Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Autorização para transferências bancárias pelo WhatsApp inaugura nova jornada para pagamentos que poderá turbinar o Pix

Por eliminar a necessidade de o usuário entrar no ambiente do seu banco, o aplicativo teria o potencial de tornar o pagamento instantâneo (Pix) ainda mais presente na vida do brasileiro

Ao conceder a autorização ao WhatsApp para realização de transferências de recursos entre seus usuários como um iniciador de transações de pagamento, utilizando-se – neste início – dos arranjos de pagamento da Visa e Mastercard, o Banco Central (BC) abre caminho para que o aplicativo, em breve, também possa incluir outras funcionalidades relacionadas a pagamentos, como a conexão com o Pix, o que pode tornar o pagamento instantâneo ainda mais popular e presente na vida dos brasileiros.

O cofundador da Xsfera, plataforma de serviços especializados de consultoria de negócios e regulatórias, focada no mercado financeiro e de pagamentos, Bruno Segatto explica que, por enquanto, poderão ser realizadas apenas transferências entre pessoas físicas. O especialista alerta que o Banco Central foi muito claro com relação à autorização restrita neste momento ao WhatsApp como iniciador de transação de pagamento. Significa, na prática, que o Facebook Pay (mais abrangente) e os arranjos de compras ainda estão em análise e, portanto, não haveria previsão de envolvimento do Messenger e Instagram.

“Desta forma, as compras em estabelecimentos usando essa ferramenta ainda não serão permitidas, mas todas essas funcionalidades serão evoluções naturais da solução.” diz.

Para que o WhatsApp possa ser utilizado na transferência de valores, a conta do aplicativo deverá estar vinculada a um banco ou uma fintech, que já ofereçam uma conta transacional ao usuário. Além disso, será necessário o cadastramento dos cartões que movimentam tais contas para que a transação seja efetivada.

Os arranjos da Visa e Mastercard, aprovados na mesma data que o WhatsApp, são quem, de fato, possibilitarão que a movimentação ocorra de forma equivalente a uma transação de pagamento por cartão de débito, crédito ou pré-pago. Futuramente, é muito provável que a aplicação também esteja conectada ao Pix, que por conceito não necessitará das bandeiras para efetivação da transação.

Para o CEO da Xsfera Fausto Ferraz, o WhatsApp tem o potencial de melhorar ainda mais a experiência do usuário com o Pix uma vez que elimina a necessidade de entrar no ambiente do banco para fazer a transação.

“A maior facilidade de uso e a inquestionável capilaridade do WhatsApp, certamente, poderão contribuir para popularizar ainda mais o Pix e fomentar a geração de novos modelos de negócios. Por isso, acredito ser importante que o BC estimule, no curto prazo, o WhatsApp a também se conectar ao Pix, uma vez que a autorização concedida já permite tal atuação”, diz.

A pesquisa Radar Febraban, divulgada no final de março, revelou que mais de um terço da população (38%) ainda não experimentou o Pix.

Sobre a Xsfera

A XSFERA é uma plataforma de serviços especializados de consultoria de negócios e de soluções regulatórias, focada no mercado financeiro e de pagamentos. A companhia reúne especialistas que lideraram com muito sucesso, nos últimos anos, algumas das mais bem-sucedidas iniciativas do ecossistema fintech e bancos digitais. Sua atuação contempla pesquisas qualitativas e estudos de viabilidade, apoio técnico na seleção de parceiros estratégicos, obtenção de autorização de funcionamento junto ao regulador e estruturação da operação, processos de governança, controles, contabilidade, informes legais, sistemas de informação, adesão ao SPB, continuidade de negócios e segurança cibernética.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo