Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Setor de incorporação registra recorde anual nos lançamentos e unidades comercializadas em 2020

Com alta de 26,1% nas vendas e 1,1% nos lançamentos, resultados dos indicadores em 2020 foram os maiores registrados desde 2014.

Setor comercializou 119.911 unidades e lançou 113.191 imóveis novos no ano passado.

Programa Casa Verde Amarela (CVA) respondeu por 77,8% das vendas residenciais das incorporadoras no período.

De acordo com o Indicador de Vendas da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias ( Abrainc ) e da Fipe , em 2020 as empresas do setor comercializaram 119.911 unidades, volume 26,1% superior ao registrado em 2019. O número de unidades lançadas totalizou 113.191 imóveis novos, superando em 1,1% a marca de 2019. Com isso, tanto as vendas como os lançamentos registraram o maior crescimento da série histórica do Indicador Abrainc-Fipe.

O primeiro bimestre foi marcado por um clima de otimismo no setor, que se refletiu em crescimento nos lançamentos (+38,7%) e nas vendas líquidas (+34,2%). De março a maio, houve retração provocada pela pandemia e, com isso, queda nas unidades lançadas (-32,3%) e um ligeiro aumento nas unidades comercializadas (+0,97%). Já o mês de junho marcou o início de uma forte recuperação do mercado imobiliário, que culminou em um aumento de 34,8% nas vendas e de 8,4% nos lançamentos.

"Os números comprovam que a incerteza econômica gerada pela pandemia foi gradativamente sendo colocada de lado ao longo de 2020 pelo setor e pelos consumidores. Os juros mais baixos se mostraram uma ótima oportunidade para empresas e compradores" , afirma o presidente da Abrainc, Luiz Antônio França.

Segmentos

Os empreendimentos participantes do Programa Casa Verde Amarela (CVA) foram responsáveis por 77,8% das vendas residenciais das incorporadoras em 2020, volume maior do que o apontado em 2019 (participação de 70,2%). Em termos de vendas, o segmento encerrou o ano passado com uma alta de 39,2%. O período de junho e dezembro registrou o melhor desempenho, com crescimento de 47,2% em relação ao intervalo anterior. Em termos de unidades lançadas, o segmento registrou elevação de 5,8% no acumulado de 2020. Ao longo do ano, houve queda de 27% nos lançamentos entre os meses de março a maio - no auge da pandemia -, mas com recuperação de 13,2% entre junho a dezembro, em relação aos períodos equivalentes de 2019.

No caso dos empreendimentos do segmento Médio e Alto Padrão (MAP), as vendas acumularam um declínio de 7,7% no número de unidades comercializadas em 2020, em comparação com o ano anterior. As vendas líquidas tiveram resultado negativo entre março e maio (-43,3%), mas um acréscimo de 2,7% entre junho e dezembro. Já os lançamentos registraram queda de 17,9% em 2020. O período de março a maio registrou o maior declínio (-46,7%), mas houve recuperação entre os meses de junho a dezembro (-13,3%), em relação ao período anterior.

"O crescimento do segmento de médio e alto padrão (MAP) no quarto trimestre, tanto em vendas como em lançamentos, demonstra que a parcela da população com maior poder aquisitivo deixou para comprar imóveis nos meses finais de 2020. Isso é uma ótima notícia para as incorporadoras que atuam neste segmento, e que devem realizar novos investimentos em 2021", acredita França.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo