-planning
2 https://www.cnbc.com/2021/03/17/bitcoin-morgan-stanley-is-the-first-big-us-bank-to-offer-wealthy-clients-access-to-bitcoin-funds.html
3 https://www.nasdaq.com/articles/goldman-gs-to-offer-private-wealth-clients-access-to-bitcoin-2021-04-01
4 https://www.reuters.com/business/finance/jpmorgan-give-all-wealth-clients-access-crypto-funds-business-insider-2021-07-22/
5 https://www.capco.com/Intelligence/Capco-Intelligence/Race-To-The-Finish-Line-US-First-Crypto-ETF


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo